Conecte-se Conosco

Sem categoria

Helder Barbalho submete trabalhadores a regime de escravidão. Eles fecham rua para receber seus salários

Publicado

em

Mais de 20 trabalhadores que passaram o dia de hoje (19) em atividade na cmpanha eleitoral do candidato ao governo do Pará, Helder Barbalho (MDB), sofreram uma grande decepção ao fim da jornada. Em péssimas condições, sujeitos a sol e chuva, eles esperavam receber o valor prometido pela prestação do serviço.  Mas, ficaram sem o pagamento e sequer  tiveram a seu dispor  e o almoço,  que havia sido incluído no contrato verbal com a coordenação da campanha.

Uma das trabalhadoras lesadas pelo candidato, Arianny Gourlat, fez uma transmissão ao vivo no Facebook mostrando a revolta dos trabalhadores que precisaram fazer uma manifestação em frente da casa do contratante para receber o que tinham direito. Diziam que haviam sido submetidos a trabalho escravo e indagavam como seria a vida dos funcionários do Estado, na hipótese de Helder Barbalho assumir o governo a partir de 1º de janeiro de 2019.
A indignação foi tanta que os trabalhadores resolveram apelar para algo mais radical:  foram para a avenida Pedro Álvares Cabral, entre Júlio César e Tavares Bastos, e começaram um protesto. Galhos de árvore foram jogados nos dois sentidos da via. Os trabalhadores atearam fogo no material e bloquearam a passagem dos veículos. Desde o início da noite de hoje muita gente enfrenta o engarrafamento para tentar chegar em casa.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual