Conecte-se Conosco

EDUCAÇÃO

Alunos de Belém reforçam, no desfile,  conceitos de paz, educação e cidadania

Publicado

em

 Por Dedé Mesquita/Comus

A Aldeia Amazônica, no bairro da Pedreira, amanheceu ornamentada com muitos balões nas cores verde e amarelo, bandeiras e estandartes de escolas, além de faixas e banners, na manhã desta quinta-feira, 6, quando foi realizado o desfile escolar, uma promoção da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Muitas escolas da Rede Municipal de Ensino participam do desfile em homenagem a Semana da Pátria, que teve início por volta das 9h.  e terminou pouco antes das 11h. Cerca de 2 mil alunos, de escolas de educação infantil e ensino fundamental da capital paraense, passaram pela pista da Aldeia Amazônia, que teve a presença de um bom público.

O desfile teve a participação de unidades municipais de educação de vários bairros de Belém e da região das ilhas próximas à capital paraense, além das crianças atendidas pelo Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie). Todos estudantes do ensino fundamental, com idades entre 4 e 15 anos.

As crianças atendidas pelo Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie) também participaram da programação.

Além dos alunos das escolas, estudantes integrantes de projetos parceiros da Semec, como Capoeira nas Escolas, Turismo Na Escola, Horta Escolar, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Belém (Comdac), Semob – Paz no Trânsito e o Cantar-o-Lar, se fizeram presentes no desfile.

O tema do desfile deste ano foi “Aliança pela Paz: Educação, Cidadania e Amor”, que visa promover a compreensão e a vivência das concepções inerentes à cultura de paz, educação, cidadania e amor, em um movimento de construção de uma aliança de paz nas escolas municipais.

O desfile foi aberto com a passagem do pavilhão com as bandeiras do Brasil, do Pará e do município, sob os acordes dos Hinos Nacional, do Estado e de Belém, que foram executados pela Banda da Guarda Municipal de Belém.

O  desfile teve a participação de unidades municipais de educação de vários bairros de Belém e da região das ilhas 

Desfile comemora resultado do Ideb

 

Este ano, o desfile estudantil, além de celebrar a Independência do Brasil, comemorou o bom desempenho das escolas municipais de Belém na prova do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017, divulgado na segunda-feira, 3, e que apontou Belém em 3º lugar entre as capitais que mais melhoraram a educação básica nos últimos anos, registrando um crescimento de 0.5.

Para a titular da Semec, Socorro Aquino, o desfile escolar reforça a principal vocação da Secretaria de que nenhuma criança esteja fora da escola, sendo também uma celebração da pontuação de Belém no Ideb.

“A Semana da Pátria também é um momento de reflexão sobre o que é a educação e como ela está sendo desenvolvida. Estamos em um momento de comemoração pelo grande resultado de Belém no Ideb, com um crescimento muito bom, mas sabendo que precisamos crescer um pouco mais. E nesta semana também trabalhamos os conceitos de educação, cidadania e amor, que é o que nossas crianças precisam, porque lugar de criança é na escola. E é isso que nós queremos”, destacou a secretária.

Na abertura do desfile, houve a apresentação de 150 alunos de várias escolas, que fizeram uma performance de dança ao som da música “Rap da Sujeira”, do músico paraense Salomão Habib, parte integrante do projeto Cantar-o-Lar.

No desfile também foi lembrado a importância da campanha de vacinação – que foi prorrogada até o próximo dia 21 deste mês – com o personagem Zé Gotinha desfilando junto das crianças.

Cuidados – As crianças da educação infantil e do fundamental menor eram acompanhadas de perto por seus pais. Após a passagem pela passarela principal, as crianças eram levadas para um lugar, longe do sol, para receber água, suco, frutas e biscoitos.

A dona de casa Auxiliadora Viana estava atenta ao filho único dela, Miguel, de 4 anos. O menino estuda na escola Primeiro de Dezembro, havia acabado de desfilar e corria de um lado a outro. “Eu acho muito importante esse tipo de manifestação. Para mim, é uma questão cívica, porque é pelo exemplo que as crianças podem se tornar bons cidadãos. E é também uma forma de que essas crianças passem a amar ainda mais o nosso País, de valorizar nossas cores nacionais, coisa que só vemos em época de Copa do Mundo”, opinou a dona de casa.

Depois que a Banda da Guarda Municipal terminou sua apresentação, a Banda da Escola Maria Luiza Pinto Andrade, do bairro da Sacramenta, passou a executar as músicas que conduziram algumas das escolas

Guarda Municipal foi atração

Muitas escolas levaram representações de personagens das lendas brasileiras, dos contos de fada, super-heróis, de algumas profissões e outros mais.

Durante todo o desfile, um aluno de cada escola entregou aos organizadores da programação uma carta, dentro do projeto Mensageiros da Paz. O projeto estimula as crianças a escrever cartas, nas quais elas desejam a todos um mundo de paz e mais fraterno. Algumas das crianças estavam vestidas de carteiros e fizeram questão de entregar suas cartinhas à secretária Socorro Aquino.

Os professores do Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie) fizeram uma saudação ao público em Libras, a linguagem dos sinais. Os alunos do projeto Capoeira nas Escolas deram um verdadeiro show, executando passos desse tradicional esporte.

Depois que a Banda da Guarda Municipal terminou sua apresentação, a Banda da Escola Maria Luiza Pinto Andrade, do bairro da Sacramenta, passou a executar as músicas que conduziram algumas das escolas. O encerramento do desfile foi com a Banda Cavaleiros de Judá, e com o desfile de todos os servidores da Semec que trabalharam para o sucesso do desfile escolar.

Paulo Roberto Brito, de 32 anos, além de prestigiar o filho Paulo Vitor, de 10 anos, aluno da escola Josino Brito, do bairro da Pedreira, levou também a pequena Vitória, que ainda é de colo. “Eu gosto muito desse tipo de desfile. No meu tempo de estudante, eu desfilei com a minha escola. Eu considero que é muito importante para todos nós e em especial para as crianças, porque mostra o que é ser brasileiro”, disse Paulo Roberto.

Infraestrutura – A segurança do desfile e do entorno da Aldeia Amazônia foi garantido por agentes da Guarda Municipal de Belém, que não registrou incidentes.

A orientação do trânsito foi assegurada por agentes da Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), assim como servidores da Secretaria de Saúde (Sesma) estavam atentos, caso fosse necessário algum atendimento na área da saúde.

 

Algumas das crianças estavam vestidas de carteiros e fizeram questão de entregar suas cartinhas à secretária Socorro Aquino

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual