Conecte-se Conosco

Sem categoria

Helder Barbalho abre série de entrevistas do Grupo Marajoara com candidatos ao governo do Pará

Publicado

em

O Grupo Marajoara de Comunicação, capitaneado pela Super Rádio Marajoara e integrado agora também por A Província do Pará, o jornal mais antigo da Amazônia e o 4º mais antigo do Brasil, inicia, nesta segunda-feira (3), a série de entrevista com os cinco candidatos que vão disputar o governo do Pará, em outubro. O primeiro turno será realizado no dia 7. As entrevistas seguirão a ordem do sorteio realizado na emissora com a presença dos representantes dos candidatos. Paulo Rocha (PT), que será o último a ser entrevistado no programa  MIX FM, comandado pelo radialista Nonato Pereira, já confirmou presença nos estúdios da Super Marajoara, no próximo dia 10.

A série estreia com o candidato do MDB, Helder Barbalho, que pela segunda vez concorrer ao cargo de chefe do Executivo paraense.Na vez anterior, apesar de ter vencido no primeiro turno, foi derrotado pelo atual governador, Simão Jatene (PSDDB), que preferiu apoiar a candidatura do presidente da Assembléia Legislativa, Márcio Miranda (DEM) à sua sucessão a lançar uma uma chapa tucana puro sangue. E indicou para vice de Miranda o seu ex-chefe da Casa Civil, José Megale. O vice de Helder Barbalho é o deputado federal Lúcio Vale (PR).

A série de entrevistas que o Grupo Marajoara de Comunicação passa a transmitir até a próxima sexta, sempre das 7h às 9h, devido ao Horário Eleitoral obrigatório do Tribunal Regional Eleitoral no rádio e na televisão, é uma ótima oportunidade para o eleitorado paraense conhecer melhor os candidatos, suas propostas, podendo assim ajuda-lo a desfazer quaisquer dúvidas. O programa terá a mediação de Nonato Pereira e Endel Elson, com participação de Antônio José Soares, Editor Responsável de A Província do Pará, jornal que hoje em dia está sob a direção do casal empresário Carlos (Aline) Santos. As entrevistas serão transmitidas simultaneamente pela TV Marajoara Canal 50.1; Rádio Guarani AM 380 e Rádio Ximango da Amazônia AM 750.

Os próximos entrevistados, pela ordem do sorteio, serão:

Dia 4 – Fernando Carneiro ( PSOL);
Dia 5 – Cléber Rabelo (PSTU);
Dia 6 – Márcio Miranda (DEM); e
Dia 10 – Paulo Rocha (PT).

QUEM É HELDER BARBALHO

Helder Zahluth Barbalho nasceu em Belém, a 18  de maio de 1979. É administrador e político,  filiado ao MDB. Foi ministro da Pesca e Aquicultura, ministro-chefe da Secretaria Nacional dos Portos e ministro da Integração Nacional do Brasil.

Formou-se em administração pela Universidade da Amazônia e é pós-graduado com MBA Executivo em gestão pública pela Fundação Getúlio Vargas.

O primeiro cargo eletivo de Helder foi como vereador de Ananindeua (Pará), eleito em 2000 com 4.296 votos, sendo o mais votado do município. Em 2002, elegeu-se deputado estadual com 68.474 votos, tornando-se o mais votado para o cargo no estado do Pará. Em 2004, foi eleito para o cargo de prefeito de Ananindeua, tendo assumido com 25 anos, tornando-se o prefeito mais jovem da história do Pará. Em 2008, foi reeleito com 93.493 votos. Em 2014 foi candidato a Governador do Estado do Pará, sendo derrotado pelo tucano Simão Jatene, candidato à reeleição.

É filho e herdeiro político do ex-governador do Pará e atualente  senador , Jader Barbalho,  réu em pelo menos  seis processos no STF; e da deputada federal Elcione Barbalho. Sobre Helder há acusações de envolvimento com propina de empreiteiras que estão no âmbito da Lava Jato.

“Nós temos a responsabilidade de, daqui pra frente, construir um novo tempo pro Pará. Um novo tempo pra cada paraense. Um novo tempo de um governo de trabalho e de presença”. Foi assim que Helder Barbalho se apresentou a seus eleitores, ao iniciar a sua campanha com vistas a conquistar ao governo do Pará.

Ele promete trabalhar para:

  • Estimular a formação para o trabalho entre os jovens, com incentivos que estimulem sua contratação pela iniciativa privada, com vistas à obtenção do primeiro emprego.
  • Estimular, através da formação e facilitação de meios, o empreendedorismo juvenil, o trabalho por conta própria, a capacidade de gerar o próprio negócio, os próprios recursos e contribuir para a sociedade de forma mais pessoal.
  • Criar o Programa Pará Vivo! para prevenir o uso de drogas e álcool e reduzir conflitos e rivalidades violentas envolvendo adolescentes e jovens, ampliando a segurança nas áreas de abrangência do Programa e fortalecendo a rede de proteção sócio-comunitária de adolescentes e jovens atendidos.
  •  Implantar as Estações da Juventude, espaços adaptados para permitir a inclusão social, a participação e emancipação de jovens, especialmente em situação de vulnerabilidade, valorizando ainda a participação da juventude por meio de fóruns, seminários e festivais.

MENSAGEM

No primeiro dia de campanha no rádio e na televisão, Helder apresentou um vídeo de sua trajetória política e disse dos motivos pelos quais quer ser governador:

“Eu quero ser governador para construir um Pará melhor, daqui pra frente. Com um governo presente que cuide da nossa gente. Vamos trabalhar para devolver os sonhos às nossas crianças e jovens com uma educação de qualidade. Trabalhar com pulso firme e autoridade para devolver a paz a de cada paraense. Trabalhar para dar um serviço de saúde de qualidade para a população. E trabalhar para devolver o emprego, as oportunidades, pra quem mais precisa. Isso permite que cada um volte a lutar e correr atrás dos seus objetivos, dos seus sonhos. Vamos trabalhar para devolver a esperança a cada um que acredita no nosso Estado. A cada um que acredita em um Pará melhor #DaquiPraFrente. Eu estou presente e vou continuar trabalhando pra melhorar a vida de cada um. Obrigado e um grande abraço”.

No mesmo programa, leu uma carta ao povo do Pará, vazada nos seguintes termos:

“Meu amigo. Minha amiga.
É com o coração que lhe escrevo esse texto, que é, também, a confirmação de um compromisso. Desde muito cedo caminho por nossas estradas, navego por nossos rios, cruzo nossas cidades. E me inquieta ver que o Pará, esse lugar tão lindo, tão rico, com um povo tão trabalhador, se tornou, para muitos, a morada de sofrimento e privação. Há ausência onde deveria haver presença.
Meu coração me diz, no entanto, que é chegada a hora de olhar pra frente e de falar de um Pará possível.
Assumo o compromisso de construir, ao seu lado, um Pará que desperte orgulho em todos nós. Onde todos possam ter emprego, segurança, saúde e educação.
Meu compromisso é trabalhar, independente das diferenças partidárias, para que esse sonho, de um Pará de oportunidades e desenvolvimento, se realize em breve.
E a chance está em nossas mãos. Em nossos corações não há lugar para rancor. Nem ódio. Nem medo.
Juntos, vamos fazer a mudança que o Pará precisa. Daqui pra frente!”

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual