Conecte-se Conosco

Governo do Pará

Governo do Pará é homenageado com Mérito Industrial na FIPA 2019

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O governador Helder Barbalho é o grande homenageado da XIV edição da Feira da Indústria do Pará (FIPA 2019), que ocorrerá entre os dias 15 e 18 deste mês, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém. Já na abertura do evento, na noite desta quarta-feira (15), ele será condecorado com a medalha do Mérito Industrial Simão Miguel Bitar, destinada a personalidades, organizações e instituições públicas, que tenham distinção por obras dedicadas ao bem público, com prestação de relevantes serviços à indústria paraense. Cerca de 70 estandes, com mais de 100 expositores, estarão reunidos em quatro dias de Feira.

O Governo do Estado participa com 11 secretarias e órgãos estaduais que investem, dentro de suas em ações de fomento ao setor produtivo. São elas as secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sedeme), de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), de Turismo (Setur), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), e órgãos como a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado (Codec), Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisa (Fapespa), Junta Comercial do Pará (Jucepa), Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará),Espaço São José Liberto e ainda o Banpará. O Estado tem parcerias do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará (OCB Pará) e da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

PROGRAMAÇÃO TÉCNICA

Os trabalhos das pastas econômicas do Executivo estadual serão abertos com a exibição do vídeo institucional do Governo do Estado sobre as potencialidades e oportunidades de negócios presentes no território paraense, a ser apresentado no estande institucional, ainda na noite de abertura da Feira. A partir de então e até o encerramento da Fipa, no sábado (18), profissionais das mais diversas formações, que trabalham no Governo, como economistas, administradores, geólogos, engenheiros de produção, entre outros, farão atendimentos diretos ao público, prestando esclarecimentos e informações sobre as cadeias econômicas paraenses, com destaque para pecuária sustentável, manejo florestal, produção e verticalização do cacau e açaí, turismo e gastronomia, verticalização mineral, entre outras.

Os técnicos do Estado também estarão à frente de uma programação técnica com palestras e rodas de conversas voltadas para o aprimoramento, tanto de trabalhadores da indústria, quanto de representantes de setores da economia. Na quinta-feira, das 14h às 20h, haverá palestras proferidas por servidores da Sedeme sobre “Oportunidades de Negócios no Estado do Pará”, “Incentivos Fiscais”, “Crédito do Produtor – Fomento para a Indústria”, entre outros tópicos.

A chamada Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial é o tema da FIPA 2019 que mostrará algumas das tecnologias para automação e controle nos processos industriais. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Iran Lima, a FIPA já é um espaço de referência que possibilita que o setor produtivo em geral “conheça, avalie e por que não, adote avanços que o auxiliem no aumento da produtividade e na solução de problemas específicos de suas empresas e empreendimentos”, observou Iran Lima.

Presentes na FIPA, os empreendedores mobilizados pelas iniciativas do Espaço São José Liberto, instituição que compõe o organograma da Sedeme, vão expor e comercializar produtos como artesanatos, acessórios de moda e joias.

O Espaço São José Liberto é gerenciado pelo Instituto de Gemas e Joias da Amazônia que tem como finalidade fomentar o desenvolvimento dos setores criativos como gemas, joias, moda, artesanato com ênfase no desenvolvimento econômico da gestão do ciclo de design e apoio à criação, produção e comercialização.

Confira a programação completa das palestras da Sedeme na FIPA 2019:

Quinta, 16 de maio

14h – Incentivos Fiscais no Estado do Pará, sala 5, com Marília Amorim.
14h – O papel do crédito no fomento, sala 9, com Dalila Alves.
15h – O crédito como ferramenta de desenvolvimento econômico, sala 9, com Cindy Ornela.
20h – Oportunidades de negócios no Estado do Pará, sala 4, com Lourival Ribeiro Júnior /Célia dos Anjos.
20h – Crédito do Produtor: Fomento para a indústria, sala 5, com Mauro Rodrigues Barbalho
20h – Comércio exterior e câmbio – Produtos e serviços para fechar bons negócios, sala 9, com Gisele Neves Vicente.

Sexta, 17 de maio

14h – O cooperativismo como alternativa de desenvolvimento econômico, sala 4, Ernandes Raiol da Silva.
14h –  Ambientes de inovação (e colaboração) para o desenvolvimento sustentável na Amazônia: o caso do PCT, sala  10, com Rodrigo Quites Reis e Milkson Ferreira Campelo.
20h – Desburocratização do Registro de Empresa, sala 4, com Fernando Velasco Breno  Cardoso.

SERVIÇO FIPA 2019: A 14ª Edição da Feira das Indústrias do Pará acontece de 15 a 18 de maio no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, de 17h às 22h.

Por Valéria Nascimento

Continue lendo
Clique para comentar

Governo do Pará

Governo irá a China em busca de modernização para micro e pequenas empresas

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O governo do Estado e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Pará (Sebrae) assinaram, na tarde desta quinta-feira (4), um termo de fomento para organizar e formalizar a missão de negócios a China, programada para o próximo mês de agosto. O objetivo é iniciar uma abertura de mercado e investimentos no setor e promover uma melhor qualificação das empresas no Estado.

De acordo com o titular da Sedeme, o termo vai permitir a contratação da empresa que fará todo o organograma da missão, desde marcação de reuniões a detalhes mais específicos. “É o primeiro passo para viabilizar a missão. A ida a China busca a melhoria da atratividade para inovações e tendências que possibilitem o desenvolvimento interno, a articulação setorial e o desempenho integrado do segmento com as demandas do mercado internacional”, antecipou Lima.

Continue lendo

Governo do Pará

Estado reúne com os 144 prefeitos paraenses para alinhar ações

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Prefeitos dos 144 municípios do Pará estão em Belém, nesta quinta-feira (4), participando da reunião de gestão do governo do Estado. O encontro, que contou com a presença do governador Helder Barbalho e o do vice, Lúcio Vale, é realizado na Universidade da Amazônia (Unama), e tem como objetivo alinhar sobre os convênios, programas e ações governamentais com impacto direto nas cidades paraenses.

A reunião serviu para troca de informações, esclarecimento de dúvidas e orientação sobre apresentação de projetos, legislação e planos de trabalho, além ser um momento importante para que o governo compartilhe com os prefeitos suas principais diretrizes de atuação, prioridades deste ano e de que forma os municípios podem ser parceiros na construção das políticas públicas.

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, elogiou a postura do governo do Estado em ter se aproximado do interior, que, historicamente, tem sido esquecido. “Temos visto que o governador tem se preocupado conosco, tem nos ajudado, principalmente, nós, que somos do interior. Fazer um governo que realmente ouça os prefeitos e os municípios é fundamental, e nós estamos muito felizes por isso, por sermos ouvidos, por participar dos debates e, principalmente, por contribuir com o nosso Estado”.

Educação – A agenda iniciou às 8h, com uma apresentação da secretária de Estado de Educação, Leila Freire, que abordou o tema “Desafios da Educação no Estado do Pará”. A gestora divulgou os resultados dos Encontros Regionais de Educação que vêm sendo realizados desde maio, bem como o andamento das obras de escolas.

“É um diálogo que continua, um canal que está sempre aberto, iniciado pelos encontros regionais com gestores de Ures e Uses, e os dirigentes municipais de educação. Nesse momento, o governo reúne com prefeitos e prefeitas para discutir a questão da educação e também outras agendas, como obras e convênios. É um Estado presente que busca, de forma coletiva e democrática, o diálogo e estabelecer as ações estratégicas para a superação dos desafios”, destacou Leila Freire.

Programação – O encontro prossegue, na tarde desta quinta (4), com as apresentações dos secretários de obras (Sedop), planejamento (Seplan), transporte (Setrans) e Casa Civil. Cada gestor vai informar o que está sendo planejado e/ou executado nos municípios.

Para o governador Helder Barbalho, além de mostrar a parceria, e a relação de gestão entre Estado e municípios, o foco é o envolvimento dos 144 municípios na construção de um Pará melhor.

“Temos um planejamento para as escolas estaduais, para melhorar o índice de desenvolvimento da educação, porém, é fundamental o envolvimento dos municípios. A avaliação se dá para todos os paraenses, independente se são alunos da rede estadual ou municipal, e é por isso que convidamos todos os prefeitos, para esse compromisso em favor da educação, da melhoria da qualidade de nossas escolas, da valorização profissional”, destacou. “Queremos, acima de tudo, que alunos e pais estejam no único sentido de promover uma educação de qualidade no Pará”.

Helder ressaltou que, essa semana, começará a reforma de 100 unidades de ensino que são consideradas as piores em condições físicas, para que, na volta das férias, os alunos possam estar em um ambiente mais adequado. “Nós temos 933 escolas no Estado. Dessas, 600 necessitam de recuperação e esse é o nosso foco. Vamos reconstruir, recompor e reestruturar, mas além da estrutura física, é fundamental a melhoria no transporte e merenda escolar, o envolvimento de alunos e pais juntos com os nossos professores, para que esse movimento possa resultar na transformação da educação no Pará”, complementou.

Apresentação – Um dos momentos marcantes do encontro foi a apresentação de tango feita pelo casal Ana Paula Borges de Lima e Everaldo Oliveira, que tem síndrome de Down e são atendidos pelo Centro Integrado de Educação Especial (CIEES).

Ao final da apresentação, emocionada, Ana Paula agradeceu a todos pela atenção e brincou com o governador. “Eu gostei muito de ter me apresentado. Minha mãe está no céu, olhando por mim, mas aqui tem a minha segunda mãe, minha irmã e meus professores. O governador é muito bonito e elegante, nossa!”, elogiou.

Continue lendo

Governo do Pará

Governo do Pará reforça ao presidente da República urgência de revisão da Lei Kandir

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O governador Helder Barbalho cobrou pessoalmente do presidente da República, Jair Bolsonaro, uma revisão da aplicação da Lei Kandir, a fim de minimizar os prejuízos acumulados pelo Estado causados pela desoneração das exportações, durante a entrega do Residencial Quinta dos Paricás, empreendimento do programa federal Minha Casa, Minha Vida, na tarde desta quinta-feira (13), em Icoaraci, distrito de Belém.

“Estamos discutindo em Brasília (DF) a reestruturação do pacto federativo, a nova Previdência e diversas agendas fundamentais para as futuras gerações. Que possamos fazer com que a Lei Kandir, tão prejudicial ao nosso Estado, possa ser repensada, e o Pará beneficiado”, reiterou o governador. “Não é justo que o Estado que faz o balanço da economia do Brasil não receber nada. Queremos que o País possa enfrentar os problemas e queremos ajudar. Então, ajude o Pará, presidente!”, enfatizou Helder Barbalho.

O presidente da República, acompanhado por deputados federais; o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, destacou sua felicidade por estar “entre amigos”, e felicitou as mais de 2,7 mil famílias beneficiadas pela entrega das 1.296 unidades habitacionais.

Helder Barbalho destacou os prejuízos causados ao Pará pela Lei KandirFoto: Marco Santos / Ag. Pará“Todo esforço conjunto entres os governos é bem-vindo. Nós temos que trabalhar por vocês. Tenham a certeza de que este presidente está fazendo tudo para cumprir o que prometeu”, anunciou Jair Bolsonaro, que pediu aos parlamentares federais presentes que não votem contra o decreto que flexibiliza o porte de armas no Brasil e citou a necessidade de regularização dos garimpos.

Helder Barbalho e Jair Bolsonaro entregaram em mãos as chaves de alguns apartamentos aos novos moradores. “Desejo sucesso e alegria, e homenageio a cada um que contribuiu para a construção deste empreendimento. É uma felicidade presenciar a realização do sonho da moradia, do direito de pessoas que viviam de favor, de aluguel. Que seja um momento de virada na vida dessas famílias, agora podendo contar com a oferta de saúde, escola e saneamento”, disse o governador.

Tanto Pedro Guimarães quanto Gustavo Canuto anteciparam os investimentos do governo federal voltados ao “Minha Casa, Minha Vida” que beneficiarão também o Pará. O residencial entregue hoje resultou de um investimento de R$ 168 milhões.

“Só em 2019 já foram contratadas mais de 121 novas unidades em todo o Brasil, um investimento em torno de R$ 16 bilhões. Queria reforçar que esses residenciais são mais que a moradia; significam o acesso a uma série de serviços básicos”, destacou o ministro, citando ainda a aprovação do Congresso Nacional, nesta semana, para uso de R$ 1 bilhão na contratação de outras 26 mil unidades, gerando 50 mil empregos diretos e indiretos.

Evento religioso – No início da noite, Helder Barbalho e Jair Bolsonaro participaram das comemorações pelos 108 anos de fundação da Assembleia de Deus no Pará, marco inicial da Igreja no Brasil, no Centenário Centro de Convenções, em Belém. Recebidos pelo líder da Igreja-mãe, pastor Samuel Câmara, ambos foram definidos como “homens que assumem o ônus de governar”.

“Vocês adicionam a própria fé em Deus ao trabalho e ao Brasil”, disse Samuel Câmara. O governador saudou a Assembleia de Deus como “maior igreja pentecostal do mundo”. Ao presidente da República, Helder Barbalho pediu que cuide da sociedade, a fim de deixá-la mais forte. “Que seu caminho seja iluminado e as vidas de 200 milhões de brasileiros possam ser melhores. Enfrentar os problemas de cabeça erguida é o que o povo brasileiro espera de nós”, reforçou.

Jair Bolsonaro recebeu os títulos honoríficos de Cidadão de Belém e Cidadão do Pará, concedidos, respectivamente, pela Câmara Municipal de Belém (CMB) e pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, e o presidente do Legislativo, Daniel Santos, entregaram as homenagens.

“Estar entre amigos é bom. Estar entre pessoas que têm Deus no coração é ainda melhor. Não tenho ambições, e sim responsabilidade”, afirmou o presidente ao público que lotou o templo. Ao mostrar escrito nas mãos as palavras “Deus”, “Família” e “Brasil”, Jair Bolsonaro comentou sobre a tipificação da homofobia “como crime igual ao racismo”, confirmada horas antes pelo Supremo Tribunal Federal (STF), questionando se não era a hora de um ministro evangélico ocupar uma cadeira na Corte. “O Estado é laico, mas eu sou cristão. Respeito maioria e minoria, mas o Brasil é cristão”, ressaltou o presidente.

Jair Bolsonaro citou ainda sua programação no dia anterior com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, que o acompanhou na celebração alusiva à Batalha de Riachuelo, no Distrito Naval, e ao jogo de futebol no Estádio Mané Garrincha, ambos em Brasília (DF). Segundo o presidente, o ministro abriu mão de 22 anos de magistratura e hoje “sofre acusações, fruto de invasão criminosa”. “Saber que você acredita na pessoa é maior que qualquer gesto. Vida de político não é fácil, mas estou em paz”, garantiu o presidente ao reiterar seu apoio a Sérgio Moro.

Continue lendo

Destaque