Conecte-se Conosco

Sem categoria

Bancada evangélica barra nomeação de Mozart Ramos para a Educação

Publicado

em

A jornalista Helena Chagas comentou em sua coluna no site “Os Divergentes”, como a bancada evangélica no Congresso atuou para tentar barrar a indicação do professor Mozart Neves Ramos para o Ministério da Educação. Ao lados dos defensores do projeto Escola Sem Partido, o nome do diretor do Instituto Aírton Senna e ex-secretário de Educação de Pernambuco foi bombardeado logo que foi cogitado, por ter se reunido com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

 “Seria um caso raro de indicação acima de conflitos ideológicos e políticos, de um professor que se destaca por sua atuação na área – e não por estar, entre os profissionais do setor, representando direita ou esquerda. Mozart Ramos tem longa experiência, é respeitado entre os educadores brasileiros de diversas tendências, foi presidente do Movimento Todos pela Educação, professor e reitor da Universidade Federal de Pernambuco”, disse Helena.

Ela questiona ainda se o presidente eleito resistirá à pressão dos evangélicos para barrar Mozart. “O episódio será ilustrativo em relação ao que se deve esperar do governo Jair Bolsonaro, deixando claro se as forças do obscurantismo vão se sobrepor sempre aos critérios de competência e profissionalismo”, finalizou.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual