Conecte-se Conosco

GOVERNO DO PARÁ

Chocolate, flores e joias mostram potencial econômico do Pará

Por Valéria Nascimento (SEDEME)

Publicado

em

O 6º Festival Internacional do Chocolate e o Flor Pará vão reunir a partir desta quinta-feira (19), até domingo (22), toda a cadeia produtiva do cacau, flores e joias paraenses, que inclui produtores artesanais, cooperados, fabricantes de chocolate fino, designers e floricultores.

Os dois eventos são uma realização do Governo do Pará, e foram anunciados na manhã desta quarta-feira (18), em coletiva no Espaço São José Liberto, em Belém, pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Hugo Suenaga, e pela coordenadora de Mercado da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Luciana Centeno.

Mais de 100 expositores do Pará e de outras regiões do Brasil, e até da América Latina, vão expor seus principais produtos, com destaque para amêndoas de cacau e chocolates de alta qualidade, arranjos de flores tropicais e peças únicas com gemas minerais encontradas em território paraense.

Exemplo – Com apenas 19 anos, Pedro Melo Cruz representou, na entrevista coletiva, o grupo de produtores e expositores paraenses nesta edição 2019 do Festival. Pedro integra a empresa familiar paraense “Da Cruz Chocolates”, que há dois anos funciona na Rua Santa Maria, no município de Ananindeua (Região Metropolitana de Belém). O pai é responsável pela produção do chocolate; a mãe administra a empresa, e Pedro cuida das vendas.

“Estamos bem animados e vamos levar produtos novos para o Festival’’, adiantou Pedro Cruz, acrescentando que “trabalhamos com quatro percentuais de cacau, de 50%, 60%, 70% e 80%. Esses quatro produtos só têm dois ingredientes, cacau e açúcar demerara (produzido por processo natural, o que mantém intactas suas qualidades). As pessoas que têm restrições a açúcar, leite e sódio, por exemplo, podem consumir o nosso chocolate porque eles não têm esses ingredientes”, assegurou o empreendedor.

A família Cruz é um exemplo de dezenas de empreendedores e empresários estabelecidos no Pará que visam ao crescimento e à geração de emprego e renda, entre os setores econômicos participantes dos eventos no Hangar. E eles garantem novidades para o público que for conferir a produção paraense.

Visibilidade – De acordo com os organizadores, o 6º Festival Internacional do Cacau e Chocolate tem o propósito de abrir mercado para os produtos genuinamente paraenses e dar visibilidade às marcas locais, a fim de que o público paraense conheça e compreenda a importância de um produto como o cacau, um fruto que preserva o meio ambiente e protagoniza um projeto social importante, na medida que desenvolve a economia local a partir de cooperativas e associações de produtores rurais, como já ocorre no município de Medicilândia, na região de influência da Rodovia Transamazônica (BR-230), considerado o maior produtor de amêndoas do Brasil.

O 6º Festival Internacional do Cacau e Chocolate e a 18ª Exposição Flor Pará são uma iniciativa do Governo do Pará, em parceria com a marca Chocolat Festival, por meio da Sedap, Sedeme e de outros órgãos estaduais, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Pará).

Continue lendo
Clique para comentar

GOVERNO DO PARÁ

Seap mantém visitas suspensas em cinco presídios do Pará

Publicado

em

Fonte:

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou nesta sexta-feira (7) que cinco presídios permanecem com as visitas suspensas no Pará. As demais unidades prisionais tiveram a visitação liberada à familiares de acordo com os calendários que serão disponibilizados pela secretaria.

De acordo com a Seap, os centros de Recuperação do Coqueiro (CRC), Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), Triagem Masculina de Marabá (CTMM), Recuperção Feminino de Marabá (CRFM) e Recuperação Regional de Paragominas (CRRPA) permanecem com as visitas suspensas até que sejam implantados os procedimentos de segurança.

Suspensão das visitas

No dia 27 de janeiro de 2020, o Governo do Pará suspendeu as visitas em todas a unidades prisionais do estado. Na ocasião, a Seap alegou que a medida foi uma ação estratégica para manutenção da ordem e segurança.

Conforme o texto da portaria, “é admissível a suspensão de visitas diante de fundadas suspeitas de rebelião, motim, ou outros eventos que possam fragilizar a segurança das penitenciárias”. O texto diz ainda que “recomenda-se a todos os Diretores, Gerentes de Segurança e Chefes de Equipes das unidades que procedam a intensificação dos protocolos de segurança, controle de acesso, controle de pátio e vigilância aproximada em todas os estabelecimentos prisionais, seguindo-se estritamente os procedimentos indicados pela Assessoria de Segurança Institucional, Diretoria de Administração Penitenciária, Comando de Operações Penitenciárias e Força Tarefa de Intervenção Penitenciária, em caso de ataque externo às instalações prisionais, tentativas de motins ou rebeliões por parte da população carcerária”.

Continue lendo

GOVERNO DO PARÁ

Governo do Pará exonera secretária e adjunta da pasta de educação

Publicado

em

A professora Leila Freire assumirá a Secretaria de Educação no Governo Helder. — Foto: Reprodução / Twitter / Helder Barbalho

Leila Freire estava no comando da Seduc desde o início do governo Helder. Quem vai assumir o comando da secretaria de forma temporária é o secretário da casa Civil, Parsifal Pontes.


O Governo do Pará informou nesta quarta-feira (4) que a secretária de educação do estado, Leila Carvalho Freire, foi exonerada. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado. O Governo não informou o motivo da exoneração.

De acordo com o documento publicado, além da secretária, Ana Paula Fernandes Renato também foi exonerada do cargo de Secretária Adjunta do órgão. Quem vai assumir o comando da secretaria de forma temporária é o secretário da casa Civil, Parsifal Pontes.

Leila estava no comando da Secretaria de Educação (Seduc) desde o início do governo Helder. Ela possui experiência na área da docência na educação básica e ensino superior. Leila também já tinha sido titular das Secretarias de Educação de Ananindeua e Benevides.

Continue lendo

GOVERNO DO PARÁ

Governo do estado suspende visitas em todos os presídios do Pará

Publicado

em

Fonte: G1 Foto: Reproducao

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), a medida é uma ação estratégica para manutenção da ordem e segurança.


As visitas a detentos estão suspensas em todos os presídios do Pará, incluindo as Centrais de Triagem e a Central de Recaptura de Condenados. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (27), pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

Em nota, a Seap informa que a suspensão segue a determinação da Portaria nº 139/2020-GAB/SEAP/PA, publicada no sábado (25). A Seap alega que “a medida é uma ação estratégica para manutenção da ordem e segurança e está prevista em portaria anterior nº 994, de 17 de setembro de 2019”.

Conforme o texto da portaria, “é admissível a suspensão de visitas diante de fundadas suspeitas de rebelião, motim, ou outros eventos que possam fragilizar a segurança das penitenciárias”. O texto diz ainda que “recomenda-se a todos os Diretores, Gerentes de Segurança e Chefes de Equipes das unidades que procedam a intensificação dos protocolos de segurança, controle de acesso, controle de pátio e vigilância aproximadaem todas os estabelecimentos prisionais, seguindo-se estritamente os procedimentos indicados pela Assessoria de Segurança Institucional, Diretoria de Administração Penitenciária, Comando de Operações Penitenciárias e Força Tarefa de Intervenção Penitenciária, em caso de ataque externo às instalações prisionais, tentativas de motins ou rebeliões por parte da população carcerária”.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital