Conecte-se Conosco

Esportes

Em audiência de recurso, Del Nero tentará deslegitimar tribunal da Fifa

Publicado

em

Após polêmica na Fifa, Del Nero pede anulação de sua pena. Foto: Fábio Motta/Estadão

A audiência ocorrerá em Zurique e seus advogados estarão presentes. Mas Del Nero, que não pode sair do Brasil sob o risco de ser preso e extraditado aos Estados Unidos, participará por videoconferência.

Sua linha de defesa será a de que seu banimento foi um ato político e que os investigadores da Fifa não produziram um só documento contra ele, apesar de dois anos de apuração do caso.

O brasileiro foi banido do futebol, deixou a presidência da CBF e pagou uma multa milionária. A Fifa alegou que a punição ocorreu diante do resultado dos inquéritos da Justiça dos Estados Unidos que apontaram para suspeitas de corrupção por parte de Del Nero na CBF e na Conmebol.

Sem jamais ter saído do Brasil desde maio de 2015, o ex-cartola conseguiu evitar ser detido e extraditado aos Estados Unidos, como ocorreu com José Maria Marin, já condenado e sentenciado, tendo sido detido na Suíça.

Del Nero não tem pretensões de voltar ao comando do futebol brasileiro. Mas quer tentar derrubar sua punição. Para isso, vai usar as revelações feitas por jornais e revistas europeias, no final de 2018, e que mostraram como não existiria uma independência de fato do Comitê de Ética da Fifa e nem de sua principal investigadora, a colombiana Maria Claudia Rojas.

As revelações da revista alemão Der Spiegel, por exemplo, mostram como o presidente da Fifa, Gianni Infantino, manobrou a própria reforma do código de ética da entidade. As regras teriam de ser desenhadas por Maria Claudia Rojas. Na época, a Fifa rejeitou qualquer irregularidade nos contatos entre Infantino e a elaboração dos documentos.

A própria nomeação de Rojas, porém, foi alvo de polêmicas, ainda em 2016. Ela foi escolhida para o cargo, ainda que não falasse inglês, substituindo ao suíço Cornel Borbély, demitido sem qualquer motivo aparente por Infantino.

Por dois anos, nenhum documento foi produzido por seu escritório contra Del Nero, ainda que houvesse uma investigação preliminar contra ele. Durante esse período, Infantino chegou a visitar o brasileiro na CBF e até ganhou uma camisa da seleção brasileira com seu nome nas costas.

O processo apenas avançou quando, nos EUA, os procuradores apresentaram provas contra Marin e que citavam Del Nero. Os documentos foram repassados para a Fifa que, em questão de dias, afastou o brasileiro.

Outro argumento da defesa de Del Nero é de que um dos juízes que participou da avaliação do seu caso foi detido por suspeitas de corrupção na Malásia, tendo renunciado a seu cargo na Fifa. O vice-presidente do Comitê de Ética da Fifa, Sundra Rajoo, foi preso ao viajar de Zurique para seu país, a Malásia. Ele é acusado de crimes de corrupção e fraude.

Tradicionalmente, um recurso na Fifa dificilmente é revertido. Se sua punição for mantida, Del Nero ainda promete levar o caso para a Corte Arbitral do Esporte.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Brasil e Bolívia abrem hoje a Copa América

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

A seleção brasileira, anfitriã da edição da Copa América 2019, abre hoje (14) o torneio enfrentando a seleção da Bolívia, às 21h30, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O Brasil já conquistou oito vezes o torneio, quatro delas quando sediou a competição. A última vez que ganhou a competição foi em 2007.

A Bolívia ganhou o torneio em uma ocasião, em 1963, quando disputou a competição como país organizador.

Mais de 67 mil ingressos já foram vendidos para a partida de abertura do torneio.

O árbitro do jogo será o argentino Nestor Pistana. Ele será auxiliado por Hernán Maldana e Juan P. Belatti, também argentinos. O quarto árbitro será o equatoriano Roddy Zambrano.

“O Brasil vai ser um adversário difícil, com o apoio do seu povo, e é candidato a ganhar a Copa, mas nos preparamos bem, corrigimos erros, jogamos amistosos e estamos confiantes de que chegaremos da melhor maneira”, disse o goleiro Carlos Lampe, da Bolívia.

O jogador Casemiro, da seleção brasileira, considera que será uma partida complicada contra a Bolívia. “A seleção de Bolívia está muito bem preparada, principalmente na parte defensiva”.

Copa América

A Copa América 2019 será disputada pelos dez países integrantes da Conmebol e por dois países convidados, Japão e Catar. Os jogos serão realizados em cinco cidades: Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Na primeira fase, os 12 países foram divididos em três grupos.

O Brasil está no Grupo A e pegará as seleções da Bolívia, Venezuela e Peru. O Grupo B é formado pelas equipes da Argentina, da Colômbia, do Paraguai e do Catar. Fazem parte do Grupo C o Uruguai, o Equador, o Chile e o Japão.

Classificam-se para as quartas de final os dois primeiros colocados de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados. A partir dessa fase, os jogos serão eliminatórios.
O atual campeão da competição é o Chile.

Cerimônia de abertura

Pouco antes do início da partida de hoje, às 21h10, haverá a cerimônia de abertura. Ela terá 10 minutos de duração, vai contar a história do sonho de 12 crianças, cada uma delas representando um dos países que disputarão a competição. Segundo a organização, essa história será dividida em duas partes: a segunda parte será contada no encerramento.

Durante a cerimônia será cantada a música-tema da Copa América deste ano, Vibra Continente, que será apresentada por Léo Santana e pela colombiana Karol G.

O presidente Jair Bolsonaro deverá acompanhar o primeiro jogo da seleção.

Continue lendo

Esportes

Copa feminina: Argentina, Japão e Inglaterra jogam nesta sexta-feira

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

Nesta sexta-feira(14), as japonesas (campeãs em 2011) entram em campo com a missão de vencer as escocesas, estreantes em Copas do Mundo. Na primeira rodada, o Japão ficou em um empate de 0 a 0 contra a Argentina. Para o jogo de hoje, o técnico Asako Takakura deve mexer no time titular e forçar um ataque mais agressivo. Já a treinadora da Escócia, Shelley Kerr, vai reforçar o meio-campo e melhorar o ataque.

A estreante Jamaica vai insistir na primeira vitória em uma Copa do Mundo diante da Itália. Para isso, precisa melhorar a defesa e mostrar mais criatividade no meio-campo. A Itália, que surpreendeu na primeira rodada ao vencer a Austrália, fez ajustes táticos para vencer a segunda partida e alcançar a liderança do grupo C.

A Argentina comemorou o empate com o Japão na primeira rodada e agora tem mais uma adversária difícil pelo caminho, a Inglaterra. As inglesas precisam da vitória para manter a liderança do grupo D.

Japão x Escócia

As duas seleções só se enfrentaram em jogos amistosos. E mesmo assim, há bastante tempo. Nos dois encontros, o Japão venceu. Em 2006 goleou por 4 a 0; e em 2007 ganhou de 2 a 0.

Pelo Grupo D, Japão enfrenta a Escócia, às 10h, no estádio Roazhon Park, em Rennes.

Jamaica x Itália

Confronto inédito.

Pelo Grupo C, Jamaica joga contra a Itália às 18h, no estádio Auguste-Delaune, em Reims.

Inglaterra x Argentina

As argentinas não guardam boas recordações do único jogo que já tiveram contra as inglesas. Na copa de 2007, a Inglaterra goleou a Argentina por 6 a 1 na fase de grupos.

Pelo Grupo D, Inglaterra encara a Argentina às 16h, no estádio Océane, em Le Havre.

Continue lendo

Esportes

Neymar irá depor nesta quinta com segurança reforçada

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

O jogador Neymar deve prestar depoimento na tarde desta quinta-feira (13) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. Para isso, a Polícia Civil da cidade prepara um esquema de segurança especial.

O atacante é acusado de agressão e estupro pela modelo Najila Trindade. Ela alega que o abuso teria ocorrido quando visitava Neymar em Paris, na França.

Advogados do jogador visitaram, nos últimos dias, a delegacia para verificarem as condições do prédio e como proceder com as questões de segurança. Atualmente, Neymar tem usado muletas já que sofreu uma contusão no jogo da Seleção Brasileira contra Honduras na semana passada. O depoimento do jogador será dado para a delegada Juliana Bussacos.

A previsão é que Neymar chegue em um helicóptero e desembarque em algum ponto da Zona Sul paulista. De lá, ele deve seguir de carro até a 6ª DDM. A rua da delegacia será bloqueada para o trânsito e grades serão instaladas para evitar a entrada de curiosos, segundo informações do portal G1.

Continue lendo

Destaque