Conecte-se Conosco

POLÍTICA

Conforme Bolsonaro, contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro - Divulgação Jair Bolsonaro/Redes Sociais

O governo federal determinou a revisão dos contratos da Petrobras que estão em vigor para patrocínios ligados ao setor de cultura. Em publicação hoje (21) no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro disse que a revisão tem o objetivo de “saber o que fazem com bilhões de reais da população brasileira”.

Lançado em 2003, o Programa Petrobras Cultural patrocina projetos de música, artes cênicas e audiovisual. De acordo com a empresa, mais de 4 mil ações já receberam ajuda do programa. A seleção dos projetos se dá por chamadas públicas e por escolha direta. A última chamada aberta pela companhia foi em 4 de dezembro do ano passado. A “Petrobras Música em Movimento 2018” tinha valor total previsto de R$ 10 milhões.

Retorno a Brasília

Depois de passar o feriado no litoral de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro deve retornar hoje (21) à capital federal. Ele chegou ao Forte dos Andradas, localizado no Guarujá, na última quinta-feira (18). Durante o feriado, o presidente aproveitou as instalações do forte para descansar e, a convite da Marinha, nesse sábado (20) fez um passeio na costa a bordo do Navio-Patrulha Guaporé (P45). À noite, saiu de moto pelas ruas do Guarujá vestindo uma camisa do jogador Neymar, do clube francês Paris Saint-German. O passeio de moto durou cerca de 20 minutos e, na volta, o presidente parou para atender admiradores, tirou selfies e conversou com a imprensa que o aguardava nas proximidades do forte.

Edição: Graça Adjuto

Continue lendo
Clique para comentar

POLÍTICA

Pedido de vista adia votação de projeto sobre prisão após segunda instância

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Senado

Pedido de vista coletiva adiou a votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da proposta que altera o texto constitucional para possibilitar a prisão após condenação em segunda instância. O projeto (PLS 166/2018), do senador Lasier Martins (Podemos-RS), altera o Código de Processo Penal (CPP) para determinar que “ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente em decorrência de condenação criminal por órgão colegiado ou em virtude de prisão temporária ou preventiva”.

Atualmente, o artigo 283 do CPP prevê que que a prisão só poderá ocorrer “em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado” ou, durante a investigação ou processo, de forma cautelar – temporária ou preventiva. A relatora, Juíza Selma (Podemos-MT), apresentou um substitutivo com alterações no texto.

De acordo com a presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), a proposta foi pautada nesta quarta-feira (20) após entendimento entre os senadores para que fosse priorizado o projeto, que tem a tramitação mais simples que a de uma proposta de emenda à Constituição. Por ser um projeto de lei, a matéria pode ser aprovada no Plenário apenas com maioria simples, portanto, de forma mais fácil que uma PEC, que exige o apoio de pelo menos 49 senadores.

Segundo a senadora, o acordo inclui a retirada de pauta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/2019, do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), que possibilita a execução provisória da pena após a condenação por órgão colegiado.

Continue lendo

POLÍTICA

Bolsonaro e senador Arolde de Oliveira cantam hino do Exército

Publicado

em

Presidente Jair Bolsonaro e o senador Arolde de Oliveira cantaram o hino da infantaria do Exército Foto: Agência Brasil/Fábio Rodrigues

O presidente Jair Bolsonaro e o senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) protagonizaram um momento especial durante uma cerimônia realizada no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (19). Os dois, que dedicaram parte da vida ao Exército Brasileiro, cantaram o hino da infantaria lado a lado.

O hino foi tocado em homenagem ao Dia da Bandeira, comemorado também nesta terça.

A cerimônia que reuniu o presidente Jair Bolsonaro e parlamentares foi realizada pelo Ministério da Educação, por ocasião do lançamento da Solenidade de Ampliação do Programa Educação Conectada nas Escolas e Comemoração do Dia da Bandeira.

O objetivo do programa é levar acesso à internet para mais de 27 milhões de alunos de escolas públicas pelo Brasil. Até 2020, o governo pretende estender o programa para mais de 70 mil escolas em 5,2 mil municípios. O investimento total será de R$ 224 milhões.

Continue lendo

POLÍTICA

Senador Kajuru passa mal e é atendido no plenário do Senado; Veja o vídeo

Publicado

em

Fonte/Foto: Poder 360

Congressista foi retirado de maca e levado a hospital particular, a sessão de votação foi suspensa.

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), 58 anos, passou mal nesta 3ª feira (19.nov.2019) no plenário do Senado. O congressista desmaiou e foi atendido por colegas enquanto o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), chamava o serviço média. A sessão para votação de destaques à PEC paralela da Previdência foi suspensa por conta do atendimento ao senador.

Responsável pelo 1º contato com o colega depois do mal súbito, o senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou que ele teve uma convulsão leve. “Teve uma pequena convulsão, mas não teve sofrimento cerebral nenhum”, disse.

Kajuru recobrou a consciência durante o atendimento no posto médico do Senado depois de ser removido do plenário de maca. Com os sinais vitais estabilizados, segundo assessoria, foi levado para 1 hospital particular em Brasília.


Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital