Conecte-se Conosco

Esportes

Com moral! Juninho Paulista chega sob expectativa a novo cargo na CBF

Publicado

em

Juninho Paulista se tornou Coordenador de Seleções na última segunda-feira Foto: Lívia Villas Boas / CBF / Lance!

A sensação de que a habilidade de Juninho Paulista vai muito além das quatro linhas marca sua ascensão ao posto de Coordenador de Seleções. Confirmado para o cargo na última segunda-feira pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, o pentacampeão mundial precisou de poucos meses para chamar atenção pela forma como trabalha na entidade máxima do futebol nacional:

– Juninho atualmente goza de um grande prestígio frente à CBF. E é muito surpreendente a maneira como tem trabalhado tão bem como dirigente. Parece que é “macaco velho”. Além disto, seu estilo é muito parecido com o do Edu (Gaspar, seu antecessor no cargo). A Seleção está em boas mãos. – garante ao LANCE! Francisco Novelletto, um dos vices da CBF e presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Novelletto detalhou os elogios que o novo Coordenador de Seleções vem recebendo desde abril. Juninho Paulista ocupou anteriormente o cargo de Diretor de Desenvolvimento do Futebol.

– É uma pessoa muito aplicada, pró-ativa, que dominou fácil a rotina no escritório. Não é qualquer “boleiro” que consegue isso.

Juninho Paulista teve contato na CBF inicialmente com Branco, que coordena as divisões de base da entidade. O pentacampeão buscou mudanças em competições das Série C e D. Aos olhos do ex-lateral, o curto período de convívio foi suficiente para já trazer avanços:

– Trocamos muita ideia quanto a metodologias de trabalho, de como poderíamos desenvolver o futebol brasileiro. E ele sempre procura ouvir as pessoas que o cercam.

Para Branco, a ida de Juninho Paulista para um cargo mais próximo a Tite tende a manter o patamar da atual Seleção Brasileira:

– O Juninho é um cara muito prático, assim como era dentro de campo. Tem experiência, foi um grande gestor no Ituano. Isto facilitará muito uma sequência de trabalho e também a integração entre as seleções.

MARCADO POR SER UM GESTOR HÁBIL E QUE MUDOU RUMOS NO ITUANO

‘É um cara flexível e muito agregador’, diz Tarcísio Pugliese, ex-técnico do Ituano (Reprodução Instagram)

Os elogios à conduta de Juninho Paulista fora dos gramados também sobram entre quem conviveu com ele no Ituano. Treinador do clube por dois anos e nove meses, Tarcísio Pugliese valorizou a humildade do ex-jogador, que foi gestor do Galo de Itu:

– Além de ser um cara muito inteligente, o Juninho é muito flexível e gosta muito de futebol. É um cara que mostra bastante humildade.

Atualmente no comando do XV de Piracicaba, o treinador destacou a maneira como o ex-jogador lidava com a rotina no Ituano:

– Ele é bastante aberto a ouvir pontos de vista diferentes. Nunca teve problema em mudar de opinião caso alguém sugerisse uma ideia que parecesse melhor.

Gestor entre 2009 e 2019, Juninho elevou os padrões do Galo de Itu (onde começou sua carreira como jogador). Além de reativar as categorias de base, foi decisivo nas contratações de jogadores, levou o time ao título paulista em 2014 e deu estrutura ao Ituano.

Pugliese vê com bons olhos o novo caminho de Juninho:

– Ele é agregador, simples. Sem dúvida, terá muito a acrescentar à Seleção.

OS PRÓXIMOS DESAFIOS DE JUNINHO NO CARGO

Juninho terá de organizar os amistosos de outubro e novembro da Seleção (Lucas Figueiredo/CBF)

A primeira missão de Juninho Paulista no novo cargo acontecerá em breve. O novo Coordenador de Seleções organizará os amistosos da Seleção Brasileira a serem realizados nos meses de outubro e novembro. Inicialmente estão previstos para ocorrer dois duelos na Ásia e outras duas partidas noOriente Médio.

Na reunião que teve com seu antecessor, Edu Gaspar (que saiu para se tornar diretor técnico do Arsenal), o pentacampeão mundial já ficou a par do planejamento em que se encontra a Seleção. O ex-coordenador selou duelos com Colômbia e Peru, que ocorrerão nos dias 6 e 9 de setembro, respectivamente.

– Ele e o Edu são grandes parceiros. Não tenho dúvida de que o nível da Seleção Brasileira será mantido – diz Francisco Novelletto.

CONFIANÇA NO POTENCIAL DO CRAQUE

COM A PALAVRA

‘Ele tem uma visão ampla do futebol’

BRANCO

Ex-jogador e atual coordenador de base da CBF

A escolha pelo Juninho Paulista foi bastante acertada. Ele ajudou muito no período em que teve próximo das categorias de base da Seleção, e tenho certeza de que dará sequência ao bom trabalho que o Edu Gaspar já vinha fazendo.

Tenho certeza de que, assim que assumir o cargo de Coordenador de Seleções, o Juninho manterá o vínculo forte entre a base e a Seleção principal. Afinal, os garotos são nosso futuro.

Sempre me chamou atenção a metodologia de trabalho que o Juninho tem.
A visão de trabalho dele é muito ampla, procurando valorizar todas as divisões do futebol nacional e dar uma unidade à Seleção Brasileira. Acredito que, neste novo cargo, ele será crucial para o futebol nacional.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Remo pede mudança de jogo contra a Tombense para o Baenão

Publicado

em

Roma News Foto: Ney Marcondes

No próximo dia 1º de agosto, o Remo quer enfrentar a Tombense-MG no Baenão e não no Mangueirão – palco onde o confronto foi marcado, inicialmente. Os azulinos, segundo a diretoria de futebol do clube, preferem atuar no Estádio Evandro Almeida até o final da competição – com exceção dos confrontos decisivos em uma eventual classificação à próxima fase.

O problema é que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pode não confirmar a mudança, já que a partida teria que ser deslocada para o dia 3 de agosto, um sábado, havendo necessidade de mudança na logística dos adversários do Leão, como troca de passagens aéreas, etc.

Nesta sexta-feira, 19, o Remo enfrenta o Ypiranga, no Rio Grande do Sul, pela 13ª rodada da competição de clubes. Já no dia 27, um sábado, os azulinos encaram o Atlético Acreano, em Rio Branco.

Continue lendo

Esportes

Barça teria oferecido R$ 422 milhões e jogadores por Neymar

Publicado

em

Neymar não sabe se fica no PSG (Foto: AFP) Foto: LANCE!

A novela envolvendo o futuro de Neymar ganha novos capítulos a cada dia que passa. Desta vez, de acordo com a ‘Sky Sports’, o Barcelona fez sua primeira proposta oficial pelo craque, no valor de 100 milhões de euros (R$422 milhões) e mais dois jogadores, pelo craque brasileiro.

Os dois jogadores em questão seriam de acordo com uma lista enviada pelo Barcelona, na qual o Paris Saint-Germain escolheria dois nomes entre seis, sendo eles Philippe Coutinho, Ousmane Dembele, Ivan Rakitic, Nelson Semedo, e Malcom, sendo o sexto nome ainda não informado.

Ainda segundo a emissora, no entanto, o Paris Saint-Germain está irredutível e quer os mesmos 222 milhões de euros pagos (R$937 milhões) para contratar Neymar em 2017.

A situação de Neymar no Paris Saint-Germain parece estar bem desgastada. O jogador já teria comunicado o seu desejo de deixar o clube, e o diretor de futebol Leonardo, e o treinador da equipe, Thomas Tuchel, também já admitiram que o brasileiro quer sair.

Continue lendo

Esportes

“Não somos imbatíveis”, diz Felipão após eliminação

Publicado

em

Felipão deu méritos ao rival (Foto: Everton Pereira/Ofotografico/Lancepress!) Foto: LANCE!

Em um jogo marcado por novas polêmicas com o VAR para ambos os lados, o Internacional venceu o Palmeiras nos pênaltis, por 5 a 4, depois de de devolver o placar do jogo de ida, de 1 a 0. Após a partida no Beira-Rio, o técnico Luiz Felipe Scolari evitou comentar sobre a arbitragem e reconheceu a superioridade do adversário dentro de campo.

“O Internacional jogou melhor, teve mais qualidade. A minha equipe teve menos qualidade que. Vamos conversar e ver os erros que aconteceram, para não cometer em outros jogos. Os jogadores participaram de todos os jogos com toda a vontade que têm, às vezes, uma ou outra equipe é superior a nossa. Nós não somos imbatíveis. Ninguém morreu. Não tem nada. Perdemos uma competição. Outros perdem, outros ganham, alguém vai ganhar. Não tem que crucificar A ou B, temos que jogar futebol com a mesma qualidade que nós temos”, disse Felipão.

Os espaços no meio-campo palmeirense foi o principal motivo apontado pelo técnico para um maior volume de jogo da equipe gaúcha, que teve maior posse de bola e finalizou mais.

“Além da vontade e da qualidade do time do Internacional, nós não encurtamos no meio. O setor de meio estava dando muitas condições para que o Internacional pudesse tocar. No segundo tempo, mudou um pouco, ficou meio parelho. Só fomos equilibrar no segundo tempo, com a entrada do Moisés. Tinha que segurar o Inter bem antes, eles estavam comandando muitas ações. Não conseguimos fazer uma marcação para apertar e não ganhamos uma dividida no primeiro tempo. Esses detalhes fizeram com que o eles crescessem na partida. No segundo tempo equilibrou, foi para os pênaltis e pronto”, analisou.

O Palmeiras volta a campo, no sábado, às 19h. O time de Scolari visita o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela 11ª rodada do torneio.

Continue lendo

Destaque