Conecte-se Conosco

Cidade

Cosanpa acelera recuperação de filtros e investe em obras de infraestrutura

Publicado

em

Foto: Reprodução/Fonte: Agência Pará

As obras nos filtros do Complexo Bolonha, responsável por 65% do abastecimento de toda a Região Metropolitana de Belém, seguem aceleradas para que o serviço seja 100% normalizado. Em coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (15), a Compania de Saneamento do Pará (Cosanpa) informou que, além deste trabalho, outras obras de infraestrutura estão em execução. O objetivo principal é recuperar a produção de água nos 16 filtros do sistema, que funciona apenas com oito atualmente.

“Com os filtros funcionando em sua totalidade, a produção aumenta para o dobro, que seria de 6,4 metros cúbicos por segundo. Acreditamos que, em setembro, a reforma será concluída e sairemos desse estágio de alerta, porque atendemos a população, mas, mediante qualquer interferência, precisamos parar por um tempo o abastecimento e a população sente. Com os filtros em operação, essas intervenções não serão percebidas”, afirmou o presidente do órgão, Márcio Coelho.

Na ocasião, o titular falou sobre as decisões tomadas após a companhia analisar dois diagnósticos: um financeiro e econômico, e outro técnico. O primeiro foi feito pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e aponta várias dificuldades operacionais do órgão, como o atendimento de apenas 50% da população do Estado, um sistema de coleta de esgoto praticamente inexistente e a inadimplência, próxima de 40%. “O estudo indica a necessidade de um investimento no serviço de água e esgoto nos 53 municípios que a Cosanpa atua”, destacou o presidente.

O segundo levantamento foi feito pela Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém (Amae), que havia estabelecido o conserto de equipamentos até o dia 1º de dezembro, porém, esse prazo não foi cumprido. A melhoria na estrutura das tubulações e a execução de serviços de manutenção também estavam entre as ações a serem executadas pela companhia até a data citada.

“Queremos esclarecer que, desde a gestão anterior, o problema existia e a crise de abril foi uma consequência”, ressaltou Márcio, garantindo que apenas o Complexo Bolonha foi afetado. A construção do sistema como um todo ocorreu em 1986 e teve sua segunda etapa concluída em 2010, porém, segundo a Cosanpa, a obra foi entregue desde o início com equipamentos sem operar.

A companhia analisou os riscos dos principais sistemas que opera – Belém, Santarém e Marabá – e informou que não possui equipamentos para solução imediata, mas, com os recursos de R$ 15 milhões disponibilizados pelo governador Helder Barbalho, é possível acelerar diversas ações para garantir que a população receba um serviço de qualidade e freqüente.

A manutenção dos filtros se faz essencial, principalmente, no período de chuva, visto que a turbidez da água nesta época triplica. Isso exige a limpeza desses equipamentos de 18 em 18 horas, o que ocorre de 36 em 36 horas em demais períodos.

Chat aperfeiçoado – Um ponto importante destacado na coletiva também foi a melhoria do chat que fica no site da Cosanpa. A partir de agora, é possível ter acesso ainda mais fácil a informações sobre os serviços oferecidos pela companhia, como segunda via de fatura, aferição de hidrômetro, falta de água, revisão de consumo, vazamento, inclusive sobre a situação do abastecimento no Bolonha. Caso o cidadão queira informações detalhadas ou outro serviço, é direcionado para o atendimento personalizado.

Também estão entre as ações da Cosanpa a compra de equipamentos reservas pra mitigar os riscos de paradas maiores. “Já estamos, inclusive, licitando um transformador para backup em caso de uma nova situação. A companhia está empenhada em fazer isso o mais rápido possível. Com a modernização, conseguiremos fazer uma setorização, então quando tivermos problema ou interferência, não afetará todos os bairros. Teremos condições de planejar melhor, impactando o menor número de pessoas”, concluiu o presidente da Cosanpa.

Participaram também da coletiva de imprensa o diretor de Mercado da companhia, Maurício Almeida; o diretor de Expansão e Tecnologia, Nagib Charone; e o diretor de Operação em exercício, Haroldo Martins.

Por Natália Mello

Continue lendo
Clique para comentar

Cidade

Iniciou hoje operação especial da PRF nas rodovias para feriado de Semana Santa

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou hoje (18) nas estradas fluminenses uma operação especial para o feriadão de Semana Santa. Mais de 800 agentes reforçarão, até a meia-noite de domingo (21), o policiamento nas principais rodovias, em dias e horários de maior volume de acidentes e criminalidade.

Segundo a PRF, as maiores preocupações dos agentes são com a embriaguez ao volante, o uso de cinto de segurança e do assento especial para crianças.

No Rio de Janeiro, as principais rodovias federais que receberão reforço serão a Niterói-Manilha (BR-101), Rio-Santos (BR-101), Presidente Dutra (BR-116), Washington Luiz (BR-040) e Ponte Rio-Niterói (BR-101).

Rodoviária

A Rodoviária do Rio de Janeiro deverá ter a movimentação de 244 mil pessoas de hoje até quarta-feira (24), já que, no estado do Rio, a terça-feira (23), também é feriado (Dia de São Jorge). Estão sendo oferecidos 8.540 ônibus, dos quais 1.320 são extras.

Os destinos mais procurados são as regiões dos Lagos, serrana e da costa verde, além de Ouro Preto (MG), Tiradentes (MG), Belo Horizonte (MG), São Paulo e Aparecida do Norte (MG).

Continue lendo

Cidade

Previsão de tempo nublado e chuva em todas as regiões no feriado da Semana Santa

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O boletim com a previsão do tempo e horário das marés para o feriado da Semana Santa, a partir de quinta-feira (18) até domingo (21), foi divulgado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) nesta quarta-feira (17). A Diretoria de Meteorologia, Hidrologia e Mudanças Climáticas e o Centro Integrado de Monitoramento Ambiental informam que a previsão é de tempo instável para a faixa norte do território paraense e chuvas mais intensas para as tardes do final de semana no nordeste e na Região Metropolitana de Belém (RMB).

Para o Baixo Amazonas, no oeste do Pará, estão previstas chuvas fracas isoladas e chuviscos durante as manhãs. Já para o sudeste e sudoeste é esperado tempo variando entre parcialmente nublado e nublado, com chuvas apenas para o norte dessas regiões.

Região Metropolitana – As manhãs de quinta-feira e Sexta-feira Santa terão, de acordo com o boletim, tempo variando entre parcialmente nublado a nublado. Para a tarde há previsão de céu nublado, com momentos de céu encoberto e pancadas de chuvas, de intensidade fraca a moderada, acompanhadas de trovoadas isoladas. Para o início das noites, chuvas fracas e chuviscos em pontos localizados. Temperaturas com máxima de 32ºC e mínima de 24ºC.

No sábado (20) e domingo (21) a tendência é de manutenção de instabilidade atmosférica. Na manhã de sábado, tempo entre parcialmente nublado a nublado, enquanto para a manhã de domingo de Páscoa há probabilidade de curto período de sol, com poucas nuvens. Durante os períodos vespertinos, pancadas de chuvas de intensidade moderada a forte, principalmente para domingo. Início das noites com probabilidade de chuvas leves em áreas isoladas. Temperaturas variando entre máximas de 32º a 33ºC, e mínimas de 24º e 23ºC.

Nordeste – Na quinta-feira (18) e sexta-feira (19), as manhãs têm previsão de tempo entre parcialmente nublado a nublado, com possibilidade de chuva fraca e chuviscos em áreas isoladas no fim do período. Tardes e início de noites com predominância de tempo nublado e chuva de intensidade fraca a moderada. Temperaturas de 31ºC até 23º a 24ºC, em Salinópolis.

O período matutino do final de semana terá tempo nublado no sábado e parcialmente nublado no domingo de Páscoa. Ao longo das tardes, espera-se tempo nublado e momentos de céu encoberto com chuvas fracas a moderadas, em formas de pancadas, principalmente para o domingo. Início de noites com previsão de chuvas fracas e chuviscos em pontos isolados. Temperaturas oscilando de 30º a 31ºC, máxima, e 24ºC, mínima, em Castanhal.

Sul – No sudeste e sudoeste, para as manhãs do final da Semana Santa é esperado tempo entre parcialmente nublado a nublado. Tardes com previsões de pancadas de chuvas sobre a porção norte, principalmente no sábado e domingo. Durante as chuvas são esperadas trovoadas. As noites oscilarão entre céu nublado e com poucas nuvens. Temperaturas máximas de 32ºC e 33ºC, e mínimas de 24ºC e 25ºC, em Marabá.

Baixo Amazonas/Calha Norte – Para as manhãs de quinta e sexta-feira há previsão de tempo nublado, com chuvas fracas e chuviscos em áreas isoladas. Tardes com tempo entre parcialmente nublado a nublado, com possibilidade de chuviscos em áreas isoladas. Noites variando entre parcialmente nubladas a nubladas. Temperaturas com máximas de 30º e 31ºC, e mínimas de 23º e 24ºC, em Santarém.

Para as manhãs do final de semana a tendência é de tempo variando entre sol com nuvens esparsas a céu parcialmente nublado. Nas tardes, condições de tempo entre parcialmente nublado a nublado, além de chuvas de intensidade fraca durante as tardes e início das noites. Os termômetros devem registrar máximas de 30º e 29ºC, e mínimas de 24ºC, em Santarém.

Marajó – Manhãs de quinta e sexta-feira com previsão de tempo parcialmente nublado a nublado. Para as tardes são esperadas chuvas de intensidade fraca a moderada, acompanhadas de trovoadas. Noites com nebulosidade variável e chuva fraca e chuviscos. Temperaturas com máxima de 32ºC e mínima de 24ºC.

Sábado e domingo terão manhãs com tempo variando entre parcialmente nublado a nublado. Tardes nubladas a encobertas, com chuvas moderadas a fortes. Durante as chuvas são esperadas trovoadas e rajadas de vento. Noites com nebulosidade variável e possibilidade de chuva fraca e chuviscos em áreas isoladas. Temperaturas do ar variando, com máximas de 31º e 30ºC, e mínimas de 24ºC, em Breves.

Marés – As marés altas em Belém, na quinta-feira, vão atingir 3,5 metros às 10h47 e às 23h09; na sexta-feira, a preamar vai alcançar 3,6 m às 11h26 e às 23h49; no sábado, a maré cheia chegará a 3,6 m às 12h02, e no domingo, a 0h26 e às 12h37.

Salinópolis – Nas praias oceânicas do município de Salinópolis as marés altas, na quinta-feira, vão chegar a 5 metros às 06h53 e às 19h15; na sexta-feira, a 5,2 m às 7h32 e às 19h55; no sábado, as marés vão atingir 5,2 m às 8h08 e 5 m às 20h32, e no domingo, a 5,2 m às 8h43 e às 21h08.

Mosqueiro – Na ilha de Mosqueiro (distrito de Belém), as praias de água doce terão marés de 3,6 metros de altura às 09h53 e às 22h15; na sexta-feira, as marés altas chegarão a 3,8 m às 10h32 e às 22h55; no sábado, alcançarão 3,8 m às 11h08 e 3,6m às 22h32; e no domingo a preamar terá 3,8 m de altura às 11h43.

Por Ronan Frias

Continue lendo

Cidade

Mais de 1,8 tonelada de pescado sem nota fiscal foram apreendidos

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Na manhã desta quarta-feira (17), cerca de 300 quilos de pirarucu e mais de uma tonelada e meia de outras espécies de pescado sem procedência e nota fiscal, além de diversos produtos de origem chinesa, como equipamentos eletrônicos, foram apreendidos no furo do Carnapijó, próximo ao município de Barcarena, na região do Baixo Tocantins, por quase 15 policiais. A embarcação que transportava a carga foi conduzida até um porto, em Belém.

A apreensão resultou de um trabalho conjunto do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Companhia Fluvial, Delegacia Fluvial, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Receita Federal, que intensificaram as atuações nos rios do Pará no período da Semana Santa.

Foi lavrado pela equipe do Ibama um auto de infração, devido aos alimentos apreendidos, que estavam sem nota fiscal, e a Receita Federal instaurou um inquérito relativo aos produtos importados. “O objetivo da operação integrada é dar maior tranquilidade aos usuários dos transportes fluviais durante o feriado religioso, e realizar abordagens em embarcações de transportes de passageiros e cargas, para prevenir ações de piratas, tráfico de drogas e outros delitos que costumam aumentar com o fluxo de pessoas”, ressaltou o titular do Gflu, delegado Arthur Braga.

Por Aline Saavedra

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com