Conecte-se Conosco

BRASIL GERAL

Família boliviana é morta por brasileiros após estupro

Boliviano que teve filha abusada amarrou suspeito, mas bando de brasileiros foi resgatar suspeito e fez carnificina

Foto: Reprodução / Fonte: O Liberal

Publicado

em

Um crime bárbaro ocorreu próximo das cidades acrianas de Acrelândia e Plácido de Castro, na fronteira com a Bolívia. A Polícia Civil do Acre investiga o caso envolvendo uma família boliviana que morava no Ramal do Pelé. A mãe e dois irmãos de uma menina boliviana de 14 anos foram assassinados, segundo a polícia, por brasileiros.

A história começou quando o pai da adolescente flagrou um brasileiro estuprando a menina. Ele amarrou o suspeito a um tronco e foi chamar a polícia no lado brasileiro para prendê-lo. O suspeito trabalhava na retirada de madeira com outro morador de Acrelândia, da mesma família.

Este segundo homem avisou que o parente estava detido na propriedade do boliviano e chamou os familiares para tentar resgatar o suspeito de estupro.

Dário Almeida, comandante da Polícia Militar do Acre em Plácido de Castro que atendeu a ocorrência, contou que o bando foi em motocicletas até o local para libertar o suspeito, mas, no local, eles mataram a mãe da menina de 14 anos, dois irmãos dela, que não tiveram as idades divulgadas, e ainda atiraram contra ela, pensando tê-la matado.

Integrantes do bando depois voltaram ao local do crime para tentar executar o pai, mas ele não estava. Havia levado a filha ferida ao hospital.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual