Conecte-se Conosco

BELÉM

Edmilson criará o programa renda mínima na PMB

A Província do Pará / Roberto Barbosa/ Foto Reproção

Publicado

em

O deputado federal Edmilson Rodrigues é o candidato prefeito de Belém pelo PSOL, cuja convenção aconteceu na tarde do dia 16 de setembro no Hotel Sagres, no bairro de São Brás, em Belém, em meio a grande comoção e movimentação de correligionários e simpatizantes que ainda lembram de quando o parlamentar governou a capital paraense por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2004.

Edmilson Rodrigues concedeu entrevista exclusiva para A Província do Pará alguns minutos antes de começar seu pronunciamento na convenção que lhe oficializou como candidato ao lado do ex-deputado estadual Edilson Moura, na coligação “Belém de novas ideias”, formada pelo PSOL, PT, Rede, UP, PCdoB e PDT.

Para começar, Edmilson Rodrigues se disse muito feliz e honrado por ver este jornal novamente em funcionamento, a defender os interesses do Pará conforme sempre fez ao longo de quase 150 anos de existência, agora, integrando o Grupo Carlos Santos, cujo titular teve a oportunidade de governar do Estado do Pará.

De acordo com o candidato, este é um momento muito ímpar em sua vida política, posto que tem a oportunidade efetiva voltar a governar a cidade de Belém, com o mesmo entusiasmo que teve quando assumiu a prefeitura pela primeira vez em 1997. “Sinto-me como um menino que acabou de ganhar um presente, que está diante de algo novo e fascinante a desbravar. Sinto-me com o esmo entusiasmo que tive na primeira vez, com a mesma garra, com a mesma força e com a mesma vontade de trabalhar pelo povo de Belém, especialmente as pessoas mais humildes, que estão desempregadas, que estão sem verbas para sobreviverem. Vamos governar para essas pessoas; vamos fazer uma prefeitura de Belém dinamizada, moderna”, acrescentou Edmilson Rodrigues, que pretende criar políticas econômicas voltadas para a inclusão social, resgatando o trabalhador desempregado e o trabalhador informal.

Destacou o candidato que, na primeira vez que foi prefeito, o orçamento da Prefeitura de Belém era de cerca de R$ 300 milhões e hoje este valor subiu para R$ 4 bilhões. Todavia, pondera que a população da capital do Estado continua em franco crescimento. “Mas podemos fazer um governo com a participação popular, trabalhando com as pessoas que realmente amam Belém e com políticas voltadas para dar atenção para toda a cidade”.

Entende Edmilson Rodrigues que a população pobre precisa de muita atenção, posto que o abandono e a falta de oportunidades geram tristeza, violência. “É por isso que estamos nos candidatando novamente, porque a gente ama Belém e quem ama, cuida. Hoje, os problemas são muito maiores e as dificuldades para enfrentar esses problemas também são muito maiores”.

RENDA MÍNIMA

Caso seja eleito prefeito de Belém, é intenção de Edmilson Rodrigues implantar o programa de Renda Mínima para atender especialmente as pessoas que estão residindo nos bolsões da pobreza onde a fome está causando o caos social. Recordou que, quando assumiu a prefeitura pela primeira vez, seu primeiro ato foi criar o programa bolsa escola. Desta vez, Edmilson Rodrigues entende que não poderá repetir o programa, pois a situação é outra. No entanto, destaca a necessidade de combater a fome. “A fome não espera, a fome tem pressa. Não se pode pensar numa cidade de paz quando boa parte da população está desesperada na fome, abaixo da linha da pobreza”.

Para Edmilson Rodrigues, a partir do momento em que o prefeito começa a se voltar para o combate a este tipo de mal, a cidade começa a se ajeitar no aspecto da paz. “A gente tem de resgatar a dignidade das pessoas, a gente precisa combater a fome para que Belém seja transformada na capital mundial do respeito por ter respeito com a dignidade humana, respeito com a diversidade de religião, respeito com a ética, respeito com as pessoas como um todo, enfim, o respeito com as políticas públicas de educação e de saúde”.

Disse ainda Edmilson Rodrigues que há duas bandeiras fundamentais que alicerçam sua candidatura na atual conjuntura, que é a implantação da renda mínima e o apoio às micro, pequenas e empresas de médio porte para que se mantenham em atividades gerando emprego e renda. “Não será mais um banco do povo em si, como no passado, mas uma ideia renovada no campo das tecnologias que hoje estão disponíveis, e tudo dentro da mais absoluta transparência pelas redes sociais, a fim de que a população possa monitorar o nosso trabalho e a gente também possa monitorar os locais que não estão bem, que não estão funcionando a contento.

TRANSPORTE

Por fim, Edmilson Rodrigues diz entender ser necessário repensar a situação do transporte público, da mobilidade urbana. No entanto, frisa que assim como a cidade está crescendo a cada dia, também mudaram as estruturas. Hoje há a conscientização para o transporte popular da bicicleta e, nesta linha, é sua intenção aumentar a malha cicloviária da capital paraense. “Nossa intenção é facilitar o máximo possível a vida das pessoas. São milhares de pessoas que utilizam este veículo tão popular, tão saudável do ponto de vista econômico e ambiental, mas essas pessoas precisam ser incentivadas”, explica o deputado, acrescentando que seu governo irá olhar com carinho todos os pontos, para que nada fique esquecido e que a modernidade para o setor de mobilidade urbana será a grande novidade em seu governo.

BIOGRAFIA

Edmilson Rodrigues foi o deputado federal mais votado do Estado do Pará em 2018 com 184 mil votos. O desempenho nas urnas foi fruto de décadas de trabalho e dedicação ao longo em defesa de diretos sociais.

Professor, arquiteto, autor de livros e Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo, Edmilson Rodrigues começou a trajetória como professor da rede pública estadual, ocasião em que fundou e foi primeiro presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp). Hoje, ele é professor efetivo do Estado e também da Universidade Federal da Amazônia (UFRA).

Em 1996 foi eleito prefeito de Belém (1997-2000) e o primeiro a ser reeleito (2001-2004). A gestão de Edmilson marcou a história de Belém com grandes projetos e ações na capital, que são lembrados até hoje.

A carreira política dele também traz três mandatos de deputado estadual (1987-1990, 1991-1994 e 2011-2014) e dois de deputado federal (2015-2018 e 2019 aos dias atuais). No primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Pará, ele atuou na elaboração da Constituição do Estado do Pará, promulgada no dia 9 de outubro de 1989. Em 2010, atingiu a votação recorde na eleição para aquela Casa com 85 mil votos. Já na Câmara Federal, tem se destacado a cada ano em premiações de reconhecimento ao trabalho dele.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4552