Conecte-se Conosco

PARÁ

Festival de arte e tecnologia na Amazônia abre inscrições para oficinas gratuitas

Fonte/Foto; G1

Publicado

em

O Festival Amazônia Mapping (FAM) 2020 abre nesta sexta-feira (13) as inscrições para três oficinas gratuitas, ministradas por artistas de trajetória nacional e internacional. As aulas serão transmitidas online, ao vivo. A programação do evento, realizado de 24 a 28 de novembro em um ambiente virtual, traz ainda projeções de vídeo-mapping, apresentações audiovisuais, performances, visita a ateliers de artistas convidados, debates e shows. As inscrições devem ser realizadas pelo site do FAM.

Nos dias 24, 25 e 26, de 14h às 17h, Bianca Turner (SP) promove o workshop “Vídeo Projeção, Corpo e Cena”. A artista é graduada em ‘Design e Prática de Performance’, pela Central Saint Martins College of Art and Design, em Londres, e tem um mestrado (MA) em Arte em Cenografia, pela Royal Central School of Speech and Drama, também em Londres. Ela participou de diversas mostras em São Paulo, Rio de Janeiro, participou da Bienal de Curitiba. No workshop, Turner aborda maneiras de usar a vídeo projeção em teatro, dança, performances e artes visuais.

Turner combina poética, perfomence e projeções para ambientes como teatro e palcos de shows — Foto: Divulgação

Turner combina poética, perfomence e projeções para ambientes como teatro e palcos de shows — Foto: Divulgação

Nos dias 24 e 25, de 19h às 22h, Ygor Marotta, o VJ Suave, ministra a oficina “Desenho e Animação em Tempo Real”. Marotta é artista audiovisual e trabalha com arte e tecnologia. É criador da intervenção urbana “Mais amor por favor”. Faz parte do duo artístico VJ Suave junto com Ceci Soloaga. Desenvolveu quatro curtas de animação projetada na superfície urbana. Já expôs seu trabalho em mais de 20 países.

Na oficina, através do aplicativo Tagtool, participantes aprenderão técnicas para desenvolverem desenhos e animações que poderão ser projetadas em tempo real. As criações artísticas realizadas durante a oficina serão exibidas no FAM 2020.

O VJ Pixel ministra a oficina “Da Realidade Aumentada à Projeção Mapeada”, no dia 28 de novembro, de 9h às 13h. O VJ iniciou sua carreira em 2002 e, desde então, já realizou trabalhos na Ásia, Europa, América do Norte e do Sul. Além de performances visuais, desenvolve obras multimídia que questionam a relação das pessoas com tecnologias digitais. É diretor e curador de XR (que engloba realidade virtual e aumentada), criador do projeto Rede InfoAmazonia (premiado pelo Google) e da iniciativa Jandig (premiada pela Mozilla).

Na oficina, irá apresentar cases com diferentes técnicas e estéticas de arte em realidade aumentada (RA), criando paralelos com projeção mapeada. Durante seu curso, será possível criar obras remixando conteúdo já existente na plataforma, ou trazer imagens e animações para criar conteúdo inédito.

Primeiro festival de projeção mapeada do Brasil, o FAM coloca a Amazônia na rota mundial de grandes eventos de mapping. Nas edições de 2013, 2016 e 2017, movimentou Belém e Santarém com arte e tecnologia nos espaços urbanos. Em meio à pandemia, o projeto, idealizado e com curadoria da artista visual Roberta Carvalho e da cantora Aíla, se reinventa em sua quarta edição.

Este ano em formato virtual, o projeto ocupa um território onírico e surpreendente: uma ilha imaginária amazônica, criada em 3D, será o palco da programação gratuita. Além de convidados de diversos locais do país, e que extrapolam o território da Amazônia brasileira, a edição traz como destaque interações entre imagem e música com artistas paraenses como o Trio Manari + Lucas Mariano, Guitarrada das Manas + VJ Lê Pantoja, e o grupo peruano de música eletrônica Dengue Dengue Dengue, que trará uma interação com projeções feitas especialmente para as telas em 360º de um dos palcos do FAM.

Serviço:

Inscrições para oficinas gratuitas do Festival Amazônia Mapping 2020, na sexta-feira, 13. Acesse aqui para maiores informações. O projeto é promovido pela 11:11 ARTE, com patrocínio da Oi e apoio da Oi Futuro, via Lei de Incentivo à Cultura Semear, do Governo do Estado do Pará e Fundação Cultural do Pará.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556