Conecte-se Conosco

JUSTIÇA

“Gordo do Aurá” é preso na operação Cristo Redentor

Publicado

em

O vereador de Ananindeua, região metropolitana de Belém, Deivite Wener Araújo Galvão (DEM), mais conhecido como Gordo de Aurá, foi preso na manhã desta terça-feira (4), numa operação das Polícias Civil e Militar, batizada de Cristo Redentor.  A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Gordo do Aurá foi apresentado ao Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP), em Marituba.

Com 1.344 mandados de busca e apreensão para serem cumpridos, a Operação Cristo Redentor foi deflagrada pela Segup, a ação principal sendo desenvolvida no residencial Pouso das Aracangas, conhecido como “Cidade de Deus”, no famigerado bairro do Aurá, em Ananindeua. Segundo a Polícia Militar, o local foi invadido e estava sob o domínio de uma facção criminosa.

A operação envolveu 1.042 agentes de segurança, em busca de líderes criminosos, responsáveis por impedir a entrada de policiais na área, cometendo até ataques às guarnições da Polícia Militar.

No Aurá foi instalado um posto de comando móvel, onde três delegados, cinco papiloscopistas, cinco investigadores, uma equipe da Polinter, 20 agentes da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) auxiliam na missão.

Um levantamento feito pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) constatou que o condomínio residencial é o que representa maior periculosidade. Em coletiva no início da tarde desta terça-feira (04), a Segup apresentou o resultado da Operação Cristo Redentor.

Entre os presos, está o Vereador Gordo do Aurá, que segundo as investigações, tem ligação direta com o Comando Vermelho.

Gordo é vereador em Ananindeua

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual