Conecte-se Conosco

MARABÁ

PF prende fazendeiro acusado de formação de milícia rural armada em Marabá

Fonte: G1 Foto: Reproducao Fazendeiro Marcos Antônio Fachetti Filho é preso pela PF; pai dele continua foragido. — Foto: Divulgação/MPF

Publicado

em


Pai de Marcos Antônio Fachetti Filho também é alvo de mandado de prisão e continua foragido. Esta é a segunda vez que a Justiça Federal determina a prisão de ambos.

A Polícia Federal prendeu preventivamente nesta quinta (13) o fazendeiro Marcos Antônio Fachetti Filho em Marabá, no sudeste do Pará. O pai dele também é alvo de mandado de prisão e continua foragido. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), ambos são acusados de formação de formação de milícia rural armada. O G1 tenta contato com a defesa dos fazendeiros, mas ainda não obteve resposta.

Esta é a segunda vez que a Justiça Federal determina a prisão de ambos. De acordo com o MPF, os primeiros mandados foram expedidos em dezembro de 2019. Em operação, a PF conseguiu prender o pai Marcos Antônio, mas ele foi solto após a Justiça ter acatado pedido de liberdade provisória.

Em janeiro, o MPF recorreu e pediu a reconsideração da revogação da prisão, pois segundo assentados e ribeirinhos, pai e filho em liberdade continuaram a representar “perigo extremo” para famílias.

Segundo denúncias, homens fortemente armados estavam andando pelas fazendas da região e as famílias voltaram a ser ameaçadas, incluindo tentativa de coação para que elas assinassem acordo e deixassem as terras que os fazendeiros querem invadir.

Em setembro de 2019, o MPF recebeu relatos de famílias de ribeirinhos em Marabá apontando série de invasões e ameaças praticadas por funcionários da empresa Marca Vigilância. O grupo teria agido a mando de fazendeiros vizinhos, segundo as investigações. A reportagem tenta contato com a empresa, mas não obteve retorno.

De acordo com o MPF, as famílias já possuem títulos de uso das terras, no caso dos assentados da Comunidade Flor do Brasil e do projeto de assentamento Diamante; e outras já estão em fase de autorização pela União, no caso da comunidade do Lago dos Macacos. “Os invasores chegaram a apontar armas até para crianças, e atear fogo em alguns barracos. Além disso, os fazendeiros contrataram um trator de esteira para abrir caminho em meio à vegetação, destruindo plantações, com possível impacto ambiental de grande proporção”.

A pedido do MPF, em setembro uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou oito homens, supostamente contratados da empresa Marca Vigilância, fazendo barreira armada na estrada que leva à comunidade ribeirinha, para impedir que moradores. A barreira ficava localizada em terras da União – em área que não pertence a nenhuma das fazendas. As armas dos vigilantes foram apreendidas.

No dia 4 de outubro, o MPF ajuizou pedido cautelar para suspender contrato de prestação de serviços da Marca Vigilância, e para paralisar atividades de demarcação e expansão das fazendas. No dia seguinte, nova operação do MPF e da PRF, com participação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), coletou novas provas das ilegalidades.

No dia 15 de outubro, a Justiça Federal suspendeu atividades da empresa no entorno da região do Lago dos Macacos; do projeto de assentamento Diamante e da Associação Flor do Brasil, entre os municípios de Marabá e Itupiranga. Mesmo após as operações e a decisão judicial, o MPF recebeu informações de que a Marca Vigilância continuava realizando rondas e intimidando moradores na região.

A Justiça Federal então autorizou operação da PF, realizada em 17 de dezembro, para prender os Fachetti, e para busca e apreensão de dados. O sigilo das comunicações eletrônicas de todos os alvos foi quebrado pela Justiça Federal em Marabá, e os dados devem ser utilizados nas investigações.

Continue lendo
Clique para comentar

MARABÁ

PF apreende 40 toneladas de minério manganês transportados sem autorização

Publicado

em

Fonte: G1 Foto Reproducao

Ação ocorreu no município de Marabá


A Polícia Federal apreendeu, na madrugada desta sexta-feira, 14, um caminhão de grande porte que transportava, sem autorização legal, aproximadamente quarenta toneladas de minério manganês. A apreensão ocorreu no município de Marabá, no sudeste do Pará, durante a continuação da operação Rota do Minério, que foi deflagrada no dia 7 de fevereiro deste ano, com objetivo de desarticular o esquema criminoso de extração ilegal de minério na região do Pará, que tem um histórico recorrente dessa prática criminosa, segundo a PF.

De acordo com a PF, a matéria prima encontrada pertence no caminhão à União Federal, constituindo crime contra o patrimônio, na modalidade usurpação, além de crime ambiental.

Após o flagrante, foi lavrado auto de prisão contra o condutor do veiculo, que irá responder por crime contra o patrimônio, com pena prevista de até cinco anos de detenção, e crimes ambientais, com pena de detenção de até um ano.

Na sexta-feira passada, 7, foram apreendidos oito caminhões de grande porte, que transportavam aproximadamente 500 toneladas de minério de manganês acondicionados em oito veículos, que também foram apreendidos.Segundo a PF, os caminhões tinham como destino o porto de Barcarena, de onde a mercadoria seria exportada. Na ocasião foram presas sete pessoas.

Continue lendo

MARABÁ

Mulher encontra Recém-nascida abandonada com carta em caixa de papelão

Publicado

em

Fonte: Portal Marajó Foto: Reproducao

Uma criança recém-nascida foi encontrada abandonada na rua em Marabá, município do sudeste paraense, na manhã desta quarta-feira (12). A criança, no sexo feminino, foi encontrada por uma moradora em frente à sua casa, na Folha 15, e foi resgatada por uma equipe do Conselho Tutelar municipal. Com a criança, a suposta mãe deixou um bilhete onde diz que “está de coração partido”.

Segundo informações do Conselho Tutelar, assim que encontrou a bebê dentro de uma caixa de papelão, a moradora acionou a Polícia Militar. Os policiais foram ao local e orientaram a mulher a procurar o Conselho, que foi ao local e tomou os procedimentos de acolhimento à recém-nascida.

Na carta, a suposta mãe da criança pede que a pessoa adote a criança pois ela “não pode cuidar”. “Sou mãe muito nova e não tenho condições de ficar. Não se preocupe pois nunca vou lhe perturbar”, diz um trecho do bilhete.

Apesar da situação de abandono, a criança passa bem. Segundo a Prefeitura Municipal de Marabá, o cordão umbulical da criança foi cortado e maneira errada, o que demonstra que ela nasceu em casa. Por causa disso, ela está internada na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), e apresenta estado de saúde estável.

A moradora também foi aconselhada pela polícia a registrar o caso na Delegacia de Polícia Civil. 

Continue lendo

MARABÁ

Em Marabá, Unidades Básicas de Saúde realizaram mais de 100 mil consultas médicas em 2019

Publicado

em

Texto e fotos: Secom/ PMM

Entre os meses de janeiro a dezembro de 2019, Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Marabá, incluindo as da zona rural, realizaram um total de 114.403 consultas médicas, efetuadas pela Atenção Básica de Saúde. A que apresenta a maior demanda é a UBS Jaime Pinto, localizada no Bairro Belo Horizonte, núcleo Cidade Nova. Os dados são do relatório quantitativo dos atendimentos e procedimentos realizados nas Unidades Básicas de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Mônica Borchart Nicolau, diretora da Atenção Básica de Saúde de Marabá (DAB), afirma que a totalidade de atendimentos em 2019 (mais de 100 mil) foi um quantitativo extremamente alto, com a realização de procedimentos como coleta de PCCU (exame preventivo do câncer de colo do útero), teste do pezinho entre outros. 

“Isso é extremamente memorável em termos de quantidade e o quanto de benefício a DAB tem para a população. Isso mostra também o quanto a Unidade Básica trabalha, proporcionando uma melhora da qualidade de vida da nossa população. Esse número é o que projetamos para cuidar da saúde de toda comunidade marabaense”, explicou Mônica Borchart.

O Centro de Saúde Jaime Pinto, que passa atualmente por reforma e ampliação, atendendo em outro endereço, contabilizou 12.126 consultas médicas em 2019, as consultas de enfermagem somaram 6.658, consultas ao hipertenso 2979, atendimento de crianças de 0 a 5 anos 3374, 11.627 pacientes imunizados, 2.178 visitas domiciliares, 5.630 consultas ao idoso, entre outros dados significativos para saúde da comunidade e de todo o entorno.

A dona de casa Miriam Ferreira Villar está fazendo o pré natal do quarto filho no posto, assim como os demais foram também feitos na UBS, está gostando da ampliação do local. . Ela, que fez os outros pré-natais na UBS, garante que agora está muito melhor. “Está tudo legal, funcionando direitinho. Com certeza ajuda muito a população”, comenta.

A Unidade Saúde da Família Emerson Caselli, que fica no Bairro Liberdade, foi a vice-campeã em atendimentos médicos. Na USF, 11.005 pessoas se consultaram com um clínico-geral durante o ano passado. Foram contadas 10.362 consultas de enfermagem, atendimentos odontológicos foram 2.957, 5.088 atendimentos para próteses e ainda 410 atendimentos de enfermagem para pré-natal. 

O 3º lugar em maior número de atendimentos médicos ficou com o Centro de Saúde Pedro Cavalcante, situado no Bairro Amapá. As consultas médicas no Pedro Cavalcante totalizaram 10.844, programa do Planejamento Familiar atendeu 90 famílias, 11.978 pacientes foram imunizados com algum tipo de vacina, atendimentos ao hipertenso foram 3.449 e atendimentos de crianças de 0 a 5 anos foram 504.

Acompanhe o quantitativo de consultas médicas de cada Unidade Básica de Saúde:

  1. Enfermeira Zezinha – 10.110
  2. Centro de Saúde Laranjeiras – 8.330
  3. Mariana Moraes – 8.138
  4. Hiroshi Matsuda – 7.555
  5. Centro de Saúde Carlos Barreto – 6.822
  6. Demósthenes Ayres Azevedo – 5.973
  7. Posto de Saúde Capistrano de Abreu – 5.950
  8. João Batista Bezerra – 5.343
  9. Amadeu Vivacqua – 5.068
  10. Maria Bico Doce – 3.628
  11. Jhonatas Moraes Cavalcante – 3.330
  12. José Manoel da Anunciação – 3.101
  13. Espírito Santo – 2.583
  14. José Djalma Azevedo – 2088
  15. Maria Bahia (Murumuru) – 1.083
  16. Antônio Arruda – 796 (Vila Itainópolis)
  17. Posto de Saúde Romário Barbosa (Vila União) 530

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital