Nós já dissemos aqui que os ombros de fora são a nova barriga à mostra, mas verão pede um look fresco e os tops cropped ainda podem ser uma boa opção. Se você ainda não está conseguindo desapegar do look, não tem problema, mas talvez as suas visitas à academia tenham que ser mais frequentes. A barriga de fora continua sendo apontada como tendência em 2016, mas está muito mais à mostra.

Com a substituição da calça de cintura alta pelas de cós mais baixos, o look usando o top cropped fica muito mais revelador e, portanto, pede uma barriga mais sequinha. O visual, no entanto, apesar de mais ousado, tem agora um ar minimalista e menos despojado.Modelagens sequinhas ou blazers mais sóbrios equilibram a pele à mostra, enquanto calças largas e correntes dão um tom urbano, do pós-praia à festa. Quer saber como montar o look? Inspire-se no board abaixo.

Fonte:gnt
Por Duda B. Padilha

Os casos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus zika em Roraima subiram para cinco, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Os dados foram confirmados nesta quinta-feira (28) . Até o dia 13 de janeiro, havia apenas um caso suspeito no estado.

De acordo com a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Daniela Souza, dos cinco casos, quatro são de mães que moram em Boa Vista e um de uma mãe do município de Alto Alegre. Todos estão sendo investigados.

“Colhemos sangue do cordão umbilical e material da placenta. Tudo foi enviado ao Instituto Evandro Chagas e deve aguardar o desenvolvimento de sorologia, para saber a associação entre os casos de microcefalia e o zika vírus”, explicou.

A coordenadora afirmou ainda que em apenas um dos casos foi concluído que a mãe teve suspeita de zika durante a gravidez. Dos cinco bebês, dois são meninas e três são meninos. Todos nasceram no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth no mês de janeiro e receberam assistência após o parto, segundo Daniela.

Conforme o Ministério da Saúde, é considerado microcefalia o nascimento de bebês com perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros.

Números
Até o dia 13 de janeiro, Roraima registrou 21 casos confirmados de zika. Do total, 18 foram notificados em Boa Vista e três em Mucajaí.

Conforme a Sesau, ainda não há nenhum registro confirmado de microcefalia associada ao zika vírus, no estado, apenas casos suspeitos, que estão sendo monitorados.

Governo compra equipamentos
Conforme a Sesau, o estado está aguardando a entrega de equipamentos para equipar os agentes de endemias de todos os municípios no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus, dengue e chikungunya.

“Serão adquiridas 28 motocicletas, 80 bombas costais, 300 kits de Equipamentos de Proteção Individual compostos por roupas, óculos, máscara, luvas, lanternas, equipamento necessário para garantir a segurança durante a pulverização. Além de dois aparelhos de ultrassonografia para auxiliar no diagnóstico de eventuais casos de microcefalia”, afirma.

Fonte:g1

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta quinta-feira (28) a criação de um Comitê de Emergência para orientar sobre formas de lidar com o zika vírus, que já atinge 23 países. Para a diretora-geral da organização, a doença “se propaga de maneira explosiva”. O número de casos, estima a organização, pode chegar a 4 milhões nas Américas.

“O vírus foi detectado ano passado na região das Américas, onde se propaga de maneira explosiva”, afirmou Margaret Chan durante uma reunião para os Estados-membros da organização em Genebra, na Suíça, de acordo com a agência France Presse.

A instituição teme o registro de 3 a 4 milhões de casos da doença apenas nas Américas. Destes, 1,5 milhão deve ocorrer no Brasil.

“Atualmente, casos foram notificados em 23 países e territórios na região. O nível de alerta é extremamente alto”, acrescentou. O comitê vai se encontrar em Genebra em 1º de fevereiro.

Segundo Marcos Espinal, diretor de Doenças Comunicáveis e Análise de Saúde da OMS, o nível de emergência é alto, e países não podem esperar para agir, pois a epidemia vai se espalhar para fora das Américas.

“Devemos assumir que isso vai para todo lugar, não devemos esperar para agir”, disse Espinal. “Precisamos ter controle de vetores agressivo nesses países, onde nem o mosquito nem a população haviam sido expostos a esse vírus antes e, por isso, têm baixa imunidade.”

Além do fator climático, Chan disse estar preocupada com o fato de que o vírus é originário de populações animais da África subsaariana, e populações de outros continentes provavelmente se mostrarão mais suscetíveis ao vírus.

A OMS também teme uma “associação provável da infecção com malformação congênita e síndromes neurológicas”, mas também “pela falta de imunidade entre a população nas regiões infectadas” e a “falta de vacinas, tratamentos específicos e testes de diagnóstico rápidos”, segundo a France Presse.

Apesar de a presença do vírus ter grande correlação com casos de microcefalia no Brasil, Chan afirma que ainda não está totalmente comprovado que um afeta o outro. Para a síndrome de Gullain-Barré, colapso neurológico que pode ser causado pelo vírus, também faltam evidências.

“Ainda não foi estabelecida uma relação causal entre a infecção viral por zika e malformações no nascimento, além de síndromes neuroimunológicas”, disse Chan. “Há uma forte suspeita, porém.”

Evitar viagens
A França recomendou nesta quinta que as mulheres grávidas não viajem aos territórios franceses da Guiana e Antilhas, onde há a presença do zika vírus.

Segundo a ministra francesa da Saúde, Marisol Touraine, em alguns dias serão enviados reforços médicos para a ilha francesa da Martinica (Antilhas) para avaliar as necessidades dos hospitais e médicos.

Sintomas do zika
Não existe vacina ou tratamento para o zika, que é da mesma família da dengue e da febre chikungunya. Os sintomas do zika são: febre intermitente, erupções na pele, coceira, dor muscular e vermelhidão nos olhos. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias.

O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue. Cerca de 80 % das pessoas não exibem sintomas, o que torna difícil saberem se foram contaminadas. Não há vacina nem tratamento específico para a doença. Assim como na dengue, o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) deve ser evitado por causa do risco aumentado de hemorragias.

Fonte:g1

Mesmo com um dia-a-dia bem corrido, Wesley Safadão já está se preparando para arrasar no Carnaval, e promete fazer parte da lista de artistas que vão causar um verdadeiro alvoroço, durante os dias de folia.

Em entrevista para O Fuxico, o renomado cantor de forró contou que, por conta do feriado, deve passar a adotar um visual diferente, e já tem aproveitado seus compromissos profissionais, nos últimos dias, para começar a testar algumas possibilidades, principalmente nos cabelos.

“Devo talvez adotar algum visual diferente… No fim de semana, já usei uma trança raiz no cabelo… O nome da trança quem disse foi meu secretário, João, que é conhecido pelo povo como Odete (por causa de nossas brincadeiras no Snapchat). Quem sabe, não apareço com outros visuais bem transados?”, afirmou ele, sem conseguir conter o riso, e sua já conhecida simpatia.

Por conta do esforço que as apresentações carnavalescas exigem, o cantor também está cuidando, ainda mais, de sua alimentação, e aproveitou a conversa para revelar que pretende perder peso, para deixar seu desempenho ainda melhor na data, que costuma parar o Brasil.

“Estou tentando perder 7 quilos. Estou me matando pra conseguir. Dieta pesada. Folhas e mais folhas. Já não aguento mais, mas faz parte. Tomara que eu consiga”, disse Wesley, super determinado e cheio de foco.

Um dos artistas que mais está fazendo sucesso atualmente, por todo o país, ele promete conquistar ainda mais fama e sucesso durante o próximo Carnaval, e, mesmo apostando que seu hit que vai ficar marcado na folia vai ser o recente A Dama e O Vagabundo (cujo clipe já ultrapassou a marca de dois milhões de visualizações, em apenas duas semanas, no Youtube), já está concorrendo ao prêmio de música do Carnaval do Youtube, com outro de seus sucessos.

“Fiquei sabendo que estamos como finalistas para o prêmio de música do carnaval do Youtube com outra música, a Tin Tin. Se eu vier a ser agraciado como campeão, será meu bicampeonato. Ano passado, ganhei com a música Camarote”, afirmou Safadão.

Fonte:ofuxico

Este Carnaval não será como aquele que passou, para Ísis Valverde… Solteira no Rio de Janeiro, depois de uma longa temporada nos EUA e do término do namoro com o mexicano Uriel Del Toro, a atriz será rainha do bloco da Favorita, mas descarta assumir o posto numa escola de samba. Mas não seria por falta de samba no pé.

“Sambo desde pequenininha. Acho lindo, mas, por enquanto, não.Gosto mais é de ficar com a camiseta, ali do lado, curtindo. Rainha de bateria é muito glamour, muita responsabilidade, tem que estar ali, junto. Já fui convidada algumas vezes, lá atrás. Mas nunca cogitei a possibilidade de ser uma rainha de bateria, porque eu tenho que está presente e estou sempre trabalhando muito. A galera da comunidade gosta de ter a gente lá. É um respeito, né? Passei uma temporada morando fora, nos EUA, o que impossibilitaria qualquer tipo de convite, e esse ano não tem convite para nada. Não existiu nenhuma conversa sobre isso”, disse ela ao jornal Extra.

Foi a dona do Baile A Favorita, considerado o baile funk mais top do Brasil,quem convidou Ísis para reinar em seu bloco.

“Carol Sampaio, minha amiga há 11 anos, me ligou fazendo o convite para ser rainha do bloco da Favorita. Eu falei: ‘Carol, eu tenho vergonha’, e ela disse que vai estar todo mundo junto. Minha prima, que ama carnaval, me incentivou, e eu disse, ‘Tá, então vamos’. Fernando Torquato vai fazer minha maquiagem e uma estilista está produzindo uma roupa. Vai ser um macaquinho parecendo uma sainha, uma referência mais cigana, alegre, colorido, coisas que o carnaval pede”.

A atriz não vai passar pelo Sambódromo carioca e, após o desfile no bloco, vai viajar.

“Esse ano eu vou ficar só no bloco, e talvez eu vá para Sul, na casa de uma tia, ver minha priminha de 1 aninho, que fez aniversário há pouco tempo. Como é a parte da minha família que mora longe de mim, eu sempre, quando tenho um buraco, eu vou visitá-lo”.

Fonte:ofuxico

O ministro Jaques Wagner, da Casa Civil, foi o responsável por abrir o encontro. Ao ser anunciada, a presidente Dilma foi aplaudida de pé pelos integrantes do “Conselhão”.

“As pessoas precisam ter coragem de abrir suas convicções no debate com a sociedade. A verdade nossa não é necessariamente única e não é obrigatoriamente a mehor. Até porque a melhor verdade é aquela que brota do conflito de ideias”, disse Wagner no discurso de abertura.

“Eu estava dizendo, senhora presidenta, que as demcoracias mais maduras se utilizam dessa ferramenta do conselho”, afirmou o ministro no momento em que Dilma chegou ao salão onde ocorre a reunião.

A reunião do conselho foi fechada para a imprensa. Os jornalistas puderam acompanhar apenas o discurso inicial de Jaques Wagner e o início da fala do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi.

Para Trabuco, o que angustia a população brasileira neste momento é como tirar o país da recessão.

“Cada um de nos é protagonista do que o país é hoje. Todos somos perdedores, pois na recessão todo mundo perde. Cada um de nós tem uma pauta própria de como sair do imobilismo. Dentro da pautas de cada um, haverá intenções para uma pauta de convergências. É preciso criar consequências deste encontro para ações compartilhadas. A crise é diferente de todas as outras, mas precisa ser resolvida no curto prazo. No longo prazo, o Brasil sempre será terra de oportunidades pela infindável força de seus trabalhadores”, declarou ele.

Trabuco avaliou, porém, acreditar que o Brasil será um país vencedor. “Acredito que muitas coisas boas estão aí para dar início a essa retomada”, acrescentou.

Conselheiros
Ao chegar ao Palácio do Planalto para participar da reunião, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, disse não acreditar que o fórum chegará a um consenso sobre as políticas que são necessárias para o país superar a crise econômica. Andrade é um dos 92 conselheiros que integram o grupo.

“Eu não acredito que a gente consiga, num fórum tão eclético, chegar a um consenso para conseguir [alcançar] as políticas e propostas adequadas para aquilo que o país precisa neste momento”, afirmou.

“É o governo quem precisa trazer propostas e mecanismos para aquilo que o Brasil precisa e contar com o fórum [Conselhão] para dar referência, legitimidade às propostas que ele [governo] quer implementar”, acrescentou o presidente da CNI.

O escritor Fernando Morais, que também é conselheiro, disse que é esperado que, num grupo com pessoas de diversas áreas, não haja um consenso. “O fato de ter pessoas que atuam em áreas tão diferentes, é deliberado isso. Não acredito que conseguirá consenso num colegiado tão grande”, disse. Segundo ele, o conselho é capaz de dar “contribuições interessantes”.

Morais afirmou, ainda, que tentará apresentar propostas em nome de um grupo. “Vou procurar me articular ao longo do tempo com as pessoas mais próximas para poder, em vez de ficar cada um fazendo seu próprio discurso, trabalhar em conjunto, apresentar propostas em nome de um grupo”, disse.

Fonte:g1

O setor de shoppings centers no Brasil continua em expansão, apesar de estar havendo uma desaceleração na abertura de novos centros de compras. É o que mostra levantamento divulgado nesta quinta-feira (28) pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Em 2015, foram inaugurados 18 novos shoppings, ao passo que em 2014, segundo a entidade, foram 25. A projeção da Abrasce no início do ano passado era de uma abertura de 26 empreendimentos. Já em 2013 foram abertos 38.

Mas a Abrasce comemora a alta de 6,5% nas vendas em relação a 2014, atingindo o total de R$ 151,5 bilhões. O Sudeste concentrou o maior faturamento em 2015: R$ 87 bilhões. E a associação estima que o mesmo ritmo de crescimento nas vendas ocorra este ano. Já o número de lojas cresceu 3,1%, totalizando 98,2 mil estabelecimentos comerciais.

O país terminou o ano passado com um total de 538 shopping centers, em 196 cidades – crescimento de 3,5% em relação a 2014, quando havia 520 empreendimentos em 188 cidades.

O Sudeste concentra 58% dos centros de compra, assim como o maior número de novos empreendimentos em 2015: 8. O Nordeste vem na sequência, com 7 inaugurações em 2015.

Dos novos shoppings, 12 foram abertos fora das capitais (67%) e 7 cidades receberam seu primeiro centro de compras.

Interiorização
De acordo com Glauco Humai, presidente da Abrasce, é prematuro falar em desaquecimento no setor, pois muitos shoppings são projetados 4 ou 5 anos antes da abertura. “Quanto maior o setor, aumenta a probabilidade de menor abertura de inaugurações. Acho que seja um processo natural a quantidade de inaugurações diminuir”, diz.

E a entidade informou não ter conhecimento de fechamentos de shoppings em 2015, como o registrado em Sorocaba, no final de 2015.

Fonte:g1

Antes mesmo dos jogadores e das musas do programa “Pânico” aparecerem no palco trajando a marca “Lobo”, os torcedores do Paysandu não escondiam a euforia com o novo uniforme que o clube vai vestir no Campeonato Paraense, Copa Verde e do Brasil, além da Série B do Brasileiro. Unânimes, todos os entrevistados pela reportagem aprovaram o design.

– Está linda demais a nova camisa e mais que aprovada. Grande sacada de marketing do Paysandu a criação da nova marca. Certamente vai ser benéfico financeiramente para o clube e isso acaba refletindo dentro de campo, com contratações e investimentos para o nosso time – disse Edivaldo Araújo, de 50 anos, que estava acompanhado da esposa e da filha.

Victor Sarraf também era só animação com o novo presente, que ganhou do pai, o funcionário público Lucivaldo Cristo. Ele fez elogios ao trabalho desenvolvido pelo Paysandu, sobretudo pela originalidade do produto que, segundo ele, não deixou nada a desejar em relação ao do ano passado.

– Achei original, diferente e muito bonito. Está com a cara do Papão. A marca “Lobo” tem tudo a ver com o Paysandu também. Aliás, esse clube tem o poder de nos surpreender a cada nova surpresa que faz ao torcedor. O resultado disso é que somos mais apaixonados ainda, seja na alegria ou na tristeza. Paysandu é paixão sempre – declarou.

Fonte:g1
Foto: Fernando Torres/Assessoria do Paysandu