Conecte-se Conosco

Turismo

Santarém/ Centro Cultural João Fona tem exposição de cerâmica tapajônica e fotografias

Publicado

em

 

O Centro Cultural João Fona completou 27 anos nesta segunda-feira (27) com exposição de réplicas em miniatura da cerâmica tapajônica, exposição de fotografias e apresentação do grupo Quarteto de Cordas da Filarmônica Municipal. Turistas da Argentina, servidores municipais, estagiários da Ufopa, visitantes da cidade, artesãos e ceramistas prestigiaram a programação.

Museu ou Centro Cultural?

Entenda!


Fundado em 1868, o prédio onde atualmente funciona o Centro Cultural João Fona tem 150 anos. A estrutura já foi sede do Ministério Público de Justiça (Fórum de Justiça), Intendência Municipal (Prefeitura de Santarém), Câmara Municipal e Prisão Pública.

Após observar que o prédio era utilizado exclusivamente para finalidades culturais, dando-se prioridade para as salas museológicas, fixas e transitórias – portanto não possuía características para ser chamado de Museu – a Lei Municipal de nº 13.791 de 27 de agosto de 1991 deu uma nova nomenclatura ao espaço, chamando-o de Centro Cultural João Fona (CCJF).

O prédio é administrado pela Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), é uma das rotas turísticas nacionais e internacionais no município santareno e conta com 12 salas, entre elas:

Sala de objetos arqueológicos, com peças de muiraquitã, estatuetas, urnas mortuárias, machadinhos;
. Gabinete protocolar do prefeito, utilizado para receber grandes autoridades;
. Sala de exposição temporária;
. Sala de curiosidades, onde está o esqueleto da baleia Minke que encalhou no rio Tapajós;
. Sala de leitura Felisbelo Sussuarana.

“Cada comemoração deste espaço, seja como Centro Cultural ou com outra denominação significa a manutenção da Cultura santarena. Este prédio é histórico, tem 150 anos, e já abrigou diversos órgãos, hoje nos agracia com atividades voltadas a Cultura com ações e exposições sendo realizadas com freqüência, afinal a população necessita se nutrir de cultura, e o governo Nélio Aguiar tem se esforçado para proporcionar mais opções”, destacou o secretário de Cultura, Luís Alberto Figueira.

2ª Exposição de Réplicas em miniatura da Cerâmica Tapajônica

Durante as comemorações dos 27 anos foi aberta a 2ª Exposição de Réplicas em miniatura da Cerâmica Tapajônica, que conta com 200 peças, entre elas: vasos de cariátides, vasos de gargalo e estatueta antropomorfa. Estiveram envolvidos na oficina de produção das miniaturas dez participantes, entre, artesãos e demais pessoas com afinidades ao uso do barro (argila).

A exposição de réplicas da Cerâmica Tapajônica; exposição de fotografias; Pinturas e Cerâmicas: Um olhar ao Patrimônio Histórico; exposição “Cerâmica Tapajônica” seguem até 12 de Setembro; a exibição do “Passeio Histórico Virtual” encerra no dia 31 de Agosto. As réplicas da cerâmica Tapajônica estarão sendo vendidas nos valores de R$ 5 a R$ 200.

Continue lendo
Clique para comentar

Turismo

Sanatrém: Quase R$ 13 milhões para obras de ampliação da orla

Publicado

em


Obras do Projeto Orla, em Santarém — Foto: Mauro Nayan/Prefeitura de SantarémObras do Projeto Orla, em Santarém — Foto: Mauro Nayan/Prefeitura de Santarém

Obras do Projeto Orla, em Santarém — Foto: Mauro Nayan/Prefeitura de Santarém

 Já estão na conta da Prefeitura de Santarém, Oeste do Pará, recursos na ordem de R$ 12.911.633,96, destinados a pagamento das obras de ampliação da Orla da cidade, que estão sendo executadas pela construtora Mello de Azevedo S/A. O recurso total do Ministério da Integração Regional para o projeto é de pouco mais de R$ 72 milhões, e começou a ser liberado ainda na gestão do ex-ministro Helder Barbalho (MDB).

O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM), esteve em Brasília (DF) nesta semana e visitou o Ministério da Integração, onde agradeceu a liberação dos recursos que garantem à continuidade das obras, e visitou outros ministérios para reforçar o pedido por aporte financeiros para projetos importantes ao desenvolvimento do município, como: Hospital Materno-Infantil, ampliação do trecho urbano da BR-163, viaduto da Moaçará, construção do Centro de Convenções.

“Hoje nós temos o recurso em caixa, na conta da Prefeitura, e a obra está em andamento. Não tem risco de paralisação da obra por falta de recurso. Pelo contrário, nós estamos esperando a empresa executar pra gente fiscalizar o boletim de mediação, e aí sim, fazer o pagamento com o dinheiro que tem em caixa, de acordo com o avanço das obra”, declarou o prefeito Nélio Aguiar (DEM).

Projeto Orla

As obras tiveram início em 14 de dezembro de 2017. O valor total do investimento é de R$ 72.103.595,26. O projeto já está com 72% das obras concluídas, sendo que quase R$ 52 milhões já foram usados.

O projeto contempla a construção de um muro de contenção de 1.640m, que começa na travessa Augusto Montenegro e vai até o Bosque Vera Paz. A segunda etapa consta da instalação dos seis píeres, que estão sendo construídos em outro Estado, enquanto isso está sendo feita a instalação das estacas.

Já a terceira etapa, será a instalação de duas casas de bombas, uma em frente à Capitania, e outra próximo à travessa Dois de Junho, seguida da cravação das estacas e colocação do suporte flutuante.

 Sílvia Vieira, G1 Santarém 

Continue lendo

Turismo

DOU publica Chamada Pública para a abertura do Carnalter 2019 em Santarém

Publicado

em

O Diário Oficial da União (DOU) publicou na manhã desta sexta-feira (25) o chamamento público nº 1/2019-Semtur, que trata sobre a convocação de interessados em apresentar a Prefeitura Municipal de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, subsídios preliminares que possam servir de formatação do patrocínio oficial e execução do 1º Carnaval de Rua em Alter do Chão, com vista a eventual parceria com a iniciativa privada.

Das finalidades constantes no edital é que a iniciativa privada se responsabilize pela atração musical nacional, no palco a ser montado no Lago dos Botos (Praça do Çairé), além de estrutura de tendas e trio elétrico para a programação do Carnalter.

Das exigências para participar da concorrência estão:
 Podem participar Pessoas Físicas ou Jurídicas, nacionais, individualmente ou em consórcio, que cumulativamente:
a) preencham todos os requisitos contidos no chamamento;
b) apresentem até o dia 26 de fevereiro, conforme o preâmbulo, no endereço da secretaria, subsídios integrais ou parciais para a elaboração do Projeto, conforme as regras estabelecidas no edital que pode ser baixado no site da Prefeitura Municipal de Santarém. (Clique para baixar o edital).

Continue lendo

Turismo

Licitação para obra do Solar da Beira já tem data marcada

Publicado

em

Construído no século XIX no estilo neoclássico, o Solar é tombado nas três esferas e guarda muita história.

O importante e histórico prédio do Solar da Beira que integra o conjunto arquitetônico do Complexo do Ver-o-Peso passará por reforma depois de quase 20 anos desde a última intervenção desse tipo. Algumas das empresas que vão participar do processo licitatório para execução da reforma do prédio visitaram o espaço na manhã desta quinta-feira,17, para tirar as últimas dúvidas sobre o projeto e o certame.

 

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), realizará no próximo dia 28 a licitação para execução da obra. “Essa visita é importante para as empresas que vão apresentar as propostas a serem analisadas. Se não houver recursos no processo ou outros atos que prolonguem a fase de análise, a previsão para inicio das obras é de 90 dias, após a seleção da vencedora”, avaliou o diretor de obras civis da Seurb, Reinaldo Leite.

Construído no século XIX no estilo neoclássico, o Solar é tombado nas três esferas e guarda muita história. Para os representantes das empresas que participaram da visita, o valor histórico do prédio conta muito para quem se dispôs a concorrer. “Esse lugar é um patrimônio da cidade. Seria uma honra poder reformá-lo e devolver para a população um prédio tão bonito como esse e que é um ícone no Ver-o-Peso”, avalia Acácio Antônio Gonçalves, da GM Engenharia. O proprietário da Link da Amazônia, concorda com o concorrente. “A questão histórica, o fato de ser um cartão postal e fazer parte do nosso maior ponto turístico pesou muito no nosso interesse em concorrer pela reforma”, destacou Luiz Carlos Moreira.

O valor da obra será de cerca de R$ 3 milhões e tem um prazo de execução de oito meses.

BRT Centenário

Nesta quinta-feira, a Seurb também realizou a primeira reunião com os envolvido no grupo de trabalho responsável pela elaboração do projeto do Bus Rapid Transit (BRT) Centenário. A empresa vencedora da concorrência para elaboração do projeto básico e executivo dessa nova etapa do BRT em Belém, a Prosul Engenharia e Construções Ltda., assinou contrato em dezembro com a Prefeitura de Belém.

“Hoje reunimos com a empresa e representantes da Secretaria de Meio Ambiente, Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana e Cinbesa para apresentar os envolvidos e começar a reunir informações e dados existentes para subsidiar o trabalho”, afirmou Brenda Araújo, engenheira da Seurb e responsável pela fiscalização do projeto.

O prazo para finalizar o trabalho será de 12 meses, para, então, ser providenciado o processo licitatório de contratação da empresa executora da obra, com previsão para iniciar em 2020. A nova etapa ligará a avenida Augusto Montenegro ao Centro de Belém, a partir do Terminal Tapanã, passando pela avenida Centenário, Júlio Cesar, Pedro Álvares Cabral, Senador Lemos e retornando ao ponto de origem. Futuramente, o BRT Centenário também se integrará ao BRT Centro, que já tem projeto executivo pronto e aguarda recursos para ser executado.

Jaqueline Ferreira/Cumus PMB

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques