Conecte-se Conosco

MUNICÍPIOS

Banpará oferece a municípios inadimplentes chance de negociações

Publicado

em

O Governo do Pará, por meio do Banco do Estado do Pará (Banpará), realizou na noite desta quinta-feira (21), no Palácio do Governo, em Belém, uma rodada de negociações com representantes de prefeituras do interior, a fim de aproximar o banco dos municípios e buscar soluções amigáveis para pendências. O presidente do Banpará, Braselino Assunção, lembrou que muitos dos problemas enfrentados pelas prefeituras atualmente foram deixados por gestões passadas, e que é preciso solucioná-los para que as atuais administrações possam seguir trabalhando sem embaraços, daí a disposição de facilitar e ajudar os municípios a negociar suas pendências com o Banpará.

“Essa foi uma determinação do governador Helder Barbalho e, sem dúvida, representa um marco histórico nesse relacionamento com as prefeituras”, afirmou Braselino Assunção.

O prefeito Elias Santiago, do município de Concórdia do Pará, na região nordeste, ressaltou a importância do gesto do Governo do Estado nesse momento em que as prefeituras enfrentam tantas dificuldades financeiras. Segundo ele, nos últimos anos os municípios foram obrigados a assumir gastos que, muitas vezes, ficaram acima da capacidade de arrecadação, o que leva a situações de débitos prolongados.

“Normalmente, muito se fala sobre os problemas dos municípios, mas pouco se faz. A iniciativa do Governo do Estado demonstra que, finalmente, temos uma gestão estadual que é parceira da municipalidade”, frisou Elias Santiago.

Responsabilidade – O governador Helder Barbalho disse que a medida é uma tentativa de ajudar os municípios a enfrentar os desafios com responsabilidade e correção. “Entendemos que é o município que faz as políticas públicas chegarem até a população. Por isso, temos a missão de fortalecer as prefeituras e fazer com que elas possam atender as demandas legitimamente cobradas pelos cidadãos. Só teremos desenvolvimento se tivermos essa sensibilidade”, acrescentou.

A reunião contou ainda com a presença de técnicos do Banpará; prefeitos; vice-prefeitos e membros de associações representativas dos municípios, como a Federação das Associações dos Municípios do Pará (Famep) e Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam).

Por Elck Oliveira

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital