Conecte-se Conosco

Cidade

Governador eleito pede informações da gestão ao executivo estadual

Publicado

em

O Governo do Estado do Pará iniciou, nesta terça-feira (6), a transição da administração ao futuro governo. Na sede da Procuradoria Geral do Estado, o Procurador-geral, Ophir Cavalcante Júnior e o Auditor-geral do Estado, Roberto Amoras,  receberam o ex-deputado Parsifal Pontes, coordenador da quipe de transição do governador eleito, Hélder Barbalho.

No encontro, que aconteceu na sede da Procuradoria Geral do Estado, as duas partes anunciaram os componentes das equipes de transição e os principais pontos a serem abordados durante as reuniões, que devem acontecer em um espaço anexo ao prédio da Procuradoria Geral, no bairro de Batista Campos, em Belém.

A reunião durou cerca de quarenta minutos. Parsifal Pontes entregou ao procurador Ophir Cavalcante, dois ofícios e uma planilha: um dos documentos contém  21 pontos de atenção sobre a gestão do Estado – dados que o governador eleito elegeu como necessários para conhecer, em curto prazo, as questões mais relevantes da gestão.

Objetivamente, foram solicitadas informações sobre orçamento; desembolso financeiro; despesas de exercícios anteriores; fontes de recursos de 2018 e previsões para 2019. Além da relação de obras; contratos em execução; convênios; inventário de bens móveis e imóveis; termos de ajuste de conduta; quadro de servidores com as respectivas remunerações e precatórios.

Boa parte destes dados e informações já são de domínio público e podem ser acessadas pelo portal da transparência, assim como o balanço geral do Estado e relatórios encaminhados à Assembleia Legislativa do Estado, anualmente. No entanto, as informações serão organizadas, sistematizadas e encaminhadas para facilitar o trabalho das equipes de transição.

O Procurador-geral, Ophir Cavalcante Junior, disse que é “perfeitamente natural o governo que está assumindo ter pleno conhecimento do funcionamento da máquina estadual”; e acrescentou que “os dados requisitados serão fornecidos, sem dúvida nenhuma”.  A declaração obedece à recomendação expressa do governador Simão Jatene, para que tudo seja feito com o máximo de transparência.

Parsifal Pontes classificou o encontro como “extremamente positivo”, ressaltando que “foi um primeiro encontro prático, antecedendo futuras reuniões que deverão ocorrer, concluindo-se num prazo máximo de 45 dias”.

“O Estado não nos pertence, pertence ao povo, à população e por isso, as informações concernentes ao Estado são públicas, podem e devem ser disponibilizadas”, acrescentou Ophir Cavalcante Junior, que também classificou a reunião como “proveitosa e produtiva”. Segundo ele, as próximas reuniões já devem contar com a participação dos demais integrantes do governo atual e do governo eleito, “num clima harmônico, como deve ser num regime democrático e de respeito à administração pública e à população”.

Após a reunião, os dois representantes governamentais visitaram as instalações que o gabinete de transição ocupará nas próprias dependências da Procuradoria Geral do Estado. É um ambiente amplo, recém reformado, com vários espaços  já mobiliados. Parsifal Pontes anunciou que o espaço será ocupado ainda nesta semana, depois de reuniões da sua equipe, em um hotel da cidade. Ele informou ainda que não está agendado nenhum encontro entre Hélder Barbalho e o governador Simão Jatene, mas confirmou que  já houve uma conversa telefônica entre ambos.

Por Pascoal Gemaque/ Agência Pará

Continue lendo
Clique para comentar

Cidade

TCE-PA apresenta iniciativas de transparência no XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: TCE /PA

O Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA) está entre os participantes do XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC 2019), evento que ocorre até a próxima quinta-feira, 18, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia – Hangar, em Belém.

O CSBC 2019 tem como tema “Computação e Responsabilidade Socioambiental”. Uma das missões do Congresso é promover e estimular discussões que conscientizem e que façam a sociedade refletir sobre as suas responsabilidades no contexto da computação, tanto nas universidades quanto nas empresas.

Nesta segunda-feira, 15, o secretário de Tecnologia do TCE-PA, Cláudio Vinagre, representou a Corte de Contas como palestrante do Congresso no VII Workshop de Transparência em Sistemas. Durante a sua apresentação, o titular da SETIN abordou “As iniciativas de transparência no contexto computacional do TCE/PA”. Até 2021, a área de Tecnologia da Informação do Tribunal estará sob a coordenação da conselheira Lourdes Lima.

A conselheira Rosa Egídia Lopes prestigiou a apresentação do secretário, que expôs as ações e implementações realizadas no âmbito do Tribunal de Contas, objetivando o aprimoramento da transparência.

Cláudio Vinagre abordou ainda as inovações implementadas nos Portais do TCE-PA, em observância à Lei de Acesso à Informação e para melhorar a usabilidade dos visitantes; as normas e regulamentações internas criadas atinentes à transparência; a utilização das redes sociais como mecanismos de transparência; por último, a transparência no contexto da Gestão e Governança de TI no TCE-PA.

Continue lendo

Cidade

Detran intensifica ações educativas em balneários do interior do Estado

Publicado

em

Foto: Asdecom / Detran

O segundo final de semana de julho contou com diversas ações do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) pelo interior e balneários do Pará, buscando tornar o trânsito mais seguro para todos. As atividades foram voltadas para o combate à alcoolemia, com orientação e conscientização dos condutores, além do trabalho realizado junto às crianças, educando desde cedo para um comportamento adequado no trânsito.

Ilha do Marajó
O Festival Marajoara de Cultura Amazônica movimentou a ilha do Marajó neste último final de semana. Os agentes de educação do Detran executaram, de maneira estratégica, ações educativas no porto da balsa no Camará, em Salvaterra, e realizaram abordagens aos turistas e profissionais de transporte coletivo, ressaltando os riscos quanto a mistura irresponsável entre álcool e direção. As ações atingiram cerca de 1.800 pessoas e mais de 380 veículos foram abordados.

Ainda na região do Marajó, na manhã de sábado (13), o campus de Soure da Universidade Federal do Pará (UFPA) recebeu os agentes de educação de trânsito do Detran para realizar o projeto “Detran nas Universidades”, que tem como objetivo conscientizar e multiplicar o conhecimento para mudar o comportamento do cidadão no trânsito. Aproximadamente 120 alunos dos cursos de Letras, Serviço Social e Pedagogia participaram da iniciativa.

Marabá
Na região sudeste do Estado, a Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama), feira de exposições que ocorre anualmente no município, com shows, exposição de negócios e rodeios, atraiu um grande público. Cerca de 800 pessoas receberam informações educativas a respeito da alcoolemia, uso do cinto de segurança e, para motociclistas, a importância do uso do capacete.

Atividades específicas também foram voltadas para a sensibilização do público infantil. No shopping da cidade, a equipe de educação desenvolveu as ações de forma lúdica através de jogos, rodas de conversas e pinturas com figuras do trânsito. As atividades atingiram cerca de 500 pessoas. O principal objetivo foi educar a criança para que, futuramente, ela seja um adulto mais responsável no trânsito, mas também alertar os pais para práticas mais seguras nas vias.

Bragança
Em Bragança, na região do Caeté, agentes de educação conversaram com cerca de 40 ciclistas nas vias. Na praia de Ajuruteua, o foco foi para veranistas, funcionários de empresas e moradores locais. Cerca de 103 veículos foram abordados e mais de 500 pessoas orientadas. Os principais fatores de riscos detectados foram em relação ao não uso do cinto de segurança, transporte incorreto de animais, objetos soltos no carro e motociclistas pilotando com a viseira levantada.

Mosqueiro
No distrito de Mosqueiro, cerca de 460 pedestres foram abordados na orla da praia do Farol, além de barraqueiros que trabalham no local. A ação foi executada em conjunto com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Guarda Municipal.

*Colaboração: Ana Laura Costa

Continue lendo

Cidade

Jornada de trabalho contínua assegura atendimento de qualidade aos pacientes

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Belém

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, se reuniu com o titular da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma), Sérgio de Amorim, e a presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Pará (Senpa), Antônia Trindade, para tratar da escala de plantão de 24 horas contínuas de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Para Zenaldo Coutinho, o acordo sobre a jornada de trabalho de 24 horas dos servidores reflete o compromisso da gestão municipal com a categoria. “Nenhuma negligência ou malefício do profissional de enfermagem, junto aos usuários, foi registrado, quando foi proposta a suspensão das 24 horas contínuas. O acordo feito com a categoria reflete o compromisso e a qualificação da prestação de serviços da Sesma junto à população belenense”, destacou o prefeito.

Segundo o titular da Sesma, Sérgio de Amorim, a regulamentação propicia maior qualidade de vida aos profissionais da enfermagem e, ao mesmo tempo, promove melhorias durante o acompanhamento destinado ao paciente. “Entendemos como legítima a jornada de trabalho de 24 horas para os profissionais de enfermagem, condicionado ao descanso posterior, além da assistência contínua promovida por esse modelo aos pacientes”, detalhou Amorim.

Atendimento contínuo – A enfermeira Joyane Góes, de 26 anos, ressalta as vantagens de uma jornada de trabalho de 24 horas. A enfermeira chega às 7 horas no Hospital do Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti, no bairro do Umarizal, e retorna para a sua casa somente no dia seguinte, quando termina o plantão, também às 7 horas.

Para ela, essa rotina de trabalho é satisfatória, pois, dentro dessas 24 horas consegue atender aos pacientes de forma ininterrupta. “Essa escala permite com que a gente trace uma linha de cuidado para o paciente, permite uma avaliação e um acompanhamento melhor. Enfermagem é continuidade. Podemos estabelecer metas naquele período, passar com mais tranquilidade o que já foi feito para o próximo enfermeiro, além de ter menos transtornos com atrasos ou faltas”, comentou.

Horas livres – Conciliar o trabalho com a família e o lazer é uma arte, principalmente, na área da saúde, na qual as demandas são prioridade, e se lida com vidas. Para a enfermeira, os dias de folga após a escala permitem com que ela possa se planejar para estar com a família, para viajar e cuidar da saúde. “Moro longe do local de trabalho e, como fico direto no hospital, folgo 48 horas. Assim, tenho a possibilidade de resolver questões pessoais nesse período, aproveitar mais a família e o meu lazer”, explicou Joyane Góes.

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Pará (Senpa), Antônia Trindade, ressalta que a escala de 24 horas dos profissionais de enfermagem traz vantagens, tanto para o paciente quanto para o profissional. “O paciente pode contar com o enfermeiro em um acompanhamento contínuo e o enfermeiro pode acompanhar melhor o paciente, dependendo da sua gravidade”, frisou.

Agência Belém – Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Texto: Suênia Cardoso

Continue lendo

Destaque