Conecte-se Conosco

Esportes

Gabigol marca e Santos vence o Corinthians no clássico paulista no Pacaembu

Publicado

em

Pedro Henrique, do Corinthians, na , partida contra o x Santos FC, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018, no Pacaembu. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Santos contou com uma grande jogada individual de Arthur Gomes e o faro de gol de Gabriel, artilheiro do Campeonato Brasileiro, para vencer o clássico contra o Corinthians, na noite deste sábado (13), no estádio do Pacaembu. Mesmo diante de um valente time misto do rival, o time da Baixada comemorou como se fosse um título após o apito final do árbitro Péricles Bassols, com jogadores invadindo o campo.

O resultado leva a equipe aos 42 pontos na tabela da competição nacional, sete a mais do que o clube do Parque São Jorge, dono de atuação digna apesar do revés. Cada vez mais com o sinal de alerta contra o rebaixamento ligado, o Timão estagnou nos 35 pontos e pode fechar a rodada apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento.

Os comandados de Cuca agora terão outra semana livre pela frente antes de encarar o Internacional, na segunda-feira, dia 22, no Beira-Rio, para seguir na briga por uma vaga na Libertadores da América. Do outro lado, os comandados de Jair Ventura, que decidem o título da Copa do Brasil na quarta-feira, na Arena, contra o Cruzeiro, voltam a jogar pelo Brasileiro contra o Vitória, no sábado, no Barradão.

O jogo começou com o Corinthians apostando na rapidez de Pedrinho e Mateus Vital para surpreender a marcação do adversário. Bastante organizado para um time com tantas mudanças, o Alvinegro teve uma chance clara de abrir o placar ainda aos quatro minutos. Léo Santos saiu jogando com um drible no meio das pernas de Bruno Henrique, foi ao ataque e recebeu bola na medida de Pedrinho. O zagueiro, improvisado na lateral, cruzou, Jonathas furou e a bola ficou com Vital, que cortou Ferraz e chutou para fora.

O lance, que chegou a silenciar por alguns momentos o estádio do Pacaembu, deu confiança aos corintianos, que não recuaram nem aceitaram a pressão adversária. À medida em que o tempo foi passando e Carlos Sánchez, com muita calma, tomou conta do meio-campo, porém, o Peixe conseguiu reter mais a posse de bola. Foi a senha para que os donos da casa conseguissem abrir o placar.

Depois de lance polêmico na saída de bola, com Vital reclamando de falta de Gustavo Henrique após perder a bola, o Peixe inverteu o jogo e conseguiu lateral. Na cobrança, Arthur Gomes mostrou qualidade para girar sobre a primeira marcação de Douglas, fintou Carlos e chutou para o meio da área. Walter desviou, mas a bola ficou nos pés de Gabriel, que soltou a bom com o pé esquerdo para estufar a rede.

Mesmo com a torcida incentivando e a chuva caindo forte para animar a galera nas arquibancadas, o Peixe preferiu recuar ao seu campo de defesa e apostar no contra-ataque com a rapidez dos seus pontas. Com a posse de bola, mas sem profundidade já que Jonathas sofria até para dominar a bola, o Corinthians não conseguiu ameaçar o gol de Vanderlei até o intervalo, mantendo o placar em 1 a 0.

Gabriel, do Corinthians no jogo com o  Santos FC,  pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018, no  Pacaembu.  Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Jogo corrido, placar igual

Apesar de ter levado perigo com a dupla Pedrinho e Léo Santos no primeiro tempo, o técnico Jair Ventura optou por dar descanso ao seu zagueiro titular no intervalo. Thiaguinho voltou para a etapa final como lateral, numa clara demonstração de preferência do comandante pelo jogo da quarta-feira do que pelo clássico. O Peixe, em vantagem, voltou com a mesma formação e ideia de jogo, esperando o rival na defesa.

Jonathas, ainda que com muita dificuldade com a bola nos pés, passou a disputar bem pelo alto e deu profundidade ao time do Corinthians. No melhor lance criado, mesmo com um passe mais forte do que o necessário, deixou Mateus Vital em boa condição dentro da área. O meia, porém, demorou a tomar a decisão, tentou levar para o pé direito e acabou desarmado em cima da hora por Luiz Felipe.

Cuca sentiu que seu time precisava de mais poder ofensivo e mandou a campo o paraguaio Derlis Gonzáles na vaga de Arthur Gomes, visivelmente cansado. Logo em seu primeiro lance, Derlis recebeu passe sem querer de Dodô, que errou um chute para o gol, e ficou em boa condição na área. O atacante ajeitou e soltou um chute forte com o pé direito, a bola bateu em Pedro Henrique e saiu pela linha de fundo.

Os minutos finais foram de muita intensidade, com direito a sete minutos de acréscimo adicionados pelo árbitro. O Corinthians quase empatou em cruzamento de Carlos que Gabriel cabeceou ao lado do gol de Vanderlei. Na resposta, Derlis chutou forte, Walter espalmou e Bruno Henrique, no rebote, carimbou o goleiro mais uma vez. No último lance, Clayson bateu falta na área, a defesa fez linha de impedimento péssima e Marllon cabeceou para fora.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: Sábado, 13 de outubro de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Público: 24.123 pagantes
Renda: R$ 778.974,50
Cartões amarelos: Gabigol, Gustavo Henrique, Derlis González (Santos); Emerson Sheik e Gabriel (Corinthians)
Gols: Gabigol, aos 21 minutos do primeiro tempo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri (Renato); Arthur Gomes (Derlis González), Carlos Sánchez (Eduardo Sasha), Diego Pituca e Bruno Henrique; Gabigol
Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Walter; Léo Santos (Thiaguinho), Pedro Henrique, Marllon e Carlos Augusto; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Mateus Vital (Clayson) e Emerson Sheik (Danilo); Jonathas.
Técnico: Jair Ventura

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Brasil conquista ouro e recorde mundial no revezamento 4x200m livre

Publicado

em

Foto: Reprodução

Com direito a quebra de recorde mundial, o Brasil conquistou o ouro no revezamento 4×200 metros livres no Mundial da China de piscina curta, nesta sexta-feira, em Hangzhou.

A equipe formada por Luiz Altamir, Fernando Scheffer, Leonardo Santos e Breno Correia superou os favoritos Estados Unidos, China e Rússia para terminar a prova em 6 minutos 46 segundos e 81 centésimos, pulverizando o antigo recorde (6m49s04).

Rússia (6m46s84) e China (6m47s53) completaram o pódio respectivamente na segunda e terceira colocações.

Já na prova dos 50 metros livres, Cesar Cielo terminou na sétima colocação com tempo de 21s20.

– Resultados do Mundial de piscina curta de Hangzhou:

MASCULINO

. 4×50 m

1. Estados Unidos 1:21.80 (recorde mundial)

(Caeleb Dressel, Ryan Held, Jack Conger, Michael Chadwick)

2. Rússia 1:22.22

3. Itália 1:22.90

. 100 m 4 medley

1. Kliment Kolesnikov (RUS) 50.63

2. Marco Orsi (ITA) 51.03

3. Hiromasa Fujimori (JPN) 51.53

. 50 m

1. Vladimir Morozov (RUS) 20.33

2. Caeleb Dressel (EUA) 20.54

3. Bradley Tandy (RSA) 20.94

. 50 m costas

1. Evgeny Rylov (RUS) 22.58

2. Ryan Murphy (EUA) 22.63

3. Shane Ryan (IRL) 22.76

. 4×200 m

1. Brasil 6:46.81 (recorde mundial)

2. Rússia 6:46.84

3. China 6:47.53

FEMININO

. 50 m borboleta

1. Ranomi Kromowidjojo (HOL) 24.47

2. Holly Barratt (AUS) 24.80

3. Kelsi Dahlia (EUA) 24.97

. 100 m 4 medley

1. Katinka Hosszu (HUN) 57.26

2. Runa Imai (JPN) 57.85

3. Alia Atkinson (JAM) 58.11

. 400 m

1. Ariarne Titmus (AUS) 3:53.92 (recorde mundial)

2. Wang Jianjiahe (CHN) 3:54.56

3. Li Bingjie (CHN) 3:57.99

Fonte: AFP

Continue lendo

Esportes

Fiscalização do Coaf mira agentes de jogadores de futebol e lavagem de dinheiro

Publicado

em

Foto: Reprodução

Empresários de jogadores de futebol estão na mira do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão do Ministério da Fazenda que atua no combate à lavagem de dinheiro e ocultação de bens. Agentes são obrigados a registrar todas as transações de intermediação, comercialização e negociação dos direitos de transferência de atletas e passaram a ser alvo de análise dos técnicos e conselheiros do Coaf.

A resolução que regulamenta os deveres dos setores esportivo e artístico entrou em vigor em agosto deste ano. Desde então, chamaram atenção do Coaf 33 operações: uma foi considerada suspeita e 32 realizadas em espécie (pagamento ou recebimento em dinheiro de valores superiores a R$ 30 mil).

A atuação dos empresários ligados ao futebol passou a ter destaque no Coaf por conta dos altos valores envolvidos. Este ano, por exemplo, a negociação de 1.466 jogadores (compra, venda e empréstimo) movimentou R$ 1,5 bilhão, de acordo com a CBF. Somente para intermediários, os clubes pagaram quase R$ 80 milhões em comissão.

“O esporte movimenta muitos recursos no mundo inteiro e, em qualquer atividade que tem fluxo financeiro, existem pessoas que tentam usar o sistema para fazer o mal. No Brasil, não é diferente. Isso é uma premissa internacional e o Brasil tem de seguir esse regramento”, disse ao Estado o presidente do Coaf, Antonio Carlos Ferreira de Sousa.

Empresários que tenham participado de transações financeiras com “aspectos que não são convencionais” serão autuados para prestar esclarecimentos. “Não estamos falando, necessariamente, de um crime, mas de situações atípicas como, por exemplo, um agente que faz todas as suas transações em um paraíso fiscal. Isso merece mais atenção”, explicou Sousa.

O presidente da Associação Brasileira de Agentes de Futebol, Jorge Moraes, reclama das exigências do Coaf. Além de registrar todas as transações financeiras, os empresários têm de manter no sistema do Coaf um cadastro de seus clientes com descrição da operação, valores, datas, forma e meio de pagamento. “Já fazemos toda a comunicação à CBF e declaramos Imposto de Renda nas pessoas física e jurídica. Então, acho desnecessária uma burocracia a mais do Coaf”, afirmou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue lendo

Esportes

CBF sorteia Copa do Brasil e Corinthians estreia contra o campeão da Série D

Publicado

em

Foto: Reprodução

A CBF realizou nesta quinta-feira o sorteio dos confrontos da primeira fase da Copa do Brasil. Em cerimônia realizada em sua sede, no Rio de Janeiro, a entidade definiu os 40 duelos que abrem a competição, com destaque para o Corinthians, que vai encarar o Ferroviário, do Ceará.

Tricampeão do torneio, o time paulista foi vice neste ano ao cair para o Cruzeiro na decisão. E no primeiro desafio de 2019, não deverá ter facilidade. Afinal, terá que ir até Fortaleza para encarar o Ferroviário, embalado pelo título da Série D do Campeonato Brasileiro deste ano.

Outro gigante paulista que viajará para longe para disputar a primeira fase da Copa do Brasil será o Santos. Campeão do torneio em 2010, o time alvinegro terá pela frente o Altos, no Piauí.

Os grandes clubes cariocas também terão todos adversários nordestinos. Campeão em 2011, o Vasco vai encarar o Juazeirense, na Bahia. O Fluminense, vencedor em 2007, terá pela frente o River, do Piauí, enquanto que o Botafogo encara o Campinense, na Paraíba.

Além dos cinco já citados, os outros cinco clubes com melhor colocação no ranking da CBF, colocados no primeiro grupo do sorteio, Sport, Vitória, Bahia, Ponte Preta e Chapecoense vão encarar, respectivamente, Tombense-MG, Moto-Club-MA, Rio Branco-AC, Aparecidense-GO e São José-RS, respectivamente.

Para o sorteio, a CBF optou por dividir as 80 equipes em oito grupos com 10 times em cada um. Os 10 clubes mais bem ranqueados fizeram parte do Grupo A, os 10 seguintes integrarão o Grupo B e assim sucessivamente até se formar o Grupo H, para evitar que equipes de força parecida se enfrentem logo neste primeiro estágio.

O sorteio definiu também o chaveamento até a terceira fase da competição, na qual restarão 20 clubes. Destes, sobrarão 10 para o quarto estágio, quando haverá um novo sorteio. Vale lembrar que 11 equipes entrarão somente nas oitavas de final do torneio.

Atual bicampeão do torneio, o Cruzeiro entra apenas nas oitavas de final, assim como todos os participantes do País na Copa Libertadores – Palmeiras, Flamengo, Internacional, Grêmio, São Paulo, Atlético-MG e Atlético-PR -, o Sampaio Corrêa, campeão da Copa do Nordeste, o Paysandu, campeão da Copa Verde, e o Fortaleza, vencedor da Série B.

Vale lembrar que, desde o ano passado, a Copa do Brasil ganhou um atrativo extra aos clubes participantes, graças a um aumento significativo da premiação. O campeão do torneio arrecada R$ 50 milhões, enquanto que o segundo colocado recebe R$ 30 milhões.

Confira os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil:

Ferroviário-CE x Corinthians-SP

Avenida-RS x Guarani-SP

Central-PE x Ceará-CE

Foz do Iguaçu-PR x Boa-MG

Aparecidense-GO x Ponte Preta-SP

Bragantino-PA x ASA-AL

URT-MG x Coritiba-PR

Manaus-AM x Vila Nova-GO

Campinense-PB x Botafogo-RJ

Ypiranga-AP x Cuiabá-MT

São Raimundo-RR x América-MG

Palmas-TO x Juventude-RS

Moto Club-MA x Vitória-BA

Galvez-AC x ABC-RN

Sinop-MT x Santa Cruz-PE

Imperatriz-MA x Náutico-PE

River-PI x Fluminense-RJ

Votuporanguense-SP x Ypiranga-RS

Boavista-RJ x Figueirense-SC

Corumbaense-MT x Luverdense-MT

Rio Branco-AC x Bahia-BA

Santa Cruz-RN x Tupi-MG

Sergipe-SE x Goiás-GO

Brasiliense-DF x CRB-AL

Altos-PI x Santos-SP

Sobradinho-DF x América-RN

Brusque-SC x Atlético-GO

Atlético-CE x Joinville-SC

São José-RS x Chapecoense-SC

Mixto-MT x CSA-AL

São Raimundo-PA x Criciúma-SC

Fast Clube-AM x Oeste-SP

Tombense-MG x Sport-PE

Operário-MS x Botafogo-PB

Itabaiana-SE x Paraná-PR

Americano-RJ x Londrina-PR

Juazeirense-BA x Vasco-RJ

Serra-ES x Remo-PA

Real Desportivo-RO x Avaí-SC

Tubarão-SC x Brasil-RS

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue lendo

Destaques