Conecte-se Conosco

GOVERNO DO PARÁ

Governador pede ajuda à União para reconstruir ponte sobre rio Moju

Publicado

em

O governador do Estado, Helder Barbalho, reuniu-se, na manhã desta quarta-feira (10), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, com quem tinha uma agenda na capital federal. Por conta do assunto levado por Helder para o encontro – a reconstrução da ponte sobre o Rio Moju, destruída após um sinistro, no último sábado (6) – Lorenzoni achou por bem que o governador do Pará pudesse falar diretamente com o presidente da República. O chefe do Executivo Estadual solicitou, então, a Bolsonaro ajuda para a reconstrução da ponte, cuja obra está estimada em R$ 113 milhões.

Segundo o governador, o presidente se demonstrou sensível e solidário à causa e determinou que sua equipe, liderada pelos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; da Infraestrutura, Tarcísio Gomes; e da Economia, Paulo Guedes, analise de que forma e com que volume será possível colaborar.

“A solução ainda não foi consolidada pelo governo federal, porém, a determinação do presidente é de que a equipe encontre mecanismos para que a União possa colaborar nesse enfrentamento. Fizemos a solicitação dos R$ 113 milhões, mas, mesmo que esse apoio não seja possível, vamos fazer a nossa parte e restabelecer a normalidade para o povo e para a economia do Pará”, garantiu.

Helder informou ainda que, na noite de terça-feira (9), o governo do Estado entrou com pedido judicial para que as quatro empresas responsáveis, tanto pela balsa envolvida no acidente, quanto pelos produtos transportados, sejam responsabilizadas pelo sinistro e que tenham bloqueado das suas contas o valor de R$ 187 milhões, que corresponde à reconstrução da ponte e outras obras e serviços complementares.

“Essa reunião serviu para que eu pudesse explanar todo o ocorrido e, principalmente, os impactos na vida dos paraenses após a destruição da ponte Rio Moju. Apresentei tudo aquilo o que já estamos executando e também solicitei ajuda do governo federal, para que possa estar junto conosco nas soluções de reconstrução da estrutura e também como apoiador nos investimentos que serão necessários”, pontuou.

Helder Barbalho explica que conta com o apoio do governo federal nas ações de emergência para restabelecer o tráfego e, assim, e garantir a normalidade do fluxo de pessoas e de carga na região. “O nosso foco central é a reconstrução da ponte, pois estamos iniciando, hoje, o deslocamento dos escombros, e a intenção é que nós consigamos, nos próximos dias, já fazer o início da reconstrução desta estrutura”, destacou o governador.

Um trecho de mais de 260 metros da ponte veio abaixo no último sábado (6), quando uma balsa atingiu um dos pilares da estrutura, construída sobre o Rio Moju e parte integrante do complexo da Alça Viária, que liga Belém às regiões Nordeste, Sudeste e Sul do Pará. “Sem dúvida, essa é uma das principais artérias de escoamento de produção e de deslocamento de pessoas no Estado”, resumiu o governador. A nova ponte terá 264 metros e será dividida em dois vãos, diferente da anterior, que contava com três pilares e formava quatro vãos.

Fonte: Agência Pará

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital