Conecte-se Conosco

Esportes

Boca-River, um dos maiores clássicos do mundo

Publicado

em

Foto: Reprodução

Segundo o jornal inglês The Guardian, um duelo entre Boca Juniors e River Plate é o maior evento que qualquer amante do esporte poderia assistir antes de morrer, mas o futebol mundial também proporciona outros clássicos de enorme rivalidade.

E como se o próprio clássico argentino não fosse gigante por si só, Boca e River se enfrentarão pela primeira vez na história na final da Copa Libertadores.

Um feito que coloca ainda mais pimenta nessa rivalidade argentina, com o jogo de ida marcado para este domingo na Bombonera, casa do Boca, enquanto a volta acontecerá em 24 de novembro no Monumental, estádio do River.

Com o Boca buscando um sétimo título de Libertadores e o River um quarto troféu da competição, o superclássico argentino é inigualável por sua paixão popular, embora outros grandes duelos do futebol mundial também têm suas tradições, histórias e audiência global.

– Real-Barça paralisa o planeta bola –

O clássico espanhol entre Real Madrid e Barcelona é a partida de maior destaque entre clubes no mundo, chegando a níveis insuperáveis de audiência televisiva na última década devido à presença de grandes craques do futebol, principalmente Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, os maiores nomes do esporte nos últimos anos.

Com Cristiano Ronaldo transferido à Juventus e Messi lesionado, nenhum dos dois craques participou pela primeira vez em 12 anos do último clássico, disputado em 28 de outubro com goleada catalã por 5 a 1.

Com um total de 272 confrontos entre os clubes, o Barcelona leva clara vantagem com 113 vitória, enquanto o Real somou 99 triunfos, além de 60 empates.

A balança também não é muito equilibrada no quesito títulos. O Real Madrid possuiu 13 troféus de campeão europeu contra apenas 5 do Barcelona e também soma 33 Campeonatos Espanhóis, enquanto os catalães têm 25.

– Celtic vs Rangers: o mais antigo –

Longe da parafernália e da globalização da atualidade, o clássico da Escócia entre os vizinho de Glasgow, Celtic e Rangers, é o mais antigo do futebol e ganhou notoriedade devido à forte conotação religiosa e política.

Historicamente, os torcedores do Celtic são católicos e pró-irlandeses. Já os Rangers contam com uma torcida majoritariamente protestante e pró-Reino Unido.

Conhecido com “Old Firm”, a primeira partida entre os dois rivais foi disputada em 28 de maio de 1988 com vitória do Celtic por 5 a 2.

Desde então, se enfrentaram oficialmente 414 vezes, com 159 vitórias para os Rangers, 156 para o Celtic e 99 empates.

E entre os jogos mais lembrados está a final da Copa da Escócia de 1969, quando no estádio Hampden Park, em Glasgow, quase 133.000 pessoas viram o Celtic conquistar mais um troféu em sua época de ouro, na qual chegou ao auge de vencer a Copa de Campeões da Europa (hoje Liga dos Campeões) em 1967.

– Norte da Inglaterra dividido: United vs Liverpool –

Embora Celtic-Rangers seja o clássico britânico mais velho, o duelo que paralisa os inventores do futebol é o choque entre Liverpool e Manchester United.

Separadas por apenas 56 km no norte da Inglaterra, as cidades de Liverpool e Manchester são casa das duas equipes mais vitoriosas do futebol do país.

O United foi fundado como Newton Heath em 1878 antes de assumir o atual nome em 1902.

O Liverpool é de 1892 e se tornou a equipe mais vitoriosa do futebol inglês no âmbito internacional com 5 títulos europeus.

Já o United se sagrou campeão continental três vezes, mas é o maior vencedor doméstico com 20 títulos, contra 18 do arquirrival.

Os dois gigantes se enfrentaram pela primeira vez em 28 de abril de 1894 com vitória do Liverpool por 2 a 0. Desde então, foram 200 jogos, com 80 vitórias do United, 65 dos Reds e 55 empates.

– Peñarol-Nacional: 120 anos de rivalidade –

Pode ser que o confronto Peñarol-Nacional não tenha o marketing de outros clássicos mais famosos do mundo, mas um dado mostra sua relevância: é a rivalidade mais antiga fora das ilhas britânicas.

Com oito Copas Libertadores vencidas por ambos (cinco do Peñarol e três do Nacional) e seis Copas Intercontinentais, hoje Mundial de Clubes (três para cada lado), o clássico ‘charrúa’ divide o Uruguai há 120 anos.

Com 90% da 3,5 milhões de habitantes uruguaios torcendo para um dos dois times, Peñarol e Nacional se enfrentaram pela primeira vez em 15 de julho de 1900 no Parque Central, em Montevidéu, um amistoso vencido pelo Peñarol por 2 a 0.

Desde então foram 542 confrontos, com 192 vitórias do Peñarol, 174 do Nacional, 171 empates e cinco jogos anulados.

O clássico uruguaio é também a partida mais disputada da história da Libertadores com 39 jogos, com 13 triunfos para o Peñarol e 11 para o Nacional, além de quinze empates.

O antagonismo dos dois clubes de Montevidéu surge praticamente desde suas fundações.

O Peñarol, fundado com o nome CURCC em 1891, tem suas origens em imigrantes ingleses (representava os trabalhadores da empresa ferroviária The Central Uruguay Railway ltd.). Já o Nacional surgiu em 1899 com um elenco formado em sua maioria de mestiços e negros, em resposta a uma época em que os clubes de futebol contavam com participação quase exclusiva de imigrantes estrangeiros.

– Inter-Juventus, com o Milan no cangote –

País fanático por futebol, a Itália tem como seu maior clássico o duelo entre a Juventus e a Inter de Milão, com o Milan no cangote.

Juventus e Inter se enfrentaram 231 vezes de maneira oficial, com 104 vitória da Velha Senhora e 70 da Inter, além de 57 empates. O primeiro confronto aconteceu em 14 de novembro de 1909, uma partida válida pelo Campeonato Italiano.

A origem da rivalidade entre ambos se deve principalmente aos títulos, à popularidade e à tradição histórica.

A Juve ostenta 32 troféus do Campeonato Italiano, dois da Liga dos Campeões e duas Copas Intercontinentais, enquanto a Inter tem 18 Campeonatos Italianos, três Ligas dos Campeões e duas Copas Intercontinentais.

Juventus e Inter são os dois clubes mais populares da Itália, mas, na hora de comparar títulos, os dois clubes ficam atrás do Milan, que embora tenha ‘apenas’ 18 Campeonatos Italianos, ostenta sete títulos europeus (segundo maior vencedor atrás do Real Madrid) e três Copas Intercontinentais, de longe o maior vencedor quando o assunto são troféus internacionais.

Fonte: AFP

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Copa América terá reconhecimento facial para identificar torcedores

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Estadão Conteúdo

A Copa América no Brasil será o primeiro grande evento do País que contará com tecnologia de reconhecimento facial. A informação foi dada na manhã desta quinta-feira durante seminário de segurança que está sendo realizado no Rio de Janeiro. A tecnologia estará disponível nos seis estádios que sediarão a competição – que acontecerá entre junho e julho – e visa identificar infratores ou procurados pela Justiça.

O sistema aproveitará as câmeras já disponíveis nas arenas e terá tecnologia integrada com banco de dados de órgãos de segurança federais e estaduais, além da Interpol. “O comitê tem condições de repassar esses dados a qualquer autoridade pública, e estamos tratando isso com o governo federal”, disse Hilário Medeiros, gerente de Segurança do Comitê Organizador Local (COL) da Copa América.

“Essa é uma tecnologia que já está consolidada no mundo e está vindo para o Brasil. A própria Arena Fonte Nova (em Salvador) já vem desenvolvendo esse trabalho. Dentro desse modelo, vai permitir que as forças de segurança pública, através de seus bancos de dados, tenham condições de captar a imagem e fazer o trabalho que precisa ser feito”, pontuou Medeiros. “Esse banco de dados é um conjunto com a Interpol e em conjunto com os órgãos de segurança pública”.

A tecnologia será monitorada junto ao Centro de Comando e Controle, que funcionará nos mesmos moldes da Copa do Mundo de 2014. “Será o primeiro evento no Brasil que vai trabalhar com reconhecimento facial”, destacou Medeiros. Ele, contudo, não soube informar o que será feito com o sistema após a Copa América. “Como vai ser em termos de legado, isso nós não estamos tratando. Estamos tratando agora do momento de operação”, completou.

Continue lendo

Esportes

O lateral-direito Michel ex-Paragominas, foi apresentado ontem no Baenão

Publicado

em

Fotos: Samara Miranda – Ascom Remo

O lateral-direito Michel, de 29 anos, foi apresentado nesta quarta-feira (24), na sala de imprensa do Baenão. O jogador foi contratado após passagem de destaque no Paragominas, onde terminou como artilheiro do Paraense, com cinco gols.

Feliz em pode atuar novamente no futebol paraense, o novo reforço assegurou que não vai medir esforços para honrar a camisa azulina na temporada. “Inicio um novo ciclo, um grande clube do Pará, espero fazer um bom trabalho e dar alegria para a torcida. Expectativa é a melhor possível, estou há quinze dias, me adaptei ao grupo. Quero mostrar o porquê da minha contratação e ajudar o Remo a chegar na Série B”, disse o lateral.

Michel projetou uma disputa pela posição com Geovane, lateral titular no Parazão. O jogador afirma que está preparado para estrear. Agora está na mão do Márcio Fernandes, respeito a decisão dele, mas se puder jogar sábado, que eu ajude e que a gente conquiste os três pontos que é o mais importante”, revelou.

Continue lendo

Esportes

Paysandu realizam último treino na capital antes da viagem para a estreia no Brasileirão

Publicado

em

Texto: Jorge Luís Totti Imagem: Jorge Luiz (Paysandu)

Já com a presença de todos os seis novos jogadores contratados, a equipe de futebol profissional do Paysandu Sport Club realizou, na manhã desta quarta-feira (24), no Estádio da Curuzu, o último treino em Belém antes da viagem para a estreia do time no Campeonato Brasileiro da Série C.

Inicialmente, o grupo se reuniu no auditório do Hotel Antônio Diogo Couceiro para discutir sobre o primeiro adversário na competição nacional, com base em vídeos e orientações repassadas pela equipe de Análise de Desempenho, em conjunto com a comissão técnica.

Já no gramado, o preparador físico Fred Pozzebon comandou um trabalho de aquecimento. Em seguida, o técnico Léo Condé dirigiu um treino coletivo em todo o campo, com várias alterações realizadas ao longo da movimentação.

Ao todo, o treinamento de hoje durou aproximadamente duas horas. À tarde, os jogadores irão repousar, mas se já vão se reapresentar no início da madrugada de amanhã para o começo da viagem que tem como destino final a cidade de Erechim, local da partida contra o Ypiranga-RS, pela rodada de abertura da Terceirona, no próximo sábado (27), às 17h15, no Estádio Colosso da Lagoa.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com