Conecte-se Conosco

POLÍTICA

Belém entre as três capitais mais violenta do Brasil

Publicado

em

Belém, a capital paraense, figura  entre as três maiores taxas de mortes violentas, cerca de 67,5 mortos para cada 100 mil habitantes, de acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública na quinta-feira. Já o Brasil registrou 63.880 mortes violentas em 2017, o maior número de homicídios aa história. O anuário também indica que o números de feminicídios aumentaram em 6%. Outro dado preocupante é que  a maioria das vítimas são homens jovens, negros e pardos,  que moram nsas  periferias.

O 12º Anuário de Segurança Pública compila dados das polícias de todos os estados do país e é utilizado como dado oficial, já que o governo federal ainda não tem uma base de informações nacional. Em julho, o Sistema Único da Segurança Pública (Susp) foi criado e, entre outras coisas, prevê a criação de um sistema de dados unificado entre as forças policiais e entre os estados, semelhante ao Datasus (do Sistema Único de Saúde).

“O crescimento da violência no país tem duas direções. Uma são as novas dinâmicas do crime organizado, agora, a outra, é a insistência da política pública de várias esferas e poderes, de continuar fazendo mais do mesmo””, diz o diretor do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.

Monitor

O Pará teve o quarto maior número de mortes violentas divulgado pelo monitor da violência em maio de 2018. De pelo menos 3.346 vítimas em todo o país, o estado teve 10%, com 353 mortes. Em números totais de crimes violentos, o Pará ficou atrás de Pernambuco, com 355; Entre janeiro e maio de 2018, o estado teve 1.713 casos, o que representa 8% de pelo menos 21.305 das vítimas em todo o Brasil neste período. No primeiro trimestre, o Pará também registrou 8% das mortes no país. Entre ao menos 11.578 vítimas no período, 968 foram mortas no Pará. (G1)

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual