Conecte-se Conosco

Esportes

Gabigol marca e Santos vence o Corinthians no clássico paulista no Pacaembu

Publicado

em

Pedro Henrique, do Corinthians, na , partida contra o x Santos FC, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018, no Pacaembu. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
Spread the love

O Santos contou com uma grande jogada individual de Arthur Gomes e o faro de gol de Gabriel, artilheiro do Campeonato Brasileiro, para vencer o clássico contra o Corinthians, na noite deste sábado (13), no estádio do Pacaembu. Mesmo diante de um valente time misto do rival, o time da Baixada comemorou como se fosse um título após o apito final do árbitro Péricles Bassols, com jogadores invadindo o campo.

O resultado leva a equipe aos 42 pontos na tabela da competição nacional, sete a mais do que o clube do Parque São Jorge, dono de atuação digna apesar do revés. Cada vez mais com o sinal de alerta contra o rebaixamento ligado, o Timão estagnou nos 35 pontos e pode fechar a rodada apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento.

Os comandados de Cuca agora terão outra semana livre pela frente antes de encarar o Internacional, na segunda-feira, dia 22, no Beira-Rio, para seguir na briga por uma vaga na Libertadores da América. Do outro lado, os comandados de Jair Ventura, que decidem o título da Copa do Brasil na quarta-feira, na Arena, contra o Cruzeiro, voltam a jogar pelo Brasileiro contra o Vitória, no sábado, no Barradão.

O jogo começou com o Corinthians apostando na rapidez de Pedrinho e Mateus Vital para surpreender a marcação do adversário. Bastante organizado para um time com tantas mudanças, o Alvinegro teve uma chance clara de abrir o placar ainda aos quatro minutos. Léo Santos saiu jogando com um drible no meio das pernas de Bruno Henrique, foi ao ataque e recebeu bola na medida de Pedrinho. O zagueiro, improvisado na lateral, cruzou, Jonathas furou e a bola ficou com Vital, que cortou Ferraz e chutou para fora.

O lance, que chegou a silenciar por alguns momentos o estádio do Pacaembu, deu confiança aos corintianos, que não recuaram nem aceitaram a pressão adversária. À medida em que o tempo foi passando e Carlos Sánchez, com muita calma, tomou conta do meio-campo, porém, o Peixe conseguiu reter mais a posse de bola. Foi a senha para que os donos da casa conseguissem abrir o placar.

Depois de lance polêmico na saída de bola, com Vital reclamando de falta de Gustavo Henrique após perder a bola, o Peixe inverteu o jogo e conseguiu lateral. Na cobrança, Arthur Gomes mostrou qualidade para girar sobre a primeira marcação de Douglas, fintou Carlos e chutou para o meio da área. Walter desviou, mas a bola ficou nos pés de Gabriel, que soltou a bom com o pé esquerdo para estufar a rede.

Mesmo com a torcida incentivando e a chuva caindo forte para animar a galera nas arquibancadas, o Peixe preferiu recuar ao seu campo de defesa e apostar no contra-ataque com a rapidez dos seus pontas. Com a posse de bola, mas sem profundidade já que Jonathas sofria até para dominar a bola, o Corinthians não conseguiu ameaçar o gol de Vanderlei até o intervalo, mantendo o placar em 1 a 0.

Gabriel, do Corinthians no jogo com o  Santos FC,  pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018, no  Pacaembu.  Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Jogo corrido, placar igual

Apesar de ter levado perigo com a dupla Pedrinho e Léo Santos no primeiro tempo, o técnico Jair Ventura optou por dar descanso ao seu zagueiro titular no intervalo. Thiaguinho voltou para a etapa final como lateral, numa clara demonstração de preferência do comandante pelo jogo da quarta-feira do que pelo clássico. O Peixe, em vantagem, voltou com a mesma formação e ideia de jogo, esperando o rival na defesa.

Jonathas, ainda que com muita dificuldade com a bola nos pés, passou a disputar bem pelo alto e deu profundidade ao time do Corinthians. No melhor lance criado, mesmo com um passe mais forte do que o necessário, deixou Mateus Vital em boa condição dentro da área. O meia, porém, demorou a tomar a decisão, tentou levar para o pé direito e acabou desarmado em cima da hora por Luiz Felipe.

Cuca sentiu que seu time precisava de mais poder ofensivo e mandou a campo o paraguaio Derlis Gonzáles na vaga de Arthur Gomes, visivelmente cansado. Logo em seu primeiro lance, Derlis recebeu passe sem querer de Dodô, que errou um chute para o gol, e ficou em boa condição na área. O atacante ajeitou e soltou um chute forte com o pé direito, a bola bateu em Pedro Henrique e saiu pela linha de fundo.

Os minutos finais foram de muita intensidade, com direito a sete minutos de acréscimo adicionados pelo árbitro. O Corinthians quase empatou em cruzamento de Carlos que Gabriel cabeceou ao lado do gol de Vanderlei. Na resposta, Derlis chutou forte, Walter espalmou e Bruno Henrique, no rebote, carimbou o goleiro mais uma vez. No último lance, Clayson bateu falta na área, a defesa fez linha de impedimento péssima e Marllon cabeceou para fora.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: Sábado, 13 de outubro de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Público: 24.123 pagantes
Renda: R$ 778.974,50
Cartões amarelos: Gabigol, Gustavo Henrique, Derlis González (Santos); Emerson Sheik e Gabriel (Corinthians)
Gols: Gabigol, aos 21 minutos do primeiro tempo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri (Renato); Arthur Gomes (Derlis González), Carlos Sánchez (Eduardo Sasha), Diego Pituca e Bruno Henrique; Gabigol
Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Walter; Léo Santos (Thiaguinho), Pedro Henrique, Marllon e Carlos Augusto; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Mateus Vital (Clayson) e Emerson Sheik (Danilo); Jonathas.
Técnico: Jair Ventura

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

João Brigatti garante: “O Paysandu não está rebaixado”. Veja a classificação,

Publicado

em

Spread the love

Apesar da má fase na Série B, Treinador acredita que o Papão não merecia sair derrotado diante do Fortaleza e afirma que jogo com o Coritiba, na Curuzu, será de “vida ou morte” contra a queda

Paysandu joga bem contra o Fortaleza mas deixa escapar o empate no finalzinho

 O Paysandu perdeu para o Fortaleza por 1 a 0 na noite destesábado (20), diante de mais de 50 mil pessoas no Estádio Castelão., em Fortaleza, Ceará.  O técnico João Brigatti valorizou a atuação do Papão, que teve momentos de segurança na partida, criou oportunidades de gol, mas teve a rede balançada aos 48 minutos do segundo tempo, um balde de água fria pra quem luta contra o rebaixamento na Série B do Brasileiro.

– Viemos jogar sabendo da necessidade da vitória. Enfrentamos o Fortaleza de igual para igual, criamos muitas chances, principalmente, no primeiro tempo, mas no segundo tempo também. Infelizmente essa situação de momento é complicada. O Paysandu tem jogado bem, proposto o jogo, não é covarde, mas valente. Não estamos conseguindo reverter a situação em que estamos no campeonato.

– Estivemos bem postados. O Thomaz e o Marco Júnior se perderam em uma saída de bola, o Fortaleza pegou, fez o contra-ataque e saiu com a vitória. Após o gol ainda criamos oportunidades de empatar a partida, o que seria um resultado mais justo.

Apesar da situação de risco, o Paysandu tem criado chances de sair com a vitória nas últimas partidas, porém, esbarra nas finalizações errôneas dos jogadores. Brigatti pede mais tranquilidade ao elenco pelos gols que podem definir o resultado a favor do time paraense

– No aspecto moral estamos tentando, vamos pra cima, propomos o jogo, mas parece que temos um medo de ser feliz, de fazer o gol. É ter mais tranquilidade nas oportunidades criadas como nas do jogo de hoje, que valem ouro. A gente tem insistido muito nos treinos de finalização e na hora final falta um capricho maior, acabamos não fazendo e dando moral para a equipe adversária.

O comandante Alviceleste garante que a equipe ainda reúne possibilidades de evitar um rebaixamento que a cada rodada vai se tornando iminente. Hoje os bicolores ocupam a 18ª colocação com 32 pontos, a três de deixar o Z4. Ele vê no jogo diante do Coritiba, no próximo sábado, na Curuzu, a oportunidade para o Papão iniciar um novo momento na Segundona.

 – O Paysandu não está rebaixado. Respeito a torcida do Paysandu e peço desculpa por esse momento. Não é fácil, estamos trabalhando muito no dia a dia, propomos os jogos. Falei na coletiva depois que enfrentamos o CRB que iríamos enfrentar o Fortaleza de igual para igual, aconteceu, mas infelizmente a vitória não saiu. Acredito que uma vitória contra o Coritiba nos dá uma grande possibilidade de sair dessa situação.

– Ainda não tem nada acabado. Esse jogo contra o Coritiba é de vida ou morte.

O Paysandu não vence há seis confrontos na Série B e João Brigatti disse que deixou o cargo à disposição da diretoria para qualquer decisão.

– A diretoria está dando total apoio, eles vieram até Fortaleza, conversaram com os atletas após o final da partida. Deixei eles à disposição, têm o direito de fazer o que quiserem. Vejo o Paysandu guerreiro e, por detalhes, não tem vencido as partidas.

Brasileiro – Série B – Classificação – 2018

TEMPORADA REGULAR J V E D GP GC SG PTS
1Fortaleza 32 18 6 8 45 28 +17 60
2Goiás 32 16 5 11 48 42 +6 53
3Avaí 32 14 10 8 43 28 +15 52
4CSA 32 14 9 9 41 33 +8 51
5Vila Nova-GO 32 13 12 7 32 23 +9 51
6Atlético-GO 32 13 9 10 46 45 +1 48
7Londrina 32 13 8 11 36 34 +2 47
8Ponte Preta 32 12 10 10 35 28 +7 46
9Guarani 32 12 9 11 39 35 +4 45
10Coritiba 32 11 12 9 35 34 +1 45
11Oeste 32 9 15 8 31 32 -1 42
12Figueirense 32 10 11 11 41 41 0 41
13Criciúma 32 10 11 11 32 35 -3 41
14São Bento 32 9 13 10 31 32 -1 40
15Brasil de Pelotas 32 9 10 13 27 32 -5 37
16CRB 32 8 11 13 24 32 -8 35
17Sampaio Corrêa 32 8 8 16 27 39 -12 32
18Paysandu 32 7 11 14 30 42 -12 32
19Juventude 32 6 14 12 25 36 -11 32
20Boa Esporte 32 7 8 17 25 42 -17 29

GLOSSÁRIO

  • J: Jogos
  • V: Vitórias
  • E: Empates
  • D: Derrotas
  • GP: Gols Pró
  • GC: Gols contra
  • SG: Saldo de Gols
  • PTS: Pontos

Continue lendo

Esportes

Fortaleza organiza mega mosaico para o jogo do Centenário contra o Paysandu

Publicado

em

Spread the love

Todo o estádio será utilizado para a execução do mosaico. Foto: Francisco Fontenele/O POVO

O POVO

FORATALEZA – Já virou tradição. Sempre que o Fortaleza tem um jogo muito importante pela frente, daqueles que enchem o Castelão, um novo mosaico é levantado. Contra o Paysandu, neste sábado (20),  não será diferente. Um mega mosaico está preparado e vai abranger a arquibancada toda.
Independentemente de que lugar que o torcedor ocupar na arquibancada, será um integrante do espetáculo. Segundo o grupo Leões do Mosaico, que organiza a festa, toda a parte inferior e superior será utilizada para formar o desenho. O anel inferior do Castelão utilizará bandeirinhas e o superior blocos de papel. Além da imagem estática, estão prometidos efeitos especiais para o momento que o mosaico for levantado. Os detalhes não foram revelados para manter o efeito da surpresa.
O espetáculo, porém, começa antes, logo no protocolo inicial. Na entrada dos times será executada a música “Fortaleza eterno amor”, com direito a banda ao vivo e maestro. A finalização será com os novos bandeirões das torcidas organizadas. O da TUF vai cobrir todo o setor superior sul.
Será a o segundo mosaico em um jogo do Fortaleza na Série B do Brasileiro. No primeiro turno, na partida contra o Sampaio Corrêa, foram feitos dois desenhos, um deles em homenagem à Seleção Brasileira. Em anos anteriores, quando o Leão ainda disputava a Série C, outros mosaicos foram construídos.
Apresentação SÉRIE B: Fortaleza x Paysandu

Fortaleza busca acesso

Leão está na liderança da Série B e mede forças com um dos times ameaçados pelo rebaixamento

Na Arena Castelão, o Fortaleza, líder da Série B e cada vez mais perto do acesso, recebe, neste sábado (20),  o Paysandu, que promete apresentar um jogo duro, com sistema defensivo fortíssimo para sair com um bom resultado da capital cearense.

Após 31 rodadas, o Leão está na ponta da competição, com 57 pontos, nove a mais que o Atlético-GO, quinto colocado. Já o Papão chega em situação preocupante. Com apenas 32 pontos, a equipe está na 18ª posição e apenas uma vitória faz o Paysandu sair do Z4.

Na última quinta-feira, o Fortaleza completou 100 anos de vida. Embalado pela data e a campanha na Série B, a torcida do Leão promete lotar o estádio e empurrar o time para mais um triunfo.

Já o Paysandu quer estragar a festa e promete não se intimidar com a pressão das arquibancadas. Para o confronto, o técnico João Brigatti não terá apenas o volante Nando Carandina, suspenso pelo terceiro amarelo.

Prováveis Escalações:

Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Ligger, Diego Jussani e Bruno Melo; Nenê Bonilha, Felipe e Dodô; Marlon, Marcinho e Ederson. Técnico: Rogério Ceni.

Paysandu: Renan Rocha; Maicon Silva, Diego Ivo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Renato Augusto, Willyam, Marcos Júnior e Pedro Carmona; Mike e Hugo Almeida. Técnico: João Brigatti.

Continue lendo

Esportes

Manoel Ribeiro está apto para disputar reeleição no Clube do Remo

Publicado

em

Manoel Ribeiro habilitou-se a concorrer à reeleição no Clube do Remo
Spread the love

O Clube do Remo, do Pará, vive também um intenso clima  eleitoral. Na tarde desta sexta-feira (19), a Junta Eleitoral da agremiação decidiu, que o atual presidente azulino, o ex-deputado Manoel Ribeiro, que nos 1970 foi cognominado de o “marechal da Vitória”, pelos título que levou o club e a conquistar,  pode concorrer à reeleição . Assim, agora são  três chapas habilitadas para o pleito.

A decisão veio após análise de recursos e considerou aptos os candidatos ao Conselho Diretor (CODIR). Desta forma, Manoel Ribeiro, que entrou. na quinta-feira (18) com recurso para garantir legitimação da chapa com Hilton Benigno, concorre às eleições, mascadas para o próximo dia 10.

No total, serão três chapas que buscam o comando do Clube para o biênio 2019/2020.

Chapa 1,  composta por Manoel Ribeiro e Hilton Benigno; chapa 2 com os postulantes Fábio Bentes e Cláudio Jorge  e a Chapa 3 com a qual concorrem Marco Antônio Pina e Francisco Rosas.

 IMPUGNAÇÃO

A chapa de Manoel e Hilton sofreu  dois pedidos de impugnação  por questões ligadas às finanças do clube. Contudo, na tarde de quinta-feira (18),  os candidatos entraram com recursos para garantir a participação o que foi deferido no dia seguinte..

Segundo João Moscoso, diretor de eleições do Clube, o deferimento foi feito após a análise minuciosa dos argumentos da acusação e defesa. “A questão do Hilton Benigno, nós entendemos que aquela acusação não se enquadra ao que eles acusam, se enquadra apenas pra eleição do Condel, não para a do Condir ou a assembleia geral”, disse o diretor.

Em relação a Manoel Ribeiro, Moscoso entendeu que não há uma decisão final. “Enquanto não tem uma decisão, uma condenação ele está apto a qualquer coisa”,explicou.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques