Conecte-se Conosco

Sem categoria

Helder Barbalho foge à entrevista e série começa com Fernando Carneiro

Publicado

em

Guilherme Boulos, Tati Picanço e Fernando Carneiro, candidatos do Psol a presidente da República, vice-governadora e governador do Pará

O  candidato ao governo do Pará, Helder Barbalho (MDB)  não compareceu hoje (3), como estava acertado com a sua assessoria,  aos estúdios da Super Rádio Marajoara, para dar a primeira entrevista que Grupo Marajoara de Comunicação, agora também por A Província do Pará,  vai realizar com todos o candidatos ao mais alto cargo do Executivo.  E o pior: Helder Barbalho sequer avisou a direção da emissora que não poderia comparecer. numa atitude que vai de encontro ao que tem pregado: que se for eleito, fará um governo para todos, sem ódio e sem rancor. Ao não comparecer, o candidato perdeu perdeu a oportunidade de explicar aos milhares de ouvites do programa MIX FM, comandado pelo radialista Nonato Pereira., muitas acusações que pesam sobre seus ombros, a ponto de estar sendo investigado pela Lava Jato, por recebimento de propina.

As entrevistas,  então, terão início nesta terça-feira (4), pela  ordem do sorteio realizado na emissora com a presença dos representantes de todos os candidatos. O  candidato Paulo Rocha (PT) será o último a ser entrevistado,  no programa  MIX FM, comandado pelo radialista Nonato Pereira, já confirmou, no próximo dia 10.

A série de entrevistas que o Grupo Marajoara de Comunicação passa a transmitir, a partir desta terça-feira (4) vai  até o dia 10,  sempre das 7h às 9h, devido ao Horário Eleitoral obrigatório do Tribunal Regional Eleitoral no rádio e na televisão. É  uma ótima oportunidade para o eleitorado paraense conhecer melhor os candidatos, suas propostas, podendo assim ajuda-lo a desfazer quaisquer dúvidas.

O programa terá a mediação de Nonato Pereira e Endel Elson, com participação de Antônio José Soares, Editor Responsável de A Província do Pará, jornal que hoje em dia está sob a direção do casal empresário Carlos (Aline) Santos. As entrevistas serão transmitidas simultaneamente pela TV Marajoara Canal 50.1; Rádio Guarani AM 380 e Rádio Ximango da Amazônia AM 750.

Nosso primeiro entrevistado, portanto, será o vereador de Belém, Fernando Carneiro (PSOL)

Pela ordem do sorteio, serão entrevistados ainda:

Dia 5 – Cléber Rabelo (PSTU);
Dia 6 – Márcio Miranda (DEM); e
Dia 10 – Paulo Rocha (PT).

QUEM É FERNANDO CARNEIRO

 

Fernando Carneiro é um militante socialista com longa trajetória nos movimentos sociais. É historiador, formado pela Universidade de São Paulo (USP),  com licenciatura Plena pela Faculdade de Educação (USP). É Pai de dois filhos, Renan e André. Fernando Carneiro participou ativamente, ainda na adolescência, do processo de reorganização do movimento estudantil paraense no inicio dos anos 80, destacando-se sua atuação na luta pela “meia passagem”. Em 1983, ainda sob a ditadura militar, foi, ao lado de outras lideranças estudantis, enquadrado na famigerada Lei de Segurança Nacional (LSN), por participar da luta contra a ditadura e por integrar o movimento “Diretas Já”. Julgado por um Tribunal Militar foi absolvido. Foi fundador do Partido dos Trabalhadores (PT) e participou do processo de reorganização do Centro Acadêmico de Ciências Sociais na UFPa. Esteve presente nas principais lutas populares durante a fundação da Comissão dos Bairros de Belém (CBB) e da organização da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Em 1987, após o falecimento de seu pai, mudou-se para São Paulo onde militou primeiro no movimento estudantil e depois no movimento sindical através do Sindicato dos Trabalhadores da USP (SINTUSP). Ainda em São Paulo trabalhou por 8 anos na Companhia de engenharia de Tráfego (CET). Voltou para Belém em 1999 e se integrou ao “Governo do Povo”, na então administração de Edmilson Rodrigues desempenhando a função de Presidente da Companhia de Transportes de Belém (CTBEL). Neste período, foi escolhido pelo Fórum Nacional de Secretários de Transporte para representar a entidade na primeira composição do “Conselho Nacional das Cidades”. Integrou também o Conselho Estadual de Trânsito. Em 2005, depois da falência do PT, filia-se ao PSOL onde, desde o primeiro momento, integra a direção estadual do Partido. Atualmente ocupa o cargo de Secretário de Movimentos Sociais na Executiva Estadual do PSOL.

 

 

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual