Conecte-se Conosco

Cidade

Vítimas de incêndio têm acesso ao Cheque Moradia do governo

Publicado

em

O incêndio destruiu uma vila de casas de madeira na Travessa Timbó, entre as Avenidas Duque de Caxias e Visconde de Inhaúma, no bairro da Pedreira, em Belém, e afetou 12 famílias, totalizando 26 pessoas.

Desde esta segunda-feira (5), as famílias vítimas do incêndio ocorrido na sexta-feira (2), que estiverem dentro dos critérios do Programa Cheque Moradia, passaram a ser atendidas pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab), órgão responsável pela emissão do benefício habitacional.

O incêndio destruiu uma vila de casas de madeira na Travessa Timbó, entre as Avenidas Duque de Caxias e Visconde de Inhaúma, no bairro da Pedreira, em Belém, e afetou 12 famílias, totalizando 26 pessoas.

A equipe técnica do Programa Cheque Moradia esteve no local, assim como a Defesa Civil, acompanhando, orientando e auxiliando as vítimas do incêndio. As famílias que eram proprietárias dos imóveis e que os usavam como moradia e não como sub-locação terão direito ao Cheque Moradia.

Assim que elas reunirem a documentação exigida, poderão ir até a sede da Cohab para dar início ao processo do benefício, que possibilita a compra de material de construção, sendo a mão-de-obra por conta do beneficiário.

Transição

O primeiro encontro entre os representantes da Comissão de Transição do Governo atual, o Procurador-Geral do Estado, Ophir Cavalcante Jr, o Auditor-Geral do Estado, Roberto Amoras e o representante da Comissão do governo eleito no pleito de outubro de 2018, Parsifal Pontes, ocorre nesta terça-feira (6). A reunião será na sede da Procuradoria-Geral do Estado.

Continue lendo
Clique para comentar

Cidade

Morre dona Natalina, tia de Carlos Santos, aos 100 anos

Publicado

em

Faleceu nesta terça-feira, aos 100 anos, a senhora Natalina Santos, tia e praticamente mãe de criação do empresário, cantos e comunicador Carlos Santos,    Diretor-Presidente de A Província do  Pará. Em nota,  divulgada pelas redes sociais e pelo Grupo Marajoara de Comunicação, de  sua propriedade,  Carlos Santos fez o comunicado do óbito de sua tia e convidou  parentes   e amigos para o velório e  o sepultamento de sua querida tia

  NOTA DE  FALECIMENTO

 

Com imenso pesar,  comunicamos o falecimento de minha amada É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de minha amada Tia Natalina Santos, aos 100 anos de idade. Foi ela quem me acolheu,  na sua residência em Belém,  quando vim de Salvaterra.  Como ela sempre dizia. cem anos bem vividos e bem trabalhados. Seu legado fica registrado “assiduidade e pontualidade, são fatores de disciplina”. Seu falecimento ocorreu nesta terça-feira(19). O velório está sendo realizado nos Capuchinhos, Guamá,  e o enterro será nesta quarta-feira (20),  às 15:30h, no cemitério Santa Izabel. Convidamos e agradecemos a todos,  parentes e amigos, a comparecer a este ato de piedade Cristã.
Deus conforte os corações de todos nós,  familiares e amigos.

Fraternalmente,

Carlos Santos e família.

Continue lendo

Cidade

Corpo do ex-prefeito Fernando Coutinho Jorge é velado em Belém. Enterro será às 15h

Publicado

em

O caixão com o corpo de Coutinho Jorge foi coberto com as bandeiras do Pará, do Município de Belém e do colégio Paes de Carvalho, onde ele estudou.

Familiares, parentes e amigos do ex-prefeito de Belém, Fernando Coutinho Jorge, participaram no final da tarde desta segunda-feira (18) do velório do ex-prefeito de Belém, Coutinho Jorge,, que faleceu no domingo (17), em Brasília (DF), vítima do Mal de Alzheimer. Ele tinha 79 anos e deixou viúva Rosemary Felipe Jorge e quatro filhos.

O corpo foi trasladado de Brasília e chegou em Belém por volta da 14h30 desta segunda. O velório está sendo realizado em uma das capelas mortuárias do cemitério Recanto da Saúde, no bairro do Umarizal. O sepultamento será esta terça-feira (19), às 15 horas, no cemitério homônimo à capela, localizado na rodovia BR 316.

Em pesar pela morte de Coutinho Jorge, a Prefeitura de Belém decretou três de dias de luto oficial na capital.

Para Rodolfo Felipe Jorge (foto acima), o terceiro dos quatro filhos do Coutinho Jorge, mais que a saudade de pai, fica o exemplo do grande homem que ele foi. “Vamos sentir a falta do orientador e amigo, mas o que fica também são o legado e referência dele na vida pública, que ficarão na história. Mesmo tendo ficado pouco tempo no cargo de prefeito, acredito que meu pai deixou uma marca e um legado para o município de Belém”, disse Rodolfo.

Trajetória – Fernando Coutinho Jorge foi o primeiro prefeito de Belém eleito democraticamente após o golpe de 1964, com mandato entre os anos de 1986 e 1988, em uma fase de transição na política paraense. Também foi deputado federal, senador, conselheiro presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA) e o primeiro ministro do Meio Ambiente do Brasil, no governo de Itamar Franco.

No mandato como prefeito, deu início ao projeto da Guarda Municipal de Belém e criou o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Implantou a Coordenadoria de Arquitetura e Urbanismo, responsável por estudos que promoveram a reforma do Código de Edificações (Lei nº 7.400/1988).

Criou o Museu da Cidade de Belém, que reuniu numa só instituição a Pinacoteca Municipal e toda a memória histórico-cultural do município. Constituiu a Companhia de Turismo de Belém (Belemtur) e conseguiu o tombamento do Centro Histórico de Belém.

Criou o Fundo Municipal de Apoio aos Audiovisuais, que envolvia Embrafilme, Secretaria de Educação (Semec), Associação Brasileira de Documentaristas – Seção Pará, Associação Paraense de Críticos Cinematográficos (APCC) e o curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Além de político, foi professor da Faculdade de Economia da UFPA e integrou o grupo de profissionais do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), coordenando vários cursos de pós-graduação. Também foi secretário de Estado nos governos de Aloysio Chaves, Alacid Nunes e Jader Barbalho.

O ex-deputado Gerson Peres (foto acima) foi dos primeiros a chegar ao velório de Coutinho Jorge. Ele falou da grande admiração que tinha pelo amigo. “A referência dele será sempre o grande conhecimento na área econômica, tanto que chegou à presidência do Tribunal de Contas do Estado. Fomos amigos e a impressão sempre foi de um homem honrado, de grande responsabilidade, com uma inteligência ampla e diversificada. Foi um homem público exemplar”, destacou.

Segurança – O cortejo do corpo, entre o aeroporto de Val de Cães e a capela mortuária, foi acompanhado por agentes em duas viaturas e batedores em motocicletas da Guarda Municipal de Belém (GMB). O trânsito foi ordenado por agentes da Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB), que permaneceram às proximidades da capela para dar segurança a todos os presentes.

O caixão com o corpo de Coutinho Jorge foi coberto com as bandeiras do Pará, do Município de Belém e do colégio Paes de Carvalho, onde ele estudou.

Dedé Mesquita

Continue lendo

Cidade

Após atentado, escola é reaberta para planejar acolhimento de alunos

Publicado

em

Camila Maciel / Agência Brasil  

São Paulo – A Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no interior paulista, será reaberta hoje (18) apenas para professores e funcionários. O funcionamento está suspenso desde a última quarta-feira (13), quando dois ex-alunos, de 17 e 25 anos, entraram na escola encapuzados e armados, promovendo um ataque que resultou na morte de oito pessoas. Os atiradores também morreram na ação.

Nesta segunda-feira, será traçado um planejamento com atividades de acolhimento e preparação psicológica para os alunos, que retornarão amanhã (19). Ainda não há data para o reinício das aulas.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, o planejamento dessas atividades contará com o apoio de profissionais do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), dos centros de Atenção Psicossocial (Capes) da prefeitura de Suzano, além de outras secretarias do governo do estado.

A proposta para o acolhimento é desenvolver atividades livres, como oficinas, terapias em grupos, rodas de conversa, depoimentos, compartilhamento de boas práticas, entre outras.

Segundo o governo estadual, uma rede de apoio, formada por instituições públicas e privadas, atuou no fim de semana, prestando atendimento psicológico e especializado na Diretoria Regional de Ensino de Suzano e no Capes do município, além de visitas domiciliares às famílias das vítimas.

Continue lendo

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com