Conecte-se Conosco

Cidade

Câmara dos Deputados terá 15% de mulheres; Roraima elegeu uma indígena pela 1ª vez

Publicado

em

Dos 513 deputados federais eleitos e reeleitos, 77 são mulheres, o que representa 15% do total da Câmara dos Deputados. Apesar de o número ainda ser baixo é maior em comparação às eleições de 2014, quando 51 mulheres chegaram ao Legislativo Federal.

O maior número de mulheres eleitas é de São Paulo, com 11. A mais bem votada foi a cientista política Tábata Amaral (PDT), integrante do movimento político suprapartidário Acredito, eleita com 264.450.

Proporcionalmente, no entanto, o Distrito Federal está na frente. Das oito vagas na Câmara, cinco serão ocupadas por deputadas. As três primeiras colocadas na votação são mulheres: Flavia Arruda (PR), Erika Kokay (PT) e Bia Kicis (PRP). A única reeleita foi a petista. O DF também mandou para a Câmara: Paula Belmonte (PPS) e Celina Leão (PP).

Três estados não elegeram mulheres para a Câmara: Amazonas, Maranhão e Sergipe. Em relação aos partidos, entre as eleitas, dez são do PT, legenda do presidenciável Fernando Haddad, e nove do PSL, sigla do também presidenciável Jair Bolsonaro.

Plenário da Câmara dos Deputados aprova o texto-base da proposta que cria um novo marco regulatório para o transporte rodoviário de cargas no País (PL 4860/16).

Dos 513 deputados federais eleitos e reeleitos, 71 são mulheres – Arquivo/Agência Brasil

Das 54 cadeiras do Senado em disputa nestas eleições, sete serão ocupadas por mulheres – 12,9% do total. Foram eleitas para o Senado: Leila do Vôlei (PSB-DF), Eliziane Gama (PPS-MA), Juíza Selma Arruda (PSL-MT), Soraya Thronicke (PSL-MS), Dra. Zenaide Maia (PHS-RN), Mara Gabrili (PSDB-SP) e Daniella Ribeiro (PP-PB).

Na lista dos mais jovens eleitos para a Câmara há uma mulher, a estudante de Direito Luiza Canziani (PTB-PR), 22 anos, filha do também deputado federal Alex Canziani (PTB-PR), que perdeu a disputa para o Senado. Reeleita deputada federal, Luiza Erundina (PSOL-SP), 84 anos, no sexto mandato, é a parlamentar mais idosa do novo Parlamento.

Pela legislação eleitoral, os partidos deveriam lançar no mínimo 30% de candidatas mulheres nas eleições proporcionais – para a Câmara e as assembleias legislativas. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que 30% dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), formado por dinheiro público, deveria ir para a propaganda das candidatas, bem como 30% do tempo no horário eleitoral gratuito.

Roraima elege primeira mulher indígena para deputada federal

Pela primeira vez, uma mulher indígena foi eleita deputada federal. Joênia Wapichana (Rede), de 43 anos, será uma dos oito parlamentares federais por Roraima. Formada em Direito, nasceu Joênia Batista de Carvalho, mas adotou como sobrenome sua etnia. Segundo estimativas não oficiais, são 3,5 mil indígenas wapichana no Norte do país.

Advogada, Joênia Wapichana se dedica à defesa das causas dos povos indígenas, como a demarcação de terras, a preservação da cultura, mais atenção para saúde e educação para as etnias. Durante a campanha, ela também falou no fortalecimento dos centros culturais para os indígenas.

Com o slogan Fazendo História Junto com Todos para Melhorar a Vida dos Povos Indígenas, Joênia destacou como prioridades a defesa dos direitos coletivos dos indígenas, o desenvolvimento sustentável no Estado de Roraima, respeitando as diversidades e o combate à corrupção.

Nas redes sociais, o ator Marcos Palmeira postou um vídeo em que elogia Joênia. “É uma indígena, importantíssima, para estar representando lá no Congresso.”

*

Continue lendo
Clique para comentar

Cidade

Feirantes do Ver-o-Peso são orientados a prevenir e combater incêndios

Publicado

em

Foto: Ascom CBMPA /Fonte: Agência Pará

Durante esta semana o Corpo de Bombeiros Militar promoveu uma ação educativa no Mercado do Ver-o-Peso. Feirantes e vendedores de alimentos foram orientados em como prevenir e combate incêndios domésticos. As atividades aconteceram no Mercado da Carne, área de alimentação, bares e restaurantes da redondeza.

O objetivo da campanha é alertar os feirantes e funcionários para os riscos desse tipo de acidente, que são frequentes na área. Militares orientaram os trabalhadores a como agir em uma situação de princípio de incêndio nas barracas, o manuseio dos extintores e a utilização correta da mangueira de registro, já que as últimas ocorrências dessa natureza no mercado foram por conta de problemas com o gás de cozinha.

De acordo com o capitão Anderson Braga, as campanhas contribuem para a prevenção desses tipos de problemas na feira. “É importante que as pessoas tenham uma consciência preventiva, noção de concentração, não criar pânico e saber o que fazer diante de uma situação dessa. Com estas orientações, levamos esse conhecimento ao feirante e assim evitamos acidentes e prejuízos maiores.”

Além disso, também foi repassado para o público, orientações de primeiros socorros como cortes, engasgamentos, desmaios e outros.

Continue lendo

Cidade

Belemtur inicia a elaboração do primeiro Plano Municipal de Turismo de Belém

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Belém

A Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), em parceria com instituições públicas e privadas, deu início à elaboração do primeiro Plano Municipal de Turismo de Belém.

O objetivo do projeto é organizar o desenvolvimento da atividade turística municipal para os próximos anos, a partir do planejamento de ações e projetos que contemplem as características e singularidades da oferta turística, como os atrativos e serviços turísticos oferecidos por Belém.

Grupo de trabalho – Para iniciar o processo de elaboração do Plano Municipal de Turismo foi criado um grupo de trabalho formado por representantes da Belemtur, Universidade Federal do Pará (UFPA), Faculdade Pan Amazônica (Fapan), Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (Abbtur), Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav) e o Conselho Municipal de Turismo de Belém (Comtur).

Esses setores e entidades, em conjunto, vão debater sobre as necessidades e demandas que serão contempladas a partir da execução dos projetos e ações previstas no plano.

O diretor de planejamento da Belemtur, Jackson Tavares, está motivado com o começo da elaboração do plano. “Com a união de esforços esperamos que o resultado seja o fortalecimento do turismo no município, em sua área insular e continental, transformando-o em uma atividade econômica que busca alcançar um número expressivo de visitantes que venham a Belém”, explicou.

O coordenador da Belemtur, Victor Cunha, enfatizou a importância da elaboração do plano para a cidade. “O plano vai trazer inovações na estrutura de atendimento aos turistas, gerando mais empregos e apontando quais setores precisam de qualificação, por meio das diretrizes que serão apontadas durante a elaboração do plano”, destacou.

O primeiro Plano Municipal de Turismo de Belém irá direcionar, com maior qualidade e competência, os investimentos e políticas públicas referentes ao turismo em Belém, observando as especificidades da capital, nas ilhas e na região urbana da cidade, que proporcionam aos visitantes experiências únicas.

Texto: Jamyla Magno

Continue lendo

Cidade

Prefeitura lança concurso que escolherá aplicativo de serviços turísticos

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

Criar um aplicativo de oferta turística, oferecendo vários atrativos de Belém, como hotéis, casas noturnas, bares, restaurantes em um aplicativo para a plataforma Android. Com essa finalidade a Prefeitura de Belém, por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo de Belém (Belemtur), e a Faculdade Pan-Amazônica (Fapan) lançaram o concurso “Hackatur” na noite desta terça-feira, 20, na sede da faculdade.

O concurso é voltado para alunos e recém-formados do curso de Ciência da Computação. “Fizemos uma parceira com a Fapan para criarmos um aplicativo. Esse sistema vai condensar todo o inventário turístico feito pela Belemtur e quando o turista chegar à cidade ele vai poder ter acesso a várias informações com um mapa turístico de Belém”, explicou o diretor de planejamento da Belemtur, Jackson Tavares.

Participaram do lançamento representantes da Belemtur, da Fapan e da Companhia de Tecnologia da Informação de Belém (Cinbesa). O concurso tem um foco social para desenvolver o turismo na capital. “O turismo na Região Amazônica, seja pela gastronomia ou cultura, conquistou o Brasil e essa tecnologia será uma aliada para fomentar cada vez mais”, destacou a diretora geral da Fapan, Miriam Fernandes.

Concurso – Podem se inscrever ao concurso 16 equipes, que serão avaliadas por uma banca formada por professores e representantes da Belemtur e da Cinbesa. Cinco critérios serão levados em conta na escolha do aplicativo vencedor: inovação, usabilidade, design, desempenho e funcionalidade. A previsão é que o anúncio do aplicativo vencedor ocorra dia 18 de setembro.

Recém-formados no curso de Ciências da Computação, Alex Cunha, de 27 anos, e Iann Oliveira, de 23, se inscreveram. “Temos algumas ideias e já estamos conversando com pessoas que gostam e costumam viajar. A intenção é fazer algo bacana para o usuário e ajudar nesse desenvolvimento turístico“, disse Iann.

Serviço – As inscrições para o concurso são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 23 de agosto por meio do link bit.ly/hackatourbelem.

Texto:Victor Miranda

Continue lendo

Destaque