Conecte-se Conosco

Sem categoria

Blog aponta quatro razões para eleitor votar em Márcio Miranda para governador do Pará

Publicado

em

Mas nos últimos dias, o blog As Falas da Pólis, mantido pelo jornalista Diónes Brandão (http://diogenesbrandao.blogspot.com/) tem, segundo informa,  conversado com muitas lideranças e formadores de opinião da esquerda paraense e a maioria destaca que se for para escolher quem seria melhor como governador do Pará, Márcio Miranda seria a melhor opção, ao ser comparado com Helder Barbalho (MDB). “Por que? Indaguei durante todo o final de semana”, assinala Diósgenes Brandão, que prossegue:.
“Avaliando todas as consultas e conversas feitas com a militância e lideranças da esquerda paraense, os motivos para votar em Márcio Miranda ao invés de Helder Barbalho seriam quatro”.
São eles:
 
1) Márcio Miranda é um bom sujeito, sem nada que abale sua índole. Como político, Márcio Miranda sempre agiu de forma ética, democrática e sempre buscando o equilíbrio das forças políticas de dentro e fora da Alepa, coordenando reuniões e conversas entre o governo e a oposição, para chegar no bom senso e nas melhores condições, nas mesas de negociação, seja com sindicalistas, prefeitos, segmentos do setor produtivo e movimentos sociais.
 
2) Márcio Miranda sempre respeitou as minorias, acatando propostas e bons nomes nas negociações para composição de mesas diretoras e comissões estratégicas no parlamento estadual, onde foi eleito e reeleito por mais duas vezes consecutivas, todas com o voto unânime dos deputados, de todos os partidos paraenses, inclusive deputados do PT, PCdoB e do MDB, hoje seu principal rival. Algo inédito e surpreendente.
3) Na comparação entre o menos pior, entre os nomes de Márcio Miranda e Helder Barbalho, este último é uma ameaça maior à esquerda, já que sua família possui um império de comunicação, que através dos seus telejornais, programas de rádio e do jornal Diário do Pará influencia milhões de paraenses contra seus adversários.
Imaginem uma greve do SINTEPP (Sindicato dos Professores do Estado do Pará), onde por algum motivo haja o uso de força policial contra os manifestantes grevistas, como os veículos de comunicação da família do governador iriam se manifestar?
Iriam tratar os manifestantes com isenção e respeito, ou chamá-los de esquerdistas/petistas vagabundos, tal como faz todos os dias, apresentadores e funcionários das empresas da família Barbalho, como Joaquim Campos (MDB), vereador e candidato a deputado federal novamente derrotado nas urnas por sua truculência e carta branca para difundir opiniões contrárias à esquerda, semeando ódio e até ideias para acabar com ela?
4) Independente de quem seja o presidente eleito, a família Barbalho será da base aliada e continuará forte e com grande poder para indicar seus membros para ministérios e autarquias, como a SUDAM, pois quem entende minimamente de política partidária, sabe que o MDB, com seu tamanho no Congresso Nacional, sua importância para aprovação de projetos e da necessária governabilidade ao futuro presidente, continuarão a oferecer sua fatia no poder central, mantendo  ou até ampliando o poder da família mais rica da política paraense, que já possui a maioria dos prefeitos, deputados e vereadores eleitos no Pará.
Imagine com todo esse poder, nas eleições de 2020.
Imagine!

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual