Conecte-se Conosco

FUTEBOL

Bragantino perde para o Fast Clube e deixa a liderança do Grupo 1 do Campeonato Brasileiro

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Zé Dudu

Publicado

em

O Bragantino Clube do Pará saiu derrotado de campo, pelo Campeonato Brasileiro da Série D. Atuando na tarde deste sábado (14), o Tubarão do Caeté perdeu para o Fast Clube (AM) por 2 a 1 na Arena da Amazônia, em Manaus. A partida foi válida pela 12ª rodada da competição nacional. 

A derrota para o time amazonense deixou a equipe de Bragança em segundo lugar do Grupo 1, com 21 pontos conquistados. Apesar da derrota, o Bragantino já confirmou classificação para a segunda fase da competição. A equipe encara o lanterna e eliminado Atlético (AC), somente no dia 23 de novembro, às 15h, no Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão, em Bragança. A partida será válida pela 13ª rodada.

O jogo: teve lei do ex contra o Bragantino! 

A partida começou morna e os times chegavam pouco na etapa inicial de espetáculo. O time da casa tentava surpreender com algumas tentativas de fora da área; já o Bragantino arriscou no contra-ataque, mas sem muito sucesso. Quem conseguiu abrir o placar foi o Rolo Compressor. Marco Goiano, ex-Bragantino, cobrou falta, a bola tocou no travessão e foi para a rede do goleiro Deco – golaço do Fast, aos 22 minutos. A lei do ex passeando em Manaus.

Antes do intervalo, o Tubarão do Caeté teve a chance do empate com Paulo de Tárcio, que acabou acertando a trave do goleiro Alencar. O time da casa quase ampliou com Negueba, mas o goleiro Deco salvou o time de Bragança. Na etapa derradeira, o atacante Canga quase marcou na primeira jogada em um chute cruzado; o goleiro Alencar se esticou até o limite para salvar o gol do time paraense. 

A insistência do Bragantino deu certo e o gol de empate saiu: Wendell cobrou falta, o goleiro Alencar defendeu, a bola bateu na trave e voltou para Edicleber, que mandou para o barbante, aos 10 minutos, 1 a 1. O time do técnico Cacaio quase chegou à virada com o atacante Fidélis, que mandou um chute forte, mas a bola passou muito perto da meta do goleiro Alencar.  

No lance seguinte, o árbitro marcou pênalti para o time amazonense. Pelezinho tocou para Ronan, que tentou fazer a jogada e a bola bateu na mão do lateral-esquerdo Jackson. Ronan cobrou com categoria, deslocando o goleiro Deco e deixando o Fast na vantagem, aos 20 minutos, 2 a 1. 

O Tubarão teve duas chances com Fidélis: na primeira, o atacante acertou na trave; na segunda, parou na boa defesa de Alencar. O volante Ricardo Capanema acertou forte o adversário e acabou recebendo cartão vermelho, aos 42 minutos, deixando o Tubarão com um a menos em campo. Placar final: Fast Clube 2 x 1 Bragantino.

Por Fábio Relvas

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556