Conecte-se Conosco

POLÍCIA

Apoiando o decreto do Estado à Covid-19, PM integra operação que coíbe manifestações

Fotos: Taiane Figueiredo e Divulgação/CPCI e CME / Fonte: Ascom PMP

Publicado

em

Organizadores e participantes de uma carreata programada para a manhã deste domingo (29), em Belém, foram detidos durante uma operação integrada dos órgãos de segurança pública, em cumprimento às medidas adotadas pelo Governo do Estado, no combate à pandemia do novo coronavírus. 

O decreto estadual assinado pelo governador Helder Barbalho no dia 16 de março determina, para evitar aglomerações, a suspensão do licenciamento e/ou autorização para festas, eventos e reuniões, como medida de enfrentamento à proliferação do vírus no território paraense. Até o fim da manhã deste domingo (29), onze pessoas foram detidas e conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil no bairro da Cremação, escolhida como base da operação.

Duzentos e oitenta e oito agentes da Polícia Militar participaram da operação, denominada internamente como operação ‘Bandeirantes’, que começou por volta das 7h30 com o objetivo de coibir a carreata agendada para este domingo na capital. O local apontado como ponto de concentração do protesto ao decreto chegou a ser alterado, mas a Polícia Militar identificou outros possíveis locais e esteve em diversos pontos do centro de Belém. 

Na avenida Nazaré, bairro Nazaré, e na avenida Magalhães Barata, bairro São Brás, foram identificados dois focos de manifestação. A PM realizou os procedimentos de abordagem, orientação, identificação e, nos casos em que se confirmou a participação no princípio de carreata, houve condução até Delegacia de Polícia Civil do bairro da Cremação. Os participantes podem responder pelos crime de desobediência e “crimes contra a saúde pública”, previstos no Código Penal Brasileiro. 

Pelo Comando de Policiamento da Capital I participaram da operação  2º e o 28º Batalhões (motopatrulhamento) e pelo Comando de Missões Especiais (CME) atuaram o Regimento de Polícia Montada, Batalhão de Polícia de Choque, Batalhão de Rotam, Batalhão de Ações com Cães e Batalhão de Operações Policiais Especiais.

“O efetivo está mobilizado desde cedo. O Centro de Inteligência da PM estava mapeando todos os locais onde os manifestantes poderiam se reunir e lamentamos profundamente que ainda existam pessoas que não entenderam a gravidade, na questão da saúde pública, que o país tem passado”, comentou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior.

Interior do estado

As ações preventivas do Estado também ocorrem nas regiões distantes da Região Metropolitana de Belém. Na sexta-feira, dois municípios registraram carreatas pelo fim do isolamento vertical. Tanto em Concórdia do Pará, quanto em Marabá, as manifestações foram desmobilizadas, de forma pacífica, com a participação da Polícia Militar. “A PM intercedeu, junto aos organizadores, por meio da conversa e da negociação explicando que não era o momento apropriado para fazer nenhum tipo de reunião, o momento é de todos permanecerem em casa e cumprir as orientações do Ministério da Saúde e o Decreto Estadual”, completou o comandante-geral da PM.

As ações da PM permanecem nos próximos dias, com prazo indeterminado, visando o cumprimento de todas as medidas previstas no Decreto Estadual Nº 609/2020. Também estão empenhados a Polícia Civil do Estado, Detran e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Por: Taiane Figueiredo – SD PM

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital