Conecte-se Conosco

Sem categoria

Pato ao tucupi, o almoço tradicional do Círio de Nazaré em Belém do Pará

Publicado

em

É tradição no Pará, no dia do Círio de Nazaré, se servir pato ao tucupi em todas as famílias, como prato principal, nobre. Veja como se prepara e participe da tradição

 

 

Da Redação

Na semana do Círio de Nazaré, os paraenses costumam preparar com antecedência seus banquetes para depois da procissão. Para apreciar as iguarias exclusivas da culinária amazônica, reúnem amigos e parentes. Um dos pratos mais presentes é o pato ao tucupi, que já tem ama internacional. Trata-se de uma especialidade típica da culinária paraense. O tucupi é um líquido amarelo extraído da raiz da mandioca, Na preparação do pato ao tucupi, além do próprio pato e do exótico tucupi, entra ainda o jambu, erva típica da região norte, conhecido no exterior como agrião do Brasil. O prato do pato ao tucupi pode ser acompanhado de arroz branco e/ou farinha de mandioca, que pode ser seca ou d’agua.

O tucupi e o jambu também estão presentes em outras iguarias amazônica, à base de tapioca, e que leva camarão, chamada tacacá, muito apreciada pelos nativos e pelos “bárbaros”, quando a experimentam, Os amazônicos consomem o tucupi e o jambu com diversos pratos: carne suína, pescado, outras aves (galinha, peru, , marrecos

 

Tucupi

O tucupi tem um sabor marcante, difícil de explicar. É um dos ícones da cozinha do norte do Brasil.

Um caldo amarelo, aromático e ácido, o tucupi é extraído da raiz da mandioca. O líquido que sai da mandioca ralada espremida, depois de separado do amido decantado, é cozido com temperos e vira o tucupi. De origem indígena, ele é um dos ingredientes marcantes da cozinha do norte do País e está em pratos tradicionais como o tacacá e o pato no tucupi. Ainda considerado exótico no resto do Brasil.

Preparação

  • Coloque o tucupi para ferver com a chicória e o alho. Quando estiver bem fervido, acrescente o pato em pedaços.
  • Quando estiver quase pronto, coloque o jambu cozido. Feche a tampa da panela e deixe apurar por alguns minutos. Está pronto o pato no tucupi, que deve ser servido com arroz branco.

Dicas de cozinheira

 

A dica é da cozinheira Ivone Carvalho (Travessa Carlos de Carvalho, 385 – Belém – Pará Telefone: (91) 3222-4555): o pato no tucupi tem um segredo especial: “Sirva o arroz, o pato e algumas gotinhas do molho de pimenta no tucupi. O pato ficará ainda mais perfumado”, afirma Ivone.

 

Modo de Preparo

Pato ao tucupi

 

  • Lave bem o pato com limão. Deixe-o marinar com todos os temperos, vinagre, alho, sal, chicória e pimentas, de preferência, por 12 horas na geladeira.
  • Depois, coloque o pato numa panela com água para amaciá-lo. Ele ficará pré-cozido.
  • Em seguida, coloque-o numa assadeira e jogue o molho que sobrou por cima dele e deixe no forno até dourar. Isso deve levar aproximadamente 40 minutos. O pato deve ficar suculento.
  • Enquanto isso, pegue os maços de jambu e leve para cozinhar com água e sal. Reserve.
  • Pegue também meio copo de tucupi e amasse a pimenta de cheiro em uma molheira.
Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual