Conecte-se Conosco

ENTRETENIMENTO

Goo Goo Dolls vem pela 1ª vez no Brasil

Por Gabriela Sarmento, G1

Publicado

em

Durante o sucesso de “Iris” no final dos anos 90, o Brasil não entrou na rota das turnês do Goo Goo Dolls. Era culpa do “péssimo” empresário da banda, avalia o vocalista John Rzeznik.

Após demitirem o cara responsável por isso, a banda americana estreia no Brasil em setembro. Tocarão no Rock in Rio e em outros três shows com Bon Jovi (veja mais abaixo).

Apesar do auge no começo dos anos 2000, quando o pós-grunge romântico dominava rádios e paradas, Rzeznik e Robby Takac lançam nesta sexta (13) o disco “Miracle Pill”.

As 11 faixas começaram a ser escritas pelos dois, os únicos da formação original, na turnê de 20 anos do álbum “Dizzy Up The Girl”.

O single que dá nome ao disco foi escrito a partir das observações do vocalista nos últimos anos. “Estamos todos confusos, um pouco assustados, descontentes e buscando por soluções instantâneas que pareçam novas. Eu também”, conta Rzeznik ao G1, por telefone.

Aos 53 anos, ele também fala sobre parceria com o produtor Sam Hollander (Panic! At The Disco, One Direction, Katy Perry) nas composições.

O convite para abrir shows do Bon Jovi em Recife, Curitiba e São Paulo foram como um “presente”, define o vocalista. A oportunidade veio após participação no cruzeiro de Jon Bon Jovi no Mar Mediterrâneo:

“Tenho tanto respeito por esse cara, ele é a pessoa mais inteligente que eu já conheci no mercado da música.”

Quando perguntado sobre os problemas com álcool, Rzeznik afirma que é alcoólatra, mas que está há 5 anos sem beber. “Levei um tempo para ficar bem e tenho que trabalhar nisso todos os dias.”

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital