Conecte-se Conosco

Cidade

Operação ‘Arcanjo’ da PM intensifica combate à criminalidade em Belém

Publicado

em

As tropas reforçaram o patrulhamento com ações policiais ostensivas e repressivas de enfrentamento à criminalidade

A operação visa reduzir os índices de crimes e ocorrências registrados, como roubos e homicídios, retirar criminosos de circulação, reprimir práticas delituosas e assegurar a ordem e o bem-estar da população. Além de abordagens, também foram fiscalizados veículos particulares e motocicletas.

Para a presidente do Conselho de Segurança Comunitário do Tapanã (Conseg II), Aracélia Cavalcante, a operação Arcanjo aproxima a polícia da comunidade, contribuindo para a interação com as autoridades da área de segurança pública, principalmente no bairro do Tapanã, que possui mais de 70 mil habitantes. “Essa é uma excelente oportunidade para os moradores realizarem denúncias, reclamações e sugerirem ações para a melhoria da nossa proteção e segurança”, frisou a líder comunitária.

O coronel Luiz Carlos Rayol de Oliveira, titular do CPC I, informou que a operação está sendo feita regularmente na Região Metropolitana de Belém. “Nós percebemos, por meio do mapeamento criminal, que as ocorrências se elevaram e estamos voltando ao Tapanã para dar uma resposta efetiva à sociedade, intensificando ainda mais o combate à criminalidade. Nosso compromisso é com resultados efetivos e com o objetivo de trazer paz e tranquilidade aos moradores da comunidade local”, ressaltou o comandante.

Após denúncias, as equipes da Rotam e do major PM José Fernandes de Lima Neto, subcomandante do 24° BPM, realizaram a prisão de Ivo Moraes da Conceição, que estava foragido do Sistema Penitenciário do Estado. Ele foi detido no bairro do Bengui e apresentado na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) do Tapanã, onde foi aberto procedimento investigatório pela equipe da Polícia Civil que estava atuando na operação.

Em seguida, a equipe do Tenente PM Luiz Paulo iniciou o acompanhamento de um veículo, onde estavam três homens suspeitos de praticar assaltos nos bairros do Tapanã e Marambaia. As viaturas da Comando de Policiamento da Capital I e Rotam realizaram o cerco policial, que terminou na rua principal do Conjunto Panorama XXI. Dois homens foram detidos e o terceiro tentou fazer um refém num salão de beleza, mas não obteve êxito. Após a prisão, os policiais constataram que o veículo havia sido roubado. Todos os envolvidos foram apresentados na UIPP Tapanã.

Durante a Operação Arcanjo um mandado de prisão foi cumprido, 24 motocicletas, 1 taxi e 2 veículos particulares foram apreendidos. Além disso, foram realizados 60 autos de infrações de trânsito. A polícia também recuperou uma motocicleta, que supostamente havia sido utilizada pelos acusados de terem assassinado um policial militar reformado, na noite da última quarta-feira, 7.

O comandante do CPC I solicitou aos moradores do bairro que utilizem o Disque Denúncia (181) para fornecer informações sobre os crimes que ocorrerem na área. “Este é um canal de comunicação direto com a população, que pode fazer suas denúncias com absoluta garantia de sigilo e anonimato”, afirmou o coronel Rayol.

A operação teve a participação de policiais militares do CPC I, Comando de Missões Especiais (Rotam, Batalhão de Choque e Regimento de Polícia Montada), Polícia Civil e agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Guarda Municipal de Belém (Gbel), com o apoio de  30 viaturas e 25  motocicletas.

Por Lene Alves

Continue lendo
Clique para comentar

Cidade

Nova fiscalização de bagagens de mão será implantada em Belém após 2 de maio

Publicado

em

Foto: foto: Ed Alves/CB/D.A Press / Fonte: Correio Braziliense

As empresas aéreas brasileiras deram início neste mês às novas políticas de fiscalização das bagagens de mão em voos domésticos. A partir desta quinta-feira (25/4), quatro aeroportos começam a despachar as malas de mão que não se encaixem no padrão de tamanho. A medida será aplicada a outros aeroportos até o fim de maio.

Nesses primeiros dias, apenas o Aeroporto Juscelino Kubitschek (Brasília/DF), o Afonso Pena (Curitiba/PR), Viracopos (Campinas/SP) e Aluízio Alves (Natal/RN) farão a triagem. Após 2 de maio, os aeroportos de Confis (Belo Horizonte/MG), Pinto Martins (Fortaleza/CE), Guararapes – Gilberto Freyre (Recife/PE) e Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (Belém/PA) também começarão a fazer a fiscalização. (Confira cronograma abaixo).

De acordo com a Associação Brasileiras das Empresas Aéreas (Abear), as malas de mão devem ter, no máximo: 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Caso esteja fora do padrão, ela deverá ser despachada nos check-ins das companhias aéreas, estando sujeita a cobrança adicional — a depender do tipo de franquia contratado. O limite de peso é de 10 kg para voos com destino ou partida do Brasil.

Orientações

A Abear informou que desde de 10 de abril está com uma campanha de orientação aos passageiros em voos domésticos. No total, 15 aeroportos participaram dessa iniciativa. A ação terminará apenas em 8 de maio, sendo que, em cada aeroporto haverá um período de duas semanas para adaptação.

O procedimento corresponde à edição da Resolução n°400/2016, na qual as empresas aéreas podem vender passagens com diferentes tipos de valor, dependendo das bagagens.

Cronograma

10 de abril: Aeroporto Juscelino Kubitschek (Brasília/DF); Aeroporto Afonso Pena (Curitiba/PR), Aeroporto Viracopos (Campinas/SP), Aeroporto Aluízio Alves (Natal/RN)

Período de orientação ao passageiro: até 24/abril

Início da triagem: 25/abril

17 de abril: Aeroporto de Confins (Belo Horizonte/MG), Aeroporto Pinto Martins (Fortaleza/CE), Aeroporto Guararapes – Gilberto Freyre (Recife/PE),

Aeroporto Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (Belém/PA)

Período de orientação ao passageiro: até 1/maio

Início da triagem: 2/maio

24 de abril: Aeroporto Santa Genoveva (Goiânia/GO), Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre/RS), Aeroporto de Congonhas (São Paulo/SP), Aeroporto RIOGaleão – Tom Jobim (Rio de Janeiro/RJ), Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro/RJ)

Período de orientação ao passageiro: até 12/maio

Início da triagem: 13/maio

8 de maio: Aeroporto Luís Eduardo Magalhães (Salvador/BA) e Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos/SP)

Período de orientação ao passageiro: até 22/maio

Início da triagem: 23/maio

Continue lendo

Cidade

Veículos com placas de finais 43, 53 e 63 devem ser licenciados até sexta (26)

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA) convoca os proprietários de veículos com placas de finais 43, 53 e 63 a fazer o licenciamento anual. O pagamento sem multa é garantido até esta sexta-feira (26). O Pará tem, atualmente, uma frota de 48.113 veículos que serão licenciados. Os municípios com as maiores frotas são Belém (9.911), Ananindeua (3.007), Marabá (2.775) e Santarém (2.223).

Os condutores que forem flagrados dirigindo com o pagamento em atraso poderão receber multa de nível gravíssima, no valor de R$ 293,47, além de somar sete pontos na carteira de habilitação e ter seu veículo removido ao parque de retenção, de acordo com o Art. 203, parágrafo V, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Para imprimir o boleto de licenciamento, basta acessar o site do Detran. O condutor pode escolher se quer receber o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) em seu endereço ou em uma agência dos Correios. Além da taxa do Departamento de Trânsito, no boleto de licenciamento constam o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) – devido à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) e recolhido pelo órgão, o seguro DPVAT e multas, se houver.

O pagamento dos valores pode ser efetuado via internet banking, nas agências bancárias ou nos caixas eletrônicos.

Colaboração: Maria Clara Silva

Por Carlos Vilaça

Continue lendo

Cidade

Pesquisa mostra que Belém tem refeições mais baratas do país para trabalhador

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Ze Dudu

Com R$ 32,44 no bolso, qualquer pessoa come bem na capital paraense. Em Belém, um prato feito (popular “PF”) custa em média R$ 24,45; um prato no quilo sai por R$ 34,40; um prato executivo custa R$ 47,71; e o a la carte, não menos que R$ 54,77. As informações são da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT), que realizou a pesquisa “Preço Médio da Refeição Fora do Lar” sobre o almoço em restaurantes que aceitam vouchers e ou cartões de refeição.

O Blog do Zé Dudu analisou os números do estudo, que retrata a dinâmica de gasto médio do trabalhador de 51 cidades do país, os quais diariamente almoçam fora de casa. O resultado é que a capital paraense, ao lado de Manaus (AM) e de algumas capitais nordestinas, tem uma das refeições mais em conta. Entre todas, a cidade de Diadema (SP) é onde o trabalhador gasta menos: em média R$ 28,85.

Segundo a pesquisa, almoçar fora de casa em Belém sai muito mais em conta que almoçar no resto do Brasil, considerando-se a média de preços do prato nacional, que é de R$ 34,84. No Norte, só Manaus tem almoço mais barato: R$ 30,17. Já Palmas (TO), com seus R$ 42,79, cobra R$ 10 a mais que em Belém e tem uma das refeições fora de casa mais caras. Palmas perde por centavos para a líder do almoço “salgado”, Florianópolis (SC), onde a refeição do trabalhador não sai por menos de R$ 43,35 por dia.

Como refeição, o estudo considera prato principal, bebida não alcoólica, sobremesa e café, na hora do almoço. O levantamento aponta que os preços variam muito entre as cidades porque refletem a realidade econômica local. E detecta que o custo de almoçar fora de casa subiu, embora os estabelecimentos comerciais tenham praticado reajuste menor (2,21%) em relação à inflação (3,75%).

Para equilibrar os gastos, segundo a pesquisa, o trabalhador migrou para restaurantes mais em conta e passou a consumir mais verduras e legumes (55%) e sucos naturais (60%).

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com