Conecte-se Conosco

CIDADE

A Província do Pará chega novamente aos leitores

Publicado

em

O casal de  empresários Carlos e Aline Santos  foi obviamente, quem  primeiro  recebeu e a folheou e leu a primeira edição do jornal A PROVÍNCIA DO PARÁ,  jornal centenário, fundado por JoAquim José de Assis, o famoso dr. Assis; e por Francisco de Souza Cerqueira, e o mais lendário de todos, Antônio José de Lemos, que viria a ser o mais importante administrador da cidade de Belém, na passagem do Século XIX para o Século XX.

Fundado em 1876, o jornal foi incendiado em 1912 por inimigos de Lemos e correligionários de Lauro Sodré. Reapareceu, porém, em 1947, pelas mãos de Assis Chateaubriand e o seu império de comunicação chamado Diários e Emissoras Associados. Ficou com esse grupo até 1997, quando foi adquirido pelo empresário Gengis Freire,  do grupo Editora Cejup. Mas, em 2001, ele passou o controle do jornal pra Miguel Arraes, e logo esta fase de A PROVÍNCIA DO PARÁ chegaria ao fim, de maneira melancólica.

Entretanto, A PROVÍNCIA DO PARÁ não gosta de permanecer como cinzas. E encontrou no empresário Carlos Santos e sua esposa Aline Santos, os sonhadores que precisava para ressurgir mais uma vez. E começou ressurgindo de forma modernar, jamais pensada por Lemos ou Chateaubriand: via online, no endereços www.aprovinciadopara.com.br,  podendo ser acessado o de qualquer parte do mundo.  O Grupo Marajoara, construído, já pode, agora ser chamado  de “Diários Associados” moderno, pois, Carlos Santos e Aline já controlam a Super Rádio Marajor, a TV Marajoara, veículos que foram originalmente dos Diários Associados, e agora o jornal A PROVÍNCIA DO PARÁ completando o círculo.

Por isso mesmo, Carlos Santos e Aline não podiam esconder a alegria quando receberam, nos estúdios da Super Rádio Marajoara os exemplares de A PROVÍNCIA DO PARÁ, cujo título eles conseguiram resgatar para devolver ao povo paranaense a  possibilidade de, finalmente, ter de volta um veículo imparcial, plural e com a credibilidade que só A PROVÍNCIA DO PARÁ conquistou, por sua posição equidistante  dos fatos, das pessoas e grupo econômicos ou políticos.

Carlos e Aline Santos examinam cuidadosamente o primeiro exemplar de A PROVÍNCIA , comentando cada detalhe e demonstraram alegria em poder dividir com o povo paraense essa grande conquista. A impressão é de primeira qualidade, com todas as páginas a cor. Tive a honra de ser convidado para participar desse momento histórico da imprensa paraense,  Esperam que gostem e valorizem a volta desse grande jornal, 16 anos depois especialmente porque dediquei 27 anos de minha vida profissional à redação de A PROVÍNCIA DO PARÁ. Conheci grandes e verdadeiros jornalistas, gente de fibra, coragem e competência. Espero conduzir esta nova fase do jornal na mesma linha que adotavam Frederico Barata, Milton Trindade, Roberto Jares Martins, Euclides Bandeira, Ribamar Fonseca, Carlos Gomes Lopes e tantos outros que ajudaram a construir o prestígio do jornal ao longo da sua história.

Antonio José Soares – Editor Resposável

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual