Conecte-se Conosco

CIDADE

Cosanpa atende pedidos de moradores após reunião sobre residenciais de Icoaraci

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Publicado

em

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) recebeu moradores dos residenciais Viver Maracá e Quinta dos Paricás, em Icoaraci, distrito de Belém, nesta segunda-feira (24). O encontro foi para discutir a situação do abastecimento de água nesses condomínios, que possuem sistemas construídos pelos programas “Minha Casa, Minha Vida” e que foram entregues para a operação do órgão estadual. A reunião contou com a presença do presidente da Companhia, José Antonio De Angelis, e o Secretário de Habitação de Belém, Maikenn Souza.

Os dois residenciais foram construídos pelos programas do governo municipal, “Viver Belém”, e federal, “Minha Casa Minha Vida”, em uma parceria da Prefeitura Municipal de Belém e o Governo Federal. O residencial Viver Maracá, bairro Maracacuera, foi entregue pela prefeitura em julho do ano passado, e possui 550 apartamentos. Abastecido pelo poço do bairro de Águas Negras, em Icoaraci, tem a medição da água feita de forma individualizada e por hidrômetro, um aparelho de precisão que mede e registra o consumo de água.

Os moradores pediram que uma equipe técnica da Cosanpa avalie a qualidade da água que está sendo distribuída para o residencial. “Nós já estávamos em contato com o secretário da Sehab e ele disse que o presidente da Cosanpa estava disposto a nos receber e nos ouvir. Poucas pessoas nos dão essa oportunidade. Nos reunimos com o seu José Antonio de Angelis, expomos todos os nossos problemas e estamos saindo daqui acordados e aguardando a visita de equipes da Cosanpa no nosso condomínio, foi uma reunião muito produtiva”, contou Marcilene Vilhena, moradora do residencial Viver Maracá.

De Angelis enfatizou o compromisso da Cosanpa em busca de soluções para satisfazer o cliente. “Eu vou solicitar para que seja feita a análise da água que está saindo do nosso poço e também da que está chegando na casa dos moradores. Vou pedir também que seja feita uma vistoria no poço do Águas Negras e, se for necessário, uma limpeza. Equipes vão até o local fazer ações sociais sobre o uso racional da água e explicar como funciona a tarifa da Cosanpa. Estaremos dentro do condomínio para atender aos moradores e tirar as dúvidas de cada um”.

Quinta dos Paricás – O segundo residencial teve a primeira e segunda etapas do entregues no primeiro semestre desse ano, e a terceira ainda está em andamento. O condomínio tem sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto próprios. Entre os assuntos debatidos esteve o valor das contas.

“Nós viemos aqui fazer reclamações semelhantes às dos moradores do Viver Maracá, também estamos com problemas com a qualidade da água e nossas contas estão vindo muito altas”, explicou Fernando Souza, morador do residencial Quinta dos Paricás.

O titular da Cosanpa informou aos moradores que será feita uma revisão nos valores das contas e, se houver cobrança injusta, o valor será descontado. José De Angelis esclareceu também que todos os moradores têm hidrômetros, aparelho que mede o consumo dos clientes e é a forma mais justa de cobrança, já que o cliente paga pelo que consome. Além disso, o medidor ajuda a identificar perdas entre a produção e a distribuição de água, quando há vazamentos, por exemplo.

Ficou definido que a equipe técnica da Cosanpa também irá até o residencial Quinta dos Paricás para que sejam feitas as análises da água e dos hidrômetros. Ações sobre uso consciente da água também serão realizadas pelas equipes sociais da Companhia.

“Fiquei muito feliz com essa reunião. A Cosanpa abriu as portas pra Sehab e para os moradores, dando voz para cada representante. Eu, em nome da Sehab, me comprometo a ajudar a Companhia com essas ações, vamos dar suporte, caminhar juntos”, pontuou o secretário de Habitação de Belém, Maikenn Souza.

Continue lendo
Clique para comentar

CIDADE

ERP Summit promove painel para discutir o impacto da LGPD nas empresas

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Ink. Comunicação

O ERP Summit – maior evento da América Latina sobre software e gestão – irá realizar o “Painel LGPD: O cenário atual, perspectivas reais e o impacto no dia a dia das empresas”.

A proteção de dados pessoais vem sendo um dos assuntos mais discutidos atualmente dentro do segmento de TI. Isso ocorre, pois as novas regras relacionadas à gestão de dados entrarão em vigor a partir de agosto deste ano, após um período de 24 meses da sua promulgação.

Pensando em atender as demandas, que irão surgir como fruto desse novo cenário, o ERP Summit promove o painel que irá contar com a participação de Flavio Xandó Baptista, colunista especialista em TI e editor na PapoFácil, Carolina Gladyer Rabelo, Diretora Jurídica e Institucional da ABBC, Andriei Gutierrez, líder do Comitê Regulatório da ABES, André Bottecchia Cilurzo, Diretor Associado da ICTS Protiviti, Gileno Barreto, Diretor Jurídico e de Governança e Gestão do Serpro e Carlos Hopf, Diretor de Operações da IBM Brasil.

“Conseguimos montar um painel de altíssimo nível, com muita expertise sobre o assunto. Estou certo que será esclarecedor, pois seus integrantes não só estão diretamente envolvidos na discussão e aplicação dos procedimentos de adequação à Lei, como também representam alguns dos setores mais sensíveis ao tema, como o Bancário e o Governo”, explica o Fundador do Grupo Portal ERP e organizador do ERP Summit, Luciano Itamar.

De modo geral, as diretrizes da LGPD determinam que as empresas só poderão coletar, armazenar ou tratar os dados das pessoas físicas com a autorização do chamado “titular dos dados”, ou seja, das pessoas às quais se referem as informações em questão, que podem ser relacionadas a nomes, endereços, telefones, e-mails, características físicas, localização, hábitos, preferências, e afins.

O ERP Summit chega a sua 4ª edição no Brasil tendo como tema central: “O software como agente da transformação humana e dos negócios”, no Expo Center Norte, na capital paulista, de 14 e 15 de abril de 2020.

A LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados – nº 13.709/2018 – foi aprovada em agosto de 2018 e entrará em vigor em agosto de 2020. Trata-se de uma legislação que determina como dados de cidadãos podem ser coletados e tratados, e que prevê punições para transgressões.

Esse prazo de dois anos foi dado para que as empresas tenham tempo suficiente para se estruturar e conseguir colocar em prática as novas exigências de proteção e transparência no tratamento das informações de seus clientes e usuários.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais estabelece uma série de regras que empresas e outras organizações atuantes no Brasil terão que seguir para permitir que o cidadão tenha mais controle sobre o tratamento que é dado às suas informações pessoais. A nova lei atingirá toda e qualquer atividade que envolva utilização de dados pessoais, incluindo o tratamento pela internet, informações de candidatos participantes de processos seletivos, empregados, entre outros.

O evento

Dividido em Congresso e Expo, o evento consolida-se como a principal agenda de empresários, CEOs, VP’s, CIOs, CTOs, CFOs, diretores e gestores para abordarem as tendências, evolução e networking sobre a utilização de softwares na gestão das empresas. O evento é voltado, não apenas para profissionais do setor tecnológico, mas também para quem compreende o investimento em tecnologia como fundamental para o crescimento do negócio. A expectativa para este ano é de aproximadamente 8 mil visitantes e os ingressos variam de R$ 500 a R$ 3000.

Além da área de exposição, os dois dias significam também uma ampliação na grade de conteúdo, na qual as quatro plenárias e oito auditórios, divididos pelos setores de mercado (Agro, Indústria, Varejo, Serviços, Distribuição e Logística, Cloud, Tech e outros segmentos), vão disponibilizar ao participante cerca de 150 palestras.

Seu principal objetivo é levar competitividade às empresas passa pela adequada utilização de software de gestão e por conta disso, grandes nomes do mercado, profissionais reconhecidos e todos os envolvidos no setor, se reunirão para discutir as tendências, caminhos e a evolução para a área de software no Brasil.

Serviço

ERP Summit 2020 – Brasil
Data: 14 e 15 de abril de 2020
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, nº 333 – Vila Guilherme, São Paulo/SP.
Inscrições: https://erpsummit.com.br/

Continue lendo

CIDADE

Marido da deputada Nilse e Diretor da ESMAC é assassinado

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: A Província do Pará

O empresário, professor e diretor da ESMAC, faculdade de Ananindeua, Amintas José Pinheiro, que no auge dos seus 62 anos foi assassinado a tiros, por volta das 23h desta quarta-feira, 5.

O crime ocorreu após a vítima parar em um sinal da avenida Independência, o veículo no qual ele estava foi emparelhado por uma moto preta, em frente ao complexo do conjunto Catalina, no bairro do Mangueirão, em Belém. Os meliantes abordaram o carro em que a vitima se encontrava e disparam contra o motorista.

O empresário ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Belém, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer em seguida.

Imagem: Wagner Almeida/Diário do Pará

Em seu perfil no Instagram a Deputada colocou uma Nota de Falecimento

Continue lendo

CIDADE

COBRAPOL: Mobilização total nos estados e em Brasília pela aposentadoria policial

Publicado

em

Foto: Reprodução /

A COBRAPOL, através de seu presidente, André Luiz Gutierrez, após reunião em Brasília no último dia 15 de janeiro, que contou com a presença de lideranças da categoria de todo país, está promovendo uma grande mobilização em todo país em defesa da aposentadoria policial.

Os policiais civis, através de seus sindicatos e federações estaduais e regionais, estão sendo convocados a participar de manifestações nos Estados, na próxima terça-feira, 4 de fevereiro. O objetivo central dessas mobilizações é sensibilizar os parlamentares dos entes federativos sobre a importância da aposentadoria policial (isonomia com os policiais militares), com respeito aos princípios da paridade e integralidade, principalmente nos Estados onde está sendo discutida a mudança no sistema previdenciário, ou mesmo naqueles onde a reforma já aconteceu contrariando os interesses da categoria. Essas manifestações acontecerão, preferencialmente, nas assembleias legislativas estaduais.

A Confederação também está mobilizando suas lideranças para, entre os dias 10 e 14 de fevereiro, promoverem contatos com os deputados federais em Brasília, em razão da tramitação da PEC 133/2019 (PEC Paralela), já aprovada no Senado Federal e, hoje, em tramitação na Câmara dos Deputados. O foco desse trabalho será também a busca da isonomia com os policiais militares, a condenação de toda e qualquer discriminação e a defesa da constitucionalização da aposentadoria policial – segurança jurídica fundamental para evitar prejuízos nas reformas que estão sendo promovidas nos Estados.

Ainda no dia 19 de fevereiro, a COBRAPOL estará realizando uma mobilização nacional da categoria para a doação de sague nos hemocentros de todos os Estados com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a importância da causa pela qual a entidade luta. A COBRAPOL informa, ainda, que outras datas poderão ser definidas de acordo com o calendário de tramitação da PEC 133.

Segundo Gutierrez, “essa luta não pertence apenas à nossa categoria, mas a todos profissionais de segurança e a toda sociedade, pois, eventuais retrocessos nos benefícios previdenciários representará um brutal desestímulo ao ingresso na carreira de novos policiais, assim como uma desvalorização dos que já se encontram no exercício de missão tão importante para a segurança da sociedade brasileira e do cidadão”.

SINDPOL: Presidente José Pimentel Vice- Presidente Pablo Farah
Reportagens: Júnior Campos.
Fonte: Cobrapol.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital