Conecte-se Conosco

Esportes

Em audiência de recurso, Del Nero tentará deslegitimar tribunal da Fifa

Publicado

em

Após polêmica na Fifa, Del Nero pede anulação de sua pena. Foto: Fábio Motta/Estadão

A audiência ocorrerá em Zurique e seus advogados estarão presentes. Mas Del Nero, que não pode sair do Brasil sob o risco de ser preso e extraditado aos Estados Unidos, participará por videoconferência.

Sua linha de defesa será a de que seu banimento foi um ato político e que os investigadores da Fifa não produziram um só documento contra ele, apesar de dois anos de apuração do caso.

O brasileiro foi banido do futebol, deixou a presidência da CBF e pagou uma multa milionária. A Fifa alegou que a punição ocorreu diante do resultado dos inquéritos da Justiça dos Estados Unidos que apontaram para suspeitas de corrupção por parte de Del Nero na CBF e na Conmebol.

Sem jamais ter saído do Brasil desde maio de 2015, o ex-cartola conseguiu evitar ser detido e extraditado aos Estados Unidos, como ocorreu com José Maria Marin, já condenado e sentenciado, tendo sido detido na Suíça.

Del Nero não tem pretensões de voltar ao comando do futebol brasileiro. Mas quer tentar derrubar sua punição. Para isso, vai usar as revelações feitas por jornais e revistas europeias, no final de 2018, e que mostraram como não existiria uma independência de fato do Comitê de Ética da Fifa e nem de sua principal investigadora, a colombiana Maria Claudia Rojas.

As revelações da revista alemão Der Spiegel, por exemplo, mostram como o presidente da Fifa, Gianni Infantino, manobrou a própria reforma do código de ética da entidade. As regras teriam de ser desenhadas por Maria Claudia Rojas. Na época, a Fifa rejeitou qualquer irregularidade nos contatos entre Infantino e a elaboração dos documentos.

A própria nomeação de Rojas, porém, foi alvo de polêmicas, ainda em 2016. Ela foi escolhida para o cargo, ainda que não falasse inglês, substituindo ao suíço Cornel Borbély, demitido sem qualquer motivo aparente por Infantino.

Por dois anos, nenhum documento foi produzido por seu escritório contra Del Nero, ainda que houvesse uma investigação preliminar contra ele. Durante esse período, Infantino chegou a visitar o brasileiro na CBF e até ganhou uma camisa da seleção brasileira com seu nome nas costas.

O processo apenas avançou quando, nos EUA, os procuradores apresentaram provas contra Marin e que citavam Del Nero. Os documentos foram repassados para a Fifa que, em questão de dias, afastou o brasileiro.

Outro argumento da defesa de Del Nero é de que um dos juízes que participou da avaliação do seu caso foi detido por suspeitas de corrupção na Malásia, tendo renunciado a seu cargo na Fifa. O vice-presidente do Comitê de Ética da Fifa, Sundra Rajoo, foi preso ao viajar de Zurique para seu país, a Malásia. Ele é acusado de crimes de corrupção e fraude.

Tradicionalmente, um recurso na Fifa dificilmente é revertido. Se sua punição for mantida, Del Nero ainda promete levar o caso para a Corte Arbitral do Esporte.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Edno deixou o Remo nesta quarta-feira

Publicado

em

Último jogo de Edno aconteceu no domingo, na derrota para o Independente por 1 a 0 — Foto: Oswaldo Forte/O Liberal

Apesar da grande expectativa criada ao redor de Edno, o atacante deixou o Remo nesta quarta-feira. A atitude partiu do próprio jogador, que, segundo uma fonte ligada ao Leão, decidiu romper com o clube de maneira unilateral, após disputar somente três jogos com a camisa azulina. Ele inclusive já teria deixado Belém.

Edno, de 36 anos, passou pelo Remo em 2016 e retornou havia menos de um mês. O anúncio oficial de sua contratação aconteceu no último dia 28. De lá para cá participou de três partidas do estadual: as duas semifinais contra o Bragantino, sendo titular em ambas; e o jogo de ida da final diante do Independente Tucuruí, no domingo passado, quando entrou no intervalo. O centroavante não balançou as redes.

O motivo do rompimento ainda não foi esclarecido nem pelo jogador, nem pelo clube, que até o fechamento desta matéria não havia se pronunciado oficialmente sobre a questão. Os rumores dão conta de que Edno estaria insatisfeito com algumas cobranças e também com promessas não cumpridas pela diretoria remista. O GloboEsporte.com tenta contato com o centroavante.

Com a sua saída, o técnico Márcio Fernandes passa a ter como opções de ataque Alex Sandro, David Batista, Emerson Carioca, Gustavo Ramos, Hélio e Mário Sérgio.

Continue lendo

Esportes

Paysandu prorroga contrato do jogador Perema até o fim da Série C

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Diretoria de Futebol profissional do Paysandu Sport Club informa que o contrato do zagueiro Perema, que terminaria no próximo mês de maio, foi prorrogado até o fim do Campeonato Brasileiro da Série C deste ano.

Continue lendo

Esportes

Bragantino perde para o Vila Nova-GO pela Copa do Brasil

Publicado

em

(Por Fábio Relvas / Foto: Douglas Monteiro – Vila Nova)

O Bragantino Clube do Pará entrou em campo na noite desta terça-feira (16) diante do Vila Nova-GO, partida válida pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil de 2019. O Tubarão do Caeté acabou derrotado pelo Tigre, por 2 a 0, em duelo realizado no Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia.

Os dois gols da equipe do Vila Nova foram assinalados de pênalti. O experiente Danilo, ex-São Paulo e Corinthians, abriu o placar logo aos sete minutos, em uma cobrança forte no meio do gol. O Tigre assinalou o segundo tento, aos 25 minutos da etapa final, com o atacante Rafael Silva, que deslocou o goleiro Axel.

As duas equipes voltam a campo para o segundo jogo no próximo sábado (20), às 16h, no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. O Bragantino terá que vencer por dois gols para levar a decisão da vaga para os pênaltis, ou derrotar o adversário por três gols e passar diretamente para a quarta fase. O vencedor do duelo entre Bragantino e Vila Nova vai enfrentar o Juventude-RS, que eliminou o Botafogo-RJ.

O jogo: Tigre 2 x  0 Tubarão – O próximo encontro será no Mangueirão!

A torcida do Vila Nova foi ao Estádio Olímpico empurrar o time de Goiás para uma boa vitória rumo classificação. Quem chegou primeiro foi o Bragantino, Lukinha recebeu na esquerda e cruzou, a zaga do Tigre mandou para escanteio. Na cobrança, Lukinha tocou para Marco Goiano, que devolveu para o mesmo Lukinha cruzar, o goleiro Rafael Santos saiu esquisito e mandou a bola para escanteio.

O time da casa chegou em uma cobrança de falta para dentro da área, o árbitro Caio Max Augusto Vieira, do Rio Grande do Norte, viu um puxão de Esquerdinha em cima de Danilo e assinalou pênalti. O experiente Danilo, ex-São Paulo e Corinthians, cobrou forte no meio do gol e abriu o placar, 1 a 0 Tigre, aos sete minutos. Aos 15 minutos, o atacante Rafael Silva chegou a marcar o segundo gol do Vila Nova, mas a arbitragem assinalou impedimento.

O meia Danilo sentiu a coxa esquerda e saiu de maca. O técnico Eduardo Baptista trocou o experiente jogador por Michel Douglas. O Tigre quase ampliou, quando Juninho bateu colocado, a bola bateu na trave e na sobra, o atacante Michel Douglas chutou por cima da meta do goleiro Axel, perdendo uma chance incrível. No segundo tempo, o time do Pará teve a chance do empate com Wilker, que invadiu a área e chutou torto para fora.

O Vila Nova voltou a atacar e Facundo Boné foi derrubado dentro da área por Bruno Limão e o árbitro não titubeou e assinalou outro pênalti para o time de Goiânia. O atacante Rafael Silva cobrou bem e deslocou o goleiro Axel, aos 25 minutos, 2 a 0 Tigre. A torcida fazia a festa nas arquibancadas do Estádio Olímpico, quando o meia Ramon do time do Vila, tentou marcar por cobertura, chutando do círculo central, mas não acertou o alvo.

Em um cruzamento venenoso dentro da área do Tubarão do Caeté, a bola explodiu no travessão. O time de Bragança se livrou de tomar o terceiro. O árbitro levou a partida até aos 49 minutos. Placar final: Vila Nova 2 x 0 Bragantino. O Tubarão do Caeté terá que vencer por dois gols para levar para os pênaltis ou derrotar o Tigre por três gols e avançar para a quarta fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA: Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Philipe Maia, Wesley Matos e Hélder; Neto Moura, Ramon e Danilo (Michel Douglas); Juninho (Facundo Boné), Rafael Silva e Capixaba (Joseph). Técnico: Eduardo Baptista

BRAGANTINO: Axel; Bruno Limão, Gabriel Gonçalves, Romário e Esquerdinha; Ricardo Capanema (Kaike), Paulo de Tárcio, Marco Goiano e Lukinha (Keoma); Fidélis e Mauro Praia (Wilker). Técnico: Samuel Cândido

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Assistentes: Lorival Cândido das Flores (RN) e Jean Márcio dos Santos (RN)

Cartões amarelos: Michel Douglas e Joseph (Vila Nova); Romário e Ricardo Capanema (Bragantino)

Gols: Danilo, de pênalti, aos 7 minutos do 1° tempo para o Vila Nova; Rafael Silva, de pênalti, aos 25 minutos do 2° tempo para o Vila Nova

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia

Renda: R$ 137.805,00

Pagantes: 7.907

Credenciados: 1.324

Total: 9.231

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com