Conecte-se Conosco

ESPORTES

Inter derrota Mengão e assume a liderança

Publicado

em

O Internacional venceu nesta quarta o Flamengo por 2 a 1 no Estádio Beira-Rio pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo bem disputado com as duas equipes buscando o gol, o Colorado foi mais eficiente nas oportunidades de gols e contou com grande atuação do goleiro Marcelo Lomba. Pottker e Dourado fizeram para os donos da casa, enquanto Vitinho fez para os visitantes.

Com o resultado, o Internacional assumiu a liderança com 46 pontos. E o Flamengo caiu para quarto lugar com 41 pontos.

Na próxima rodada o Inter recebe no domingo o Grêmio,às 16h(de Brasília), no Estádio Beira-Rio. No sábado o Flamengo pega a Chapecoense, às 21h(de Brasília), no Maracanã.

O Jogo

Empurrado por sua torcida, o Internacional tomou a iniciativa, enquanto o Flamengo se resguardou na defesa. Aos 05, Edenílson levantou para William Pottker na marca do pênalti, Léo Duarte não alcançou a bola, o camisa 99 matou no peito e a bola ainda bateu no marcador do time carioca antes de voltar para o atacante Colorado, que mandou para as redes.

Bem organizado em campo, os comandados de Odair Hellmann dificultam as ações ofensivas do Mengão. Os cariocas sentem os desfalques e demoram para entrar na partida.

Depois dos 20 minutos, o Flamengo criou duas boas chances, mas brilhou a estrela do goleiro Marcelo Lomba. Aos 21, Vitinho achou Pará livre na direita. O lateral tirou do marcador e cruzou na medida para Marlos Moreno, no segundo pau. O colombiano cabeceou em cima de Lomba, que espalmou para fora da área. Aos 23, Pará novamente faz bom cruzamento para Marlos Moreno, que, desta vez, cabeceou bem no canto esquerdo de Lomba, que mandou para escanteio.

Já o Internacional após marcar o gol recuou e ficou especulando jogadas de contra-ataque. Com mais posse de bola, os visitantes tentam infiltrar no sistema defensivo dos donos da casa. Pelo lado direito da defesa Colorada, os cariocas tem levado vantagem.

Durante o primeiro tempo, o Internacional começou fulminante marcando em cima e conseguindo um gol no início da partida. Entretanto, na sequência o Colorado recuou e permitiu a pressão do Flamengo que criou duas boas chances para empatar, mas esbarrou na muralha Marcelo Lomba.

O Colorado voltou melhor no segundo e quase ampliou o placar. Aos 04, Rodrigo Dourado, do meio de campo, faz belo lançamento para Nico López, que encobriu Diego Alves, mas a bola saiu por cima da meta do goleiro rubro-negro. Um minuto depois, Zeca avançou pela direita e cruzou boa bola para Patrick no segundo pau. O volante dominou e mandou para o gol, mas Diego Alves faz ótima defesa e impediu.

Em um contra-ataque rápido o rubro-negro chegou ao empate. Aos 11, Arão disparou pela direita e tocou para o meio. Everton Ribeiro, de primeira, tocou para Vitinho chegando livre na esquerda. O atacante mandou uma bomba para empatar o jogo para o Fla. A bola bateu no travessão e depois dentro do gol. Depois de 742 minutos a defesa vermelha voltou a ser vazada.

Porém a resposta dos gaúcho não demorou muito para pular na frente do placar. Aos 13, Nico López cobrou o escanteio na marca do pênalti, Rodrigo Dourado subiu junto com Léo Duarte, levou a melhor e cabeceou forte para o fundo das redes. Essa etapa final está bem acelerada e por pouco o Mengão não deixou tudo igual no marcador. Aos 14, Vitinho invadiu a área pela esquerda e finalizou rasteiro, cruzado. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 18, Pottker desceu pela esquerda e vê Edenílson livre chegando na área pela direita. O atacante dá belo passe para o volante, que, em vez de finalizar, se livrou de dois marcadores e caiu na área. Os jogadores colorados protestaram penalidade, mas o juiz mandou o jogo seguir.

Com dificuldade de penetração no setor defensivo do Inter, o Flamengo começou a arriscar chutes de fora da área. Por sua vez, o Colorado recuou as suas linhas e apostou nas jogadas de velocidade.

Na sua derradeira chance para empatar a partida, mais uma vez apareceu o goleiro Marcelo Lomba. Aos 44, Arão tocou com Uribe, que só ajeitou para Matheus Sávio na entrada da área. O meia-atacante invadiu a área e, da marca do pênalti, finalizou em cima de Lomba, que afastou com os pés. Mesmo com a insistência do Rubro-Negro, os vermelhos conseguiram segurar a pressão e asseguraram a liderança da competição.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 5 de setembro de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Renda: R$ 842.060,000
Público Total: 33.633
Cartão amarelo: Victor Cuesta, Jonatan Alvez, Marcelo Lomba, Iago (Inter), Piris da Motta (Flamengo).
Gol: Willliam Pottker(Inter), aos 05 minutos do primeiro tempo, Vitinho (Flamengo), aos 11 minutos e Rodrigo Dourado (Inter), aos 13 minutos do segundo tempo.

Internacional: Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e Nico López (Leandro Damião); William Pottker e Jonatan Alvez (D´Alessandro).
Técnico: Odair Hellmann

Flamengo: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Piris da Motta(Willian Arão), Romulo, Everton Ribeiro, Vitinho e Marlos Moreno (Matheus Sávio); Lincoln (Uribe).
Técnico: Maurício Barbieri

O centroavante Gilberto marcou o gol da vitória do Bahia frente ao Sport (Foto: ECB/Twitter)

Bahia vence Sport  e  se afasta da zona da degola

O Bahia reagiu no Campeonato Brasileiro durante a noite desta quarta-feira (5). Na Arena Fonte Nova, em duelo entre duas equipes que brigam contra o rebaixamento, os mandantes derrotaram o Sport por 2 a 0, com gols do ex-são-paulino Gilberto e do zagueiro Tiago.

Com o resultado, que encerra um jejum de quatro jogos sem vitórias, o Bahia assumiu provisoriamente o nono lugar, com 28 pontos, cinco a mais em relação ao 17º colocado Sport, primeiro clube dentro da zona de descenso.

Pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor baiano visita o líder São Paulo no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Morumbi. No mesmo dia, mas a partir das 16 horas, o Leão da Ilha tentará se reabilitar diante do Cruzeiro no Recife.

O Jogo – O Bahia esboçou fazer uma pressão no início, mas o Sport surpreendeu com agressividade e foi quem chegou com perigo primeiro. Aos 10 minutos, Gabriel recebeu lançamento dentro da área e chutou cruzado, exigindo grande defesa de Douglas.

Errando muitos passes, o Bahia deixava espaços para o Sport contra-atacar. Aos 23 minutos, Cláudio Winck saiu na cara de Douglas e tocou para o lado, buscando Andrigo, que tinha melhores condições de finalizar para o gol vazio. No entanto, Nino Paraíba se antecipou e salvou a equipe da casa.

Aos 39 minutos, o Bahia enfim assustou a meta de Magrão. Surpresa na escalação de Enderson Moreira, o jovem meia Ramires recebeu na área, fintou Deivid e bateu forte de pé esquerdo, acertando a trave do arqueiro do Sport no último bom momento do primeiro tempo.

O Bahia voltou melhor para a etapa complementar e abriu o placar logo aos sete minutos, quando Gregore fez grande jogada individual e tocou para Gilberto no meio da área. O centroavante só teve o trabalho de empurrar para as redes, fazendo a festa na Fonte Nova.

Pouco depois, quase o segundo. Aos 12 minutos, Nino Paraíba cruzou para Gilberto, que tirou Ernando da jogada e arrematou. A bola desviou e passou à esquerda de Magrão. Em busca do empate, o técnico Eduardo Baptista abriu o time, colocando os atacantes Rafael Marques e Mateus Gonçalves nas vagas de Winck e Deivid. Enderson Moreira respondeu mandando a campo o volante Flávio e o zagueiro Everson nos lugares de Ramires e Paulinho.

No fim, o Bahia se deu melhor. Pouco ameaçado pelo Sport, o time mandante ampliou o marcador aos 39 minutos, quando Gilberto fez fila na entrada da área e deixou com Everson, que cruzou rasteiro para Tiago, completamente livre, tocar para o fundo do gol, dando números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 x 0 SPORT

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 05 de setembro de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Público: 13.816 pagantes
Renda: R$ 210.104,00
Cartão Amarelo: Zé Rafael (Bahia); Ronaldo Alves (Sport)
Cartão Vermelho: –
Gol: BAHIA: Gilberto, aos 7, e Tiago, aos 39 minutos do 2º tempo

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Paulinho (Everson); Elton, Ramires (Flávio) e Zé Rafael; Marco Antônio (Clayton) e Gilberto
Técnico: Enderson Moreira

SPORT: Magrão; Durval, Ernando e Ronaldo Alves; Cláudio Winck (Rafael Marques), Neto Moura (Fellipe Bastos), Deivid (Mateus Gonçalves) e Sander; Andrigo, Gabriel e Rogério
Técnico: Eduardo Baptista

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual