Conecte-se Conosco

ESPORTES

Clube do Remo leva mais público ao estádio que a Seleção Brasileira masculina

Foto: Reprodução / Com informações Roma News

Publicado

em

No último final de semana, Clube do Remo e Volta Redonda se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro da série C. O Leão venceu por 2 a 1 e garantiu a liderança do grupo B da competição diante de 19.316 pessoas. O Clube paraense lidera com folga o ranking de média de público na série C: 12.228. Já em comparação com todos os clubes das séries A, B e C, o Leão ocupa a 16º colocação. Números que mostram a força do torcedor remista.

Falando em cifras, no ano de 2019 o Remo arrecadou R$ 2,9 milhões, com cada partida tem uma renda bruta de R$ 293.742 em média, com a torcida pagando R$ 23 por ingresso. No total, 125.281 ingressos foram vendidos em 10 partidas com mando do time.

Se dentro de campo a seleção brasileira mostrou bom futebol e atropelou Honduras por 7 a 0, nas arquibancadas do Beira-Rio, o resultado foi desastroso. Apenas 16.521 compareceram ao último amistoso do time de Tite antes da Copa América, dando prejuízo à organização.

O baixo público gerou uma renda de R$ 1.202.890,00, valor insuficiente para garantir retorno à Pitch International, responsável pela organização e comercialização das partidas da seleção.

O público foi tão baixo que ficou atrás até mesmo do registro de um dia antes na Série C do Brasileiro, quando o Remo entrou em campo.

A seleção não sabia o que era jogar para público tão baixo no Brasil há quase 18 anos, desde agosto de 2001, quando enfrentou o Panamá na Arena da Baixada diante de 15.549 pessoas.

Sob o comando do técnico Tite, o pior registro havia acontecido em janeiro de 2017, em amistoso contra a Colômbia, no Engenhão, apenas com jogadores do futebol nacional: 18.695.

No Beira-Rio, a seleção não teve sua principal estrela, Neymar, cortado depois de se lesionar contra o Catar, na quarta, quando o amistoso no Mané Garrincha registrou 34.204 torcedores e renda de R$ 3.880.825. Em Porto Alegre, os ingressos variaram de R$ 40 (meia) a R$ 450.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital