Conecte-se Conosco

Sem categoria

Facebook desativou 3,2 bilhões de contas falsas

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Notícias ao Minuto

A empresa liderada por Mark Zuckerberg publicou a quarta edição do seu relatório sobre o cumprimento das regras comunitárias, que explica os progressos realizados pela rede social na luta contra contas e informações falsas, atividades ilegais e conteúdos que considera inadequados.

Os 3,2 bilhões de contas falsas desativadas no segundo e terceiro trimestres do ano são mais do dobro dos 1,5 bilhões de contas desativadas no mesmo período em 2018.

A rede social destaca ainda que eliminou 11,4 milhões de conteúdos que incitavam ao ódio, 18,5 milhões de mensagens removidas por conter nudez ou exploração sexual infantil, 4,5 milhões relacionadas com suicídios ou danos pessoais e 5,7 milhões relacionadas com assédio de outros utilizadores.

Pela primeira vez, o Facebook forneceu dados sobre o Instagram, outra rede social da qual também é proprietário, tendo removido 1,2 milhões de conteúdos por nudez infantil, 1,7 milhões por conteúdos de suicídio e automutilação, e três milhões em anúncios de venda de droga e armas.

“O investimento que fizemos em inteligência artificial nos últimos cinco anos continua sendo um fator-chave para resolver estes problemas. De fato, avanços recentes nesta tecnologia ajudaram a detectar e eliminar conteúdos que violam as nossas políticas”, disse Guy Rosen, vice-presidente do Facebook.

Sem categoria

Rascunho automático

Publicado

em

Continue lendo

Sem categoria

Deputado do PSL aciona PF contra Ludmilla por apologia ao uso de drogas

Publicado

em

Ludmilla se envolveu em uma discussão política depois que o deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) se manifestou contra a cantora em seu Twitter pelo lançamento da música Verdinha, a qual ele acredita ser uma “apologia à pratica do consumo de drogas”.

Na rede social, o político pediu por uma “moção de repúdio” contra a artista com diversas acusações.

“Requer a aprovação de moção de repúdio contra a cantora Ludmilla, em razão da música “Verdinha”, em que se faz clara apologia à prática de condutas criminosas, como o plantio, a venda e o consumo de drogas”, escreveu.

Ludmilla respondeu o tuite feito pelo deputado, destacando a prioridade em julgar a sua música, enquanto o país passa por dificuldades de proporções maiores.

“Milhões de brasileiros desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface. Brinca mais que a brincadeira”, escreveu.

A cantora acrescentou ainda, em tom de deboche: “Só o que me faltava. Pra resolver logo o proble,a agora também vou fazer uma plantação de mandioca para esses … sentarem. Ops, digo: colherem”.

Continue lendo

Sem categoria

Paragominas – Agentes de trânsito recebem câmeras de monitoramento individual

Publicado

em

Fonte/Foto: celiasantos

Os novos equipamentos foram acoplados aos uniformes dos agentes

Conforme a assessoria de comunicação da Prefeitura de Paragominas, os agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Cidadania (SEMUTRAN) são os primeiros no Estado do Pará a ganhar essa nova ferramenta de trabalho; câmeras individuais de monitoramento.

As câmeras trazem maior segurança aos agentes e à população, pois todas as abordagens permanecem gravadas e as imagens poderão ser utilizadas para confirmação das ações de ambos os lados.

“Com as câmeras, vamos ter em arquivo, as ações praticadas na via, principalmente no que se refere às abordagens, ou seja, tudo o que foi conversado com o condutor e ainda mais….sabe aquelas infrações realizadas sem abordagens, pois é, os condutores autuados poderão solicitar as filmagens a qualquer tempo para provarem em recurso aquilo que afirmam, e com isso conseguirem provar que a infração foi de fato realizada equivocadamente.
As câmeras possuem o objetivo de evitar que agentes públicos e condutores realizem “negociatas”, entre diversos outros excelentes objetivos.
É certo que de fato isso vai ajudar muito a gerar segurança aos agentes, bem como uma maior segurança jurídica nas ações administrativas praticadas por eles”. Disse o Superintendente de Trânsito, Natanael Costa.

Ótima iniciativa, certamente gerará uma maior transparência e efetividade na atuação dos agentes de trânsito. Lembrando que a administração pública não precisa provar que o cidadão cometeu as infrações, pois em razão da supremacia do interesse público, seus atos gozam de presunção de veracidade, cabendo ao autuado o ônus da prova. Deste modo o sistema permite ao cidadão ter um mecanismo de defesa criado pela própria administração pública. Comentou um internauta.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital