Conecte-se Conosco

BRASIL GERAL

Caminhoneiros ameaçam nova greve por conta do reajuste no preço do diesel

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Estadão Conteúdo

O anúncio da alta do diesel na quinta-feira, 17, à noite foi mais um revés sofrido pelos caminhoneiros nesta semana. Depois do pacote de medidas que frustrou a categoria, a decisão da Petrobras de elevar em R$ 0,10 o litro do diesel deixou os motoristas divididos. A ala mais radical já se articula para uma paralisação nos próximos dez dias. Mas também há a turma do “deixa disso” e que prefere esperar mais.

O caminhoneiro Wanderlei Alves, conhecido como Dedeco, diz que não tem outra alternativa a não ser decretar uma greve. “O governo pagou para ver. Agora só estamos vendo a data, mas será em menos de dez dias.” Ele destaca que a conta não fecha já que o preço do frete continua igual e os custos, subindo. Para quem gasta 10 mil litros de diesel, o aumento de quinta-feira representa R$ 1 mil no bolso do caminhoneiro, como é o caso de Dedeco. “O governo insiste em tratar do setor com quem não tem caminhão”, critica Dedeco, uma das lideranças nacionais.

Em mensagem enviada ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o caminhoneiro Josué Rodrigues, um dos líderes na Região Norte, também ameaça nova greve para o mês que vem caso o preço não seja congelado e o tabelamento do frete não seja respeitado. “Se não fizer valer o piso mínimo do frete, nós vamos parar, não tem jeito. Se não agir antes do dia 21 de maio vai ter uma paralisação sangrenta, pode ter certeza.”

Outros representantes, no entanto, tentam apaziguar a situação. Alguns não acreditam em nova paralisação por causa da situação financeira precária da categoria. “Está todo mundo quebrado”, afirma Bruno Tagliari, uma das lideranças do Sul. Ele afirma que, no seu caso, se fizer uma paralisação não conseguiria pagar a despesa fixa, de R$ 6 mil por mês.

Mas, apesar da frustração, também há boa vontade por parte por parte dos caminhoneiros em dar mais tempo para o novo governo, afirma Ivar Luiz Schmidt, um dos líderes do Comando Nacional do Transporte (CNT) no Nordeste. A maioria votou em Jair Bolsonaro para presidente, e ainda espera que ele faça alguma coisa pelos motoristas. Mas paciência tem limite, avisam os caminhoneiros nas redes sociais.

Dentro dos grupos de WhatsApp, as medidas dos últimos dias são vistas como resultado da fragilidade da categoria, que não se valoriza. Outra reclamação tem sido latente entre eles: a insatisfação quanto a representatividade da categoria em Brasília. Muitos tentam se articular para conseguir colocar outras lideranças no Planalto e emplacar as reais reivindicações. Wallace Landim, o Chorão, que já não era unanimidade, hoje vive momento de rejeição.

/COLACOROU FELIPE FRAZÃO

Continue lendo
Clique para comentar

BRASIL GERAL

Feriados nacionais podem ser antecipados para as segundas

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

Em breve, os feriados que caem durante os dias úteis podem ser antecipados para as segundas-feiras. Isto porque a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou um projeto de lei que adianta para segunda-feira os feriados que caírem no meio da semana. A medida não é válida para feriados que caem nos sábados ou domingos, além de outras datas específicas.

A proposta ainda precisa ser votada pela Câmara dos Deputados. Caso seja aceito sem emendas, o projeto de lei será encaminhado para a sanção do presidente Jair Bolsonaro e deverá entrar em vigor em até três meses.

Com a proposta, pelo menos três feriados nacionais devem entrar na nova regra: Tiradentes (21 de abril), Finados (2 de novembro) e Proclamação da República (15 de novembro).

Apesar disso, a proposta não vale para os feriados de 1º de janeiro (Confraternização Universal), carnaval, Sexta-Feira Santa, 1º de Maio (Dia do Trabalho), Corpus Christi, 7 de setembro (Dia da Independência), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida) e 25 de dezembro (Natal). Feriados exclusivos para estados e municípios também não fazem parte da proposta.

Para o senador Dário Berger (MDB-SC), autor do projeto de lei, isto vai evitar a diminuição de dias úteis no meio da semana, conhecidos como “enforcamento”. Ele também justifica a necessidade da regularização do funcionamento do comércio e de repartições públicas.

Continue lendo

BRASIL GERAL

Força-tarefa começa a atuar em presídios de Manaus

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária começa atuar no interior dos presídios de Manaus onde ocorreram os massacres que vitimaram 55 detentos nesse domingo (26) e segunda-feira (27). A Portaria nº 564, do Ministério da Justiça e Segurança Pública está publicada na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial da União. A medida atende à solicitação feita pelo governo do Amazonas.

De acordo com a portaria, a força-tarefa permanecerá por 90 dias, a contar dessa terça-feira (28), exercendo as atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos, em apoio ao governo do estado, que dará estrutura logística e sob a supervisão dos órgãos de administração penitenciária e segurança pública do estado.

“O número de profissionais a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública obedecerá ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação”, diz ainda o documento.

Presídios federais

Nessa terça-feira (28), vários detentos, considerados líderes dos massacres, começaram a ser transferidos para presídios federais. Outros presos serão transferidos hoje.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em uma postagem na sua conta no Twitter, ontem, disse que o ministério disponibilizaria vagas nos presídios federais para transferência das lideranças envolvidas nos “massacres”.

Continue lendo

BRASIL GERAL

PF faz operação contra pornografia infantil em oito estados

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (23) 28 mandados de busca e apreensão em uma operação contra a pornografia infantil em oito estados. Ao todo, 23 pessoas são investigadas por crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças ou adolescentes.

De acordo com a Polícia Federal (PF), pelo menos cinco pessoas foram presas em flagrante durante o cumprimento dos mandados.

Cerca de 120 policiais federais participam da operação nos estados de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, da Paraíba, de Sergipe e do Maranhão. A maior parte dos mandados (12) está sendo cumprida no Rio.

Continue lendo

Destaque