Conecte-se Conosco

BARCARENA

Hospital realizou mais de 170 exames de prevenção ao câncer de mama

Publicado

em

Ações ocorreram em parceria com Secretarias de Saúde de cinco municípios

Foram beneficiadas mulheres de Abaetetuba, Mocajuba, Goianésia, Igarapé Miri e Cametá, que compõem a Região do Baixo TocantinsFoto: Ascom / HMIBCom o intuito de apoiar a causa do Outubro Rosa, movimento mundial de conscientização sobre o câncer de mama, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) promoveu, ao longo deste mês, seis mutirões de saúde. Ao todo, foram ofertados gratuitamente mais 170 exames, incluindo mamografia, raio X e eletrocardiograma. O objetivo foi prevenir e diagnosticar precocemente a doença.

As ações ocorreram em parceria com as Secretarias de Saúde dos municípios de Abaetetuba, Mocajuba, Goianésia, Igarapé Miri e Cametá, que compõem a Região do Baixo Tocantins.

Além dos exames, foram realizadas palestras com especialistas, dinâmicas e ginástica laboral, além de rodas de conversa sobre distúrbios mentais com as usuárias, destacando a importância do diálogo sobre o tema, uma vez que a descoberta e tratamento da doença podem causar abalo emocional.

“Sabemos que receber a informação de um diagnóstico de câncer de mama não é fácil, ainda mais para mulheres que vivem em locais de difícil acesso, e que encontram poucas oportunidades para se cuidar. Uma palavra de apoio, uma atitude sincera e até mesmo um abraço podem fazer a diferença e motivar essas mulheres. Portanto, além de exames, também oferecemos apoio emocional para que se sintam acolhidas de forma humanizada”, afirmou a terapeuta ocupacional da unidade, Djeyseanne Duarte.

A enfermeira Nadja Varão, responsável pela organização dos atendimentos e exames laboratoriais, acrescenta que o diagnóstico precoce é o maior aliado para o tratamento eficaz do câncer de mama. “Quando identificada cedo, a doença pode ser tratada, impedindo que o tumor alcance outros órgãos. O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, aumentando as chances de tratamento e cura. O autoexame tem o papel fundamental nesse processo”, reitera.

Mamografia, raio X e eletrocardiograma foram ofertados gratuitamente pelo Hospital de BarcarenaFoto: Ascom / HMIBA triagem de pacientes foi realizada a partir de agendamento no Sistema de Regulação (Sisreg) de cada município. Os exames foram destinados às mulheres a partir dos 40 anos, que apresentaram cópia e originais da carteira de identidade, cartão do SUS, comprovante de residência e encaminhamento do médico.

“Nas unidades de saúde municipais, mulheres com idade entre 40 e 70 anos são selecionadas através do rastreamento. Fazemos questionários, além da consulta com médicos e enfermeiros, para ter um filtro de acordo com o histórico das pacientes e critérios de cada caso. A partir disso, fazemos cadastros dessas usuárias no Sisreg, o que permite o encaminhamento ao Hospital Materno-Infantil de Barcarena, que tem sido um parceiro essencial do município, e tem feito muita diferente na vida dessas mulheres”, ressalta o enfermeiro regulador da Secretária de Saúde de Cametá, Renato Redig.

Sobre o Materno-Infantil de Barcarena
Inaugurado no dia 21 de setembro de 2018, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado na cidade de Barcarena, no Pará, 114 km distante da capital Belém. Mantida pelo governo do Estado, é uma unidade hospitalar pública que atende média e alta complexidades. O público alvo são mulheres gestantes e recém-nascidos. Sua abrangência inclui 11 municípios do Baixo Tocantins: Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e Oeiras do Pará.

Continue lendo
Clique para comentar

BARCARENA

MPPA instaura inquérito para investigar acidente com balsa que virou em rio de Barcarena

Publicado

em

Fonte/Foto: G1

Acidente resultou no derramamento de uma carga de 1.555 toneladas de fertilizante no rio Mucuruçá.

A promotoria de Justiça de Barcarena instaurou inquérito civil para investigar o acidente com uma balsa da empresa SC Transportes LTDA ocorrido na última sexta-feira (25) no rio Mucuruçá, em Barcarena, nordeste do estado.

O acidente resultou no derramamento de uma carga de 1.555 toneladas de fertilizante no rio Mucuruçá. O porto onde ocorria o carregamento da carga de fertilizante não tinha licença de operação. Segundo informações do proprietário do empreendimento a licença ainda estaria em tramitação na Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Semas).

A balsa ainda estava atracada no porto quando virou. Após a maré começar a secar o comandante solicitou que a embarcação fosse retirada da posição em que estava e colocada às margens do rio. Porém, a manobra não foi autorizada por um funcionário do porto que alegou que a documentação de liberação não estava pronta. Com a maré secando, a balsa ficou desequilibrada e virou derramando a carga de fertilizante no rio. A carga pertence à empresa Tocantins e tinha como destino o porto da Cargil, em Santarém.

Uma equipe de Policiais Civis da Divisão Especializada em Meio Ambiente também se deslocou até o porto onde o acidente ocorreu. A Dema intimou todos os envolvidos no acidente, entre eles, o comandante da embarcação, tripulantes, responsáveis pelo porto e o proprietário da balsa.

No momento da diligência também havia uma equipe da Capitania dos Portos no local, realizando um levantamento prévio e verificando a documentação das embarcações.

Continue lendo

BARCARENA

Barcarena – Trevo da Peteca, recebe obras da Setran

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) iniciou, nesta sexta-feira (25), as obras de pavimentação do Trevo da Peteca, que fica na intercessão da PA-481 com a PA-483, em Barcarena, no nordeste do Pará. Os serviços incluem manutenção e melhoria na PA-483, no trecho que vai da Alça Viária até o Trevo da Peteca, com extensão de quase 12 km.

Na quinta-feira (24), o titular da pasta, Pádua Andrade, acompanhado dos deputados estaduais Renato Ogawa e Galileu Moraes, percorreu todos os trechos das rodovias e explicou detalhes do projeto executivo.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por dia, cerca de 900 caminhões utilizam o Trevo do Peteca, que dá acesso ao Porto de Vila do Conde, em Barcarena. “A obra que iniciamos é de suma importância para a economia paraense, pois faz parte de uma área que é a entrada para um dos portos que faz a ligação do Pará com o Brasil e com o mundo. É uma determinação do governador Helder Barbalho que os esforços sejam concentrados em obras que possam melhorar as condições de tráfego de áreas e rotas de escoamento da produção, gerando riqueza, trabalho e renda para a população do nosso Estado”, destacou Pádua Andrade.

Além de ser um ponto de acesso ao porto de Vila do Conde, o Trevo da Peteca também funciona como área de estacionamento para os caminhoneiros que aguardam os horários de embarque e desembarque de cargas. O deputado Renato Ogawa destacou que, ao longo dos anos, o estado de conservação do local foi ficando cada vez mais calamitoso.

“É um problema que se arrasta há anos. Estamos esperançosos para uma solução definitiva da situação, melhorando as condições de tráfego, atraindo novos negócios e investimentos para o município de Barcarena, em parceria com o governo do Estado”, afirmou Ogawa.

Para embarque no porto de Vila do Conde, chegam minerais (bauxita e minério de ferro), vegetais (soja e milho) e bois vivos, entre outros produtos. Para o caminhoneiro cearense, Cícero Romildo, que transporta cargas pelas rodovias, as obras serão bem-vindas. “É segunda vez que venho. Senti dificuldade de locomoção por conta dos buracos. Com a pavimentação, ganha-se mais tempo, reduz desgaste do veículo e traz mais segurança, reduzindo os custos para o motorista e para empresa”, disse.

O comerciante Jairo Gama, que tem um restaurante no local, disse que a obra vai trazer benefícios para todos que utilizam a rodovia. “A execução desse projeto vai ser benéfica para todos, inclusive para a segurança da área”.

Continue lendo

BARCARENA

Maternidade realiza ação de sensibilização no mês de prevenção ao suicídio

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

O Setembro Amarelo, campanha realizada no Brasil desde 2015, tem como objetivo conscientizar sobre a prevenção do suicídio. No Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Ana Turan (HMIB), as ações de discussão sobre o tema foram realizas nos dias 25 e 26 setembro, junto aos colaboradores.

A equipe do Grupo de Trabalho e Humanização da unidade hospitalar abriu espaço para o diálogo sobre a temática do suicídio por meio de um talkshow de perguntas e respostas. No encontro, as psicólogas da unidade puderam compartilhar dados, conscientizar sobre a depressão e tratar dúvidas com foco em modelos de prevenção.

“Procuramos discutir sobre o Setembro Amarelo de uma forma que todos pudessem ter seu espaço. Aqui descrevemos sinais da depressão, falamos sobre mitos, estatísticas que envolvem o tema, mudanças de hábitos e comportamentos que refletem a depressão. Mostramos o que deve ser evitado e também que medidas tomar para ajudar alguém quem precise de orientação e apoio para enfrentar a doença”, destaca a psicóloga da unidade, Larissa Ribeiro.

Ainda durante o encontro, houve uma dinâmica com o grupo, para que os profissionais expressassem seus sentimentos e compartilhassem experiências com os demais. Segundo a psicóloga do HMIB, Jaynne Araujo, o intuito da dinâmica foi explorar a troca de sensações para que, assim, os colaboradores pudessem descrever sentimentos.

Ainda durante o encontro, houve uma dinâmica com o grupo, para que os profissionais expressassem seus sentimentos e compartilhassem experiências com os demais.Foto: Ascom / HMIB“Com a dinâmica do balão, todos puderam falar sobre seus medos e suas experiências e conseguiram ter uma dimensão sobre a temática. Sabemos que os índices de suicídio no país são altos e o diálogo é a melhor solução. Sempre incentivamos a conversa, pois é importante desconstruir o preconceito, que impede muitas pessoas de procurarem ajuda”, relata.

Nos dois dias de campanha, cestas com frases de carinho e atenção foram colocadas nas recepções da unidade. A ideia foi oferecer uma palavra de conforto e de ajuda às pessoas que passaram pelo lugar. Foram disponibilizadas, ainda, indicações de Centros de Valorização à Vida e acolhimento e do número de telefone 188, que pode ser usado de forma gratuita, além do incentivo à procura de ajuda médica especializada.

Materno-Infantil – Inaugurado no dia 21 de setembro de 2018, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado na cidade de Barcarena, no Pará, 114 km distante da capital Belém. A unidade, referência para atendimentos de média e alta complexidade, tem como público-alvo mulheres gestantes e recém-nascidos. Sua abrangência inclui 11 municípios do Baixo Tocantins: Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e Oeiras do Pará.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital