Conecte-se Conosco

NARCOTRÁFICO

Grávida de gêmeos transferida de Breves para Belém passa bem

Publicado

em

De janeiro a outubro deste ano, o Graesp já fez 79 atendimentos aeromédicos
Spread the love

Passa bem, na Santa Casa de Misericórdia,  a mulher de 21 anos, grávida de gêmeos, que  precisou ser transferida,  do município de Breves, no arquipélago  do Marajó para Belém, na tarde deste sábado (10), por um avião do Grupamento Aéreo de Segurança Pública.

Com 36 semanas de gestação, ela entrou em trabalho de parto, porém por conta de complicações precisou de uma cesárea de urgência e teve que vir para Belém fazer a cirurgia. Chegando  capital, a paciente foi encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia, em uma ambulância do Samu. De acordo com os médicos que a atenderam, ela passa bem.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública afirma que caso ela viesse de barco levaria 12h para chegar até a capital. Por meio do Graesp esse atendimento ganha mais agilidade, já que o transporte é feito, em média, dentro de 50 minutos de Breves para Belém.

Ainda de acordo com a Segup, de janeiro a outubro deste ano o Graesp já fez 79 atendimentos aeromédicos, que resultaram em 79 vítimas ou pacientes removidos do interior do Estado para Belém e Hospitais Regionais.

Continue lendo
Clique para comentar

NARCOTRÁFICO

Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil

Publicado

em

Marcelo Piloto foi extraditado do Paraguai para o Brasil  (Divulgação/Polícia do Paraguai)
Spread the love

 Agência Brasil  

Brasília – O brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, acusado de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios, foi extraditado hoje (19) do Paraguai para o Brasil.

Segundo a imprensa do Paraguai, ele deixou o país em uma aeronave do Grupo Aerotático da Força Aérea Paraguaia às 5h05.

Traficante confesso, Marcelo Piloto fugiu do Brasil depois de ser condenado a 26 anos de reclusão. A extradição do brasileiro foi cercada de sigilo e segurança envolvendo três barcos de patrulha das Forças Operacionais Especiais de Polícia (FOPE), segundo a imprensa do Paraguai.

No sábado (17), Marcelo Piloto esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

Piloto foi preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, em 2017, após a descoberta que estava usando documentos falsos.

Continue lendo

NARCOTRÁFICO

Sistema de Segurança intensifica a apreensão de entorpecentes em todo o Pará

Publicado

em

O “skunk” é uma droga mais cara, já que a maconha comum custa R$ 400,00 o quilo, e o a droga que vem do Paraguai custa R$ 8 mil o kg
Spread the love
A quantidade de drogas  apreendidas em 2018 no Estado do Pará, pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), já está atingindo o total apreendido em 2017, quando o Sistema de Segurança Pública retirou de circulação duas toneladas de entorpecentes. Até outubro deste ano, o volume apreendido atingiu 1 tonelada e 300 quilos.

O tipo de droga também é variado. Em 2017 foi aprendida uma quantidade maior de cocaína, enquanto em 2018 a maior quantidade, até agora, é de da maconha conhecida como “skunk”, oriunda do Paraguai, que entra no Brasil pela fronteira com a Colômbia. O “skunk” é uma droga mais cara, já que a maconha comum custa R$ 400,00 o quilo, e o a droga que vem do Paraguai custa R$ 8 mil o kg.

O diretor da Denarc, delegado Hennison Jacob, informa que a maior parte das apreensões em 2017 ocorreu no município de Ponta de Pedras, no Arquipélago do Marajó; em Santarém, no Baixo Amazonas, e em Marabá, no sudeste paraense. “A gente não deixa a droga chegar à RMB (Região Metropolitana de Belém), pois aqui ela é facilmente pulverizada e distribuída. A gente tenta apreender na entrada da droga no Estado, especialmente nos municípios que fazem limite com outros, como o Amazonas”, acrescenta.

Incineração – No último dia 8 de novembro, a Polícia Civil incinerou 600 quilos de drogas apreendidas ao longo do ano, em Belém e no interior do Estado, durante operações realizadas pelo Sistema de Segurança Pública do Pará. Do total destruído, 400 quilos eram de maconha e 200, de cocaína.

Segundo Hennison Jacob, há mais drogas apreendidas aguardando autorização judicial para serem jogadas nos fornos.

A Denarc do Pará é a primeira unidade no norte do Brasil com atuação no combate ao crime organizado e suporte à repressão ao tráfico de drogas. Segundo o delegado Hennison Jacob, com a criação da Denarc, há dois anos, o combate passou a atuar em várias frentes.

“A equipe aumentou. Antes eram apenas dois delegados, e hoje estamos trabalhando com quatro. Antes nós tínhamos apenas 15 investigadores, e agora trabalhamos com 25 agentes e mais cinco escrivães. O número de viaturas também aumentou. Enfim, nós podemos atuar em várias frentes, e em todo o Estado do Pará, o que antes se restringia apenas à Região Metropolitana de Belém”, afirma o delegado.

Por Márcio Flexa/AgênciaPará

 

Continue lendo

NARCOTRÁFICO

Julgamento de El Chapo, traficante mais famoso do mundo, começa nesta segunda nos EUA

Publicado

em

El Chapo se declara inocente, mas o governo apresentou muitas evidências contra ele(foto: ALFREDO ESTRELLA / AFP )
Spread the love

Mexicano, que pode pegar prisão perpétua, é acusado de enviar mais de 155 toneladas de drogas aos EUA

AFP

Acusado de liderar o maior cartel de drogas do planeta e de enviar mais de 155 toneladas de cocaína aos Estados Unidos durante 25 anos, o temido chefe do tráfico mexicano Joaquín “El Chapo” Guzmán será julgado a partir de segunda-feira (5) em Nova York sob medidas de segurança máxima.
Durante o processo, que se estenderá durante mais de quatro meses, o júri deve decidir se El Chapo, de 61 anos, considerado o maior traficante do mundo depois da morte do colombiano Pablo Escobar, é culpado ou não de 11 crimes de tráfico e distribuição de drogas, posse de armas e lavagem de dinheiro. Sua condenação pode acarretar prisão perpétua.

O juiz do Brooklyn Brian Cogan e advogados de ambos os lados escolherão a portas fechadas, a partir de segunda-feira, os 12 jurados que decidirão o destino de El Chapo. Seus nomes não serão revelados e eles serão escoltados até o tribunal por xerifes a cada dia.

A Promotoria, que prepara o caso há anos, assegura que El Chapo enviou aos Estados Unidos ao menos 154.626 quilos de cocaína, além de várias toneladas de outras drogas, embolsando 14 bilhões de dólares.

El Chapo se declara inocente, mas o governo apresentou muitas evidências contra ele, tantas que a defesa diz não ter tempo de revisar: mais de 300 mil páginas de documentos e ao menos 117 mil gravações de áudio, além de centenas de fotos e vídeos.

A sua extradição há quase dois anos e seu julgamento são um grande triunfo para o governo americano, que nunca conseguiu extraditar e julgar Escobar, ex-chefe do cartel de Medellín que morreu em uma operação policial em 1993.


Julgamento muito caro

O advogado de El Chapo, Jeffrey Lichtman, disse à AFP que o monumental julgamento terá “centenas de testemunhas”. Heroy estima que o processo custará “mais de 50 milhões de dólares”.

“Apresenta-se como o julgamento mais caro da história dos Estados Unidos”, disse.

Um grande segredo rodeia o caso. Ninguém sabe, nem mesmo os advogados de El Chapo, quem serão seus ex-sócios, funcionários e rivais que testemunharão contra ele.

Os únicos que sabem são alguns que integram o programa de proteção à testemunha e receberam novas identidades, e que outros já estão na prisão e foram realocados em celas especiais para protegê-los.

A sua cooperação implica um risco de vida para eles e seus familiares, mas pode ajudá-los a reduzir sua pena.

Em sua cela de Manhattan, El Chapo fica sozinho 23 horas por dia. Os únicos que podem visitá-lo são seus três advogados e suas filhas gêmeas de sete anos, mas separados por um vidro.

Contudo, não pode ver sua esposa Emma Coronel, ex-rainha de beleza de um povoado do estado mexicano de Durango que se casou com ele aos 17 anos – agora tem 29 – e assistiu a quase todas as audiências, em geral com as gêmeas.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques