Conecte-se Conosco

ESPORTES

Figueirense toma de virada do vice-líder CSA na Série B

Publicado

em

Figueirense e CSA estão nas primeiras posições da Série B (Foto: Figueirense Twitter)

Florianópolis – Neste sábado (8), o Figueirense recebeu o CSA, no estádio Orlando Scarpelli, às 16h30, em busca de um resultado positivo. No entanto, a partida válida pela 26° rodada do Campeonato Brasileiro da Série B não foi boa para o time catarinense, que saiu na frente, com o atacante Elton, mas tomou a virada diante dos alagoanos, que marcaram com Matheus Lopes e Pio.

Com o resultado, o Figueirense continua na parte de cima da tabela, mas um pouco mais longe do G-4. Com 38 pontos, o time catarinense está na sétima posição. Já o CSA mantém a fase excelente e continua na segunda posição, com 46 pontos, mas ainda mais próximo da liderança, já que o Fortaleza perdeu para o Criciúma e está com apenas um ponto a mais.

O Jogo- Atuando em casa e querendo os três pontos para continuar sonhando com o acesso, o Figueirense partiu pro ataque logo nos minutos iniciais, aproveitando o fato de estar jogando em casa. Aos oito minutos, o atacante Elton recebeu dentro da área e chutou forte, a bola desviou em Leandro Souza e quase entrou no gol defendido pelo goleiro Felipe Garcia.

Se nesse lance ficou no quase, dois minutos depois os torcedores do Figueirense puderam comemorar o primeiro gol da partida.Novamente na área, Elton subiu mais do que todos os defensores do clube alagoano e cabeceou para os fundos das redes, abrindo o marcador a favor dos donos da casa.

Com a vantagem, o time catarinense recuou cedo demais e permitiu que o CSA começasse a jogar mais no campo de ataque. Aos 25 minutos, os visitantes conseguiram igualar o marcador, após cobrança de escanteio que a defesa do Figueirense falhou e deixou livre para Matheus Lopes apenas empurrar para dentro do gol defendido pelo arqueiro Denis.

Depois do placar ficar empatado novamente, o jogo ficou mais ameno, com os dois times priorizando mais o setor defensivo e dando menos espaço para os ataques rivais. O CSA até teve outra chance, aos 36 minutos, com chute de falta de Pio, mas a bola foi para a fora e o primeiro tempo terminou empatado.

Já no segundo tempo, o jogo ficou mais tenso, com os dois times tendo chances reais de ficar na frente do marcador. Aos quatro minutos, Juan arriscou chute de fora da área e obrigou Denis a fazer uma boa defesa, enquanto que aos 15 minutos, Elton tentou fazer um lindo lance de bicicleta, mas a bola foi defendida pelo goleiro Felipe Garcia.

Aos 32 minutos, o CSA conseguiu o segundo gol e a virada na partida. O time alagoano conseguiu o tento após bela troca de passes dentro da área e o meia Dawhan finalizar de pé esquerdo. No lance, o goleiro Denis não foi bem e teve participação fundamental no lance dos visitantes.

Os donos da casa até tentaram empatar a partida com o técnico Milton Cruz colocando a equipe no ataque, mas não foi suficiente e a vitória ficou com o CSA.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 x 2 CSA

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 08 de setembro de 2018, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Joao Fabio Machado Brischiliari (PR)
Cartões amarelos: 
João Paulo (Figueirense), Felipe Garcia, Wellington Silva, Leandro Souza e Pio (CSA)
Gols: 
Figueirense: Elton aos 10 minutos do primeiro tempo; CSA: Matheus Lopes aos 25 minutos do primeiro tempo e Dawhan aos 32 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Denis; Joao Paulo, Cleberson, Nogueira e Diego Renan (Maikon Leite); Zé Antonio (Jorge Henrique), Renan Mota (Betinho), Pereira, Matheus Sales, Juninho e Gustavo Ferrareis, Elton
Técnico: Milton Cruz

CSA: Felipe Garcia; Wellington Silva, Leandro Souza, Matheus Lopes e Rafinha; Yuri, Dawhan, Pio e Echeverría (Muriel); Juan e Rubens (Xandão)
Técnico: Marcelo Cabo

 

Ponte empata com  Sampaio

São Paulo , SP –  Não foi na noite deste sábado (8) que a Ponte Preta voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Moisés Lucarelli, pela 26ª rodada da competição, a equipe de Marcelo Chamusca não fez uma boa partida diante do lanterna Sampaio Corrêa, mas teve a chance da vitória com Danilo Barcelos, que desperdiçou pênalti na segunda etapa e cravou o 0 a 0 como resultado do embate.

Com o resultado, a Macaca estaciona na 10ª colocação, com 35 pontos, chega ao quinto jogo consecutivo sem vitória e vê o grupo de acesso cada vez mais distante, já que o Goiás, o quarto colocado, tem sete pontos a mais. O Sampaio Corrêa, por sua vez, segue afundado na lanterna, com apenas 22 pontos, sete a menos que o Paysandu, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

A Ponte Preta volta a campo pela competição no próximo sábado, quando enfrenta o Oeste, na Arena Barueri, às 21 horas (de Brasília). Um dia antes, às 21h30 (de Brasília), a Bolívia Querida recebe o líder Fortaleza, no Castelão.

Sampaio e Ponte Preta ficaram no empate sem gols (Foto: Lucas Almeida/Sampaio)

Ponte começa melhor, mas Sampaio equilibra

Jogando em seus domínios, a Ponte Preta tentou exercer uma pressão no início do duelo, e conseguiu, porém, a falta de pontaria de Júnior Santos atrapalhou qualquer chance dos mandantes abrirem o placar. Logo aos cinco minutos, o atacante foi lançado, entrou na área e limpou a marcação, mas finalizou em cima do goleiro Andrey.

Na sequência, Igor escapou em velocidade pelo lado direito, foi até a linha de fundo e cruzou na medida para o camisa 11, que, dentro da pequena área e completamente livre, conseguiu bater para fora, desperdiçando uma grande oportunidade de gol para a Macaca.

Passados os momentos de superioridade dos donos da casa, o Sampaio Corrêa conseguiu equilibrar o jogo. Sem sofrer novas ameaças, a equipe do estreante Marcinho Guerreiro ganhou confiança para se aventurar no ataque nos momentos finais da primeira etapa, mas não conseguiu sequer assustar o goleiro Ivan.

Danilo Barcelos perde pênalti e crava o empate

Com uma troca de passes objetiva e uma postura ofensiva, a Ponte Preta voltou a rondar a área do adversário. Aos treze minutos, Danilo Barcelos recebeu na entrada da área, dominou e bateu, no entanto, a bola passou rente à trave por cima da meta.

Mais presente no ataque, a equipe de Marcelo Chamusca aproveitou jogada individual de André Luís para ter um pênalti a seu favor. Na cobrança, o mesmo Danilo Barcelos bateu forte, no seu estilo e acabou desperdiçando ao carimbar o travessão.

Na reta final da partida, o duelo ficou aberto, já que tanto Sampaio Corrêa quanto Ponte Preta precisavam da vitória para seguir forte na briga por seus objetivos. Com as substituições fazendo mais efeito, foram os visitantes que construíram as melhores jogadas, mas Marcos Aurélio e João Paulo pararam no goleiro Ivan, que garantiu ao menos o empate para o time campineiro no seu jogo de número 50 pela equipe.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0x0 SAMPAIO CORRÊA 

Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data: 8 de setembro de 2018, sábado
Horário: 19 horas (Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Daniel Parro e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Maracás, Fredson Adilson Goiano e Uilliam (Sampaio Corrêa). Júnior Santos (Ponte Preta)
Cartão vermelho: Odair (Sampaio Corrêa)
Gols: –

PONTE PRETA:  Ivan, Igor, Renan Fonseca, Reginaldo e Danilo Barcelos; André Castro, Lucas Mineiro (Murilo Henrique) e Tiago Real (Roberto); André Luis, Júnior Santos (Felipe Saraiva) e Victor Rangel.
Técnico: Marcelo Chamusca

SAMPAIO CORREA: Andrey; Luís Gustavo, Odair Lucas, Maracás e Alyson; Adilson Goiano, Jocinei (Bruninho), Fernando Sobral (William Oliveira), Eloir (Marcos Aurélio) e João Paulo; Uilliam.
Técnico: Marcinho Guerreiro

Francis faz dois e dá vitória ao S. Bento sobre Juventude

São Paulo , SP – No Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, o São Bento venceu o Juventude fora de casa e respirou na luta contra o rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (8), a equipe sorocabana fez 2 a 0 nos gaúchos, sendo que os dois tentos foram anotados pelo atacante Francis.

Com o resultado, o Azulão soma 34 pontos na tabela de classificação, em campanha de oito vitórias, dez empates e oito derrotas. Por outro lado, o clube do Rio Grande do Sul estacionou na marca de 28 pontos, permanecendo na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Juventude vai atrás da recuperação na tabela de classificação contra o Guarani, em pleno Brinco de Ouro da Princesa, às 21h00 (horário de Brasília) da quinta-feira. Já o São Bento irá em busca da quarta vitória consecutiva diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 20h30 do dia seguinte.

Falta originou o primeiro gol do São Bento na partida (Foto: Reprodução)

O jogo – Logo no primeiro lance da partida, o Juventude deu o tom do que seriam os primeiros 20 minutos de confronto. Lucas finalizou de fora da área e a bola passou triscando a trave. Pouco depois, novo chute de Neuton obrigou Rodrigo Viana a fazer grande defesa e impedir o tento inaugural do marcador.

Apesar da pressão inicial dos mandantes, quem abriu o placar foi o São Bento. Aos 22, Joãozinho recuperou a bola no campo de ataque e chutou de fora da área. O goleiro Matheus fez a defesa, mas permitiu o rebote e, na sobra, Francis só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

No início da etapa final, o Azulão de Sorocaba teve a oportunidade de aumentar o placar. Rafael Bonfim puxou Ronaldo dentro da área e o juiz Felipe Gomes da Silva assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, o próprio Ronaldo bateu fraco, deixando as coisas fáceis para Matheus.

No restante do segundo tempo, o Juventude teve mais chances de marcar o gol. Caio Rangel, Bonfim (duas vezes) e Neuton pararam nas defesas de Rodrigo Viana, enquanto o São Bento ameaçou em cobrança de falta de Anderson Salles.

Aos 41 minutos, Francis “fechou o caixão” e garantiu a vitória do Azulão. Após contra-ataque, Samuel Santos serviu o atacante na medida: 2 a 0 e números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 0 x 2 SÃO BENTO

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS
Data: 08/09/2018, sábado
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Luiz H. Souza Santos Renesto (PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)

Cartões amarelos: Bonfim (Juventude); Dudu Vieira, Tony e Ronaldo (São Bento)
Gols: SÃO BENTO: Francis, aos 22 minutos do primeiro tempo e aos 41 minutos do segundo tempo.

JUVENTUDE: Matheus; Choco, Rafael Bonfim, Fred (Micael) e Neuton; Diones, Lucas, Rafinha, Leandro Lima (Hugo Sanches) e Caio Rangel; Yuri Mamute (Ricardo Jesus)
Técnico: Luiz Carlos Winck

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Tony, Ewerton Páscoa, Anderson Salles e Pedro Botelho (Éverton Silva); Fábio Bahia, Samuel Santos, e Dudu Vieira; Francis, Joãozinho (Luizão) e Ronaldo (Diogo Oliveira)
Técnico: Marquinho Santos

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual