Conecte-se Conosco

ESPORTES

Jovem atleta paraense de jiu jitsu é ouro nos EUA

Foto: Emater / Ascom

Publicado

em


O faixa laranja de jiu jitsu, Ricardo Filho, de 11 anos, conhecido como Zito, retornou ao Pará trazendo na bagagem a medalha de ouro conquistada no Pan-Americano Kids, que foi realizado no último final de semana em Long Beach, na Califórnia, Estados Unidos. Para participar do evento internacional, o atleta contou com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Ricardo Zito conquistou o primeiro lugar na categoria infantil/meio pesado (até 52 kg)  em uma luta contra o equatoriano Nahir Alejandro, vencendo com o golpe arm lock (chave de braço). “O jiu Jitsu é o esporte que eu amo, que escolhi para a minha vida, e que me dá a oportunidade de fazer amigos e de conhecer muitos lugares”, conta o jovem campeão.

“O Zito já é um atleta de rendimento. Ele pratica desde os 4 anos de idade o Jiu Jitsu e treina em uma academia no conjunto Satélite, em Belém, tendo como mestre o pai dele, o Ricardinho Bulldog. O zito é tricampeão brasileiro, tricampeão sulamericano, hexacampeão paraense, e nisso, a Seel teve papel fundamental através de apoio para custear essas viagens para as competições. Sou muito grata”, disse a mãe do atleta, Munnyck Gomes. 

Em 2019, apoiado pela Seel, Zito participou do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu em Barueri, São Paulo, no qual ficou em 1° lugar, conquistando o tricampeonato e no Campeonato  Sul-americano de Jiu Jitsu no Rio de Janeiro, onde também conquistou o lugar mais alto do pódio e com isso, sagrou-se  tricampeão.  O próximo desafio de Zito é neste domingo (16), no Pará Kids, que será realizado no ginásio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), pela Federação de Jiu Jitsu do Estado do Pará  (FJJP).

Para o secretário-adjunto da Seel, Vitor Borges, “a secretaria vem cumprindo o papel institucional de incentivar os atletas do Estado para que continuem representando o Pará em competições internacionais e, dessa forma, fomenta o esporte regional”. 

Continue lendo
Clique para comentar

ESPORTES

Final de semana de medalhas para judô brasileiro

Publicado

em

Por Agência Brasil - Rio de Janeiro

Vitórias foram em torneios preparatórios para Grand Slam de Dusseldorf

Os judocas brasileiros estiveram envolvidos neste final de semana em duas competições que servem de preparação para o Grand Slam de Dusseldorf (Alemanha): o Aberto de Bratislava (Eslováquia) e o Aberto de Oberwart (Áustria).

Em Dusseldorf, a equipe feminina alcançou o total de cinco medalhas, três ouros e dois bronzes.

As conquistas vieram com Ketelyn Nascimento (até 57kg), Ketleyn Quadros (até 63kg) e Maria Suelen Altheman (acima de 78kg). Já os bronzes vieram com Gabriela Chibana (até 48kg) e Maria Portela (até 70kg).

Já em Oberwart, a equipe masculina teve uma performance com menos conquistas. Neste domingo (16) o Brasil conquistou um ouro e uma prata no meio pesado (até 100 kg). Leonardo Gonçalves derrotou Rafael Buzacarini na decisão da categoria, garantindo as duas únicas medalhas brasileiras no evento.

Grand Slam de Dusseldorf

O Grand Slam de Dusseldorf é o segundo de quatro que serão realizados até o final da corrida olímpica.

Continue lendo

ESPORTES

Gaúcho: Grêmio vence Internacional e está na final

Publicado

em

Por Agência Brasil - Rio de Janeiroga

São Paulo e Corinthians ficam no 0 a 0

Graças a um gol do atacante Diego Souza nos acréscimos da partida, o Grêmio derrotou o Internacional por 1 a 0 no último sábado (15), no estádio do Beira Rio, e se classificou para a final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

Em um jogo muito parelho, o tricolor só conseguiu definir a classificação aos 46 minutos do segundo tempo, quando Everton levantou a bola na área, onde Diego Souza se antecipou à defesa e marcou de cabeça.

Agora o Grêmio aguarda o vencedor de Caxias e Ypiranga para saber quem será seu adversário na final do primeiro tempo do Gaúcho.

Empate em São Paulo

Onde também teve clássico foi no Campeonato Paulista. São Paulo e Corinthians se enfrentaram no estádio do Morumbi. Mas, em uma partida na qual os goleiros foram os protagonistas, o placar terminou em 0 a 0.

Espote, São Paulo x Corinthians - Campeonato Paulista

Goleiros brilham, e São Paulo e Corinthians ficam no 0 a 0 – Twitter São Paulo FC/Rubens Chiri e Paulo Pinto

Quem venceu em São Paulo foi o Bragantino, que superou o Oeste por 3 a 0, graças a gols de  Artur, Ytalo e Claudinho.

Vitória na Bahia

No Campeonato Baiano, o Vitória derrotou o Atlético de Alagoinhas por 2 a 1, no estádio do Barradão, e empatou em número de pontos com o líder Bahia.

Os gols da vitória do Vitória saíram dos pés de Giovani Mário e Emílio (contra). Já Reninha descontou para o Atlético.

Triunfo no paranaense

Se na Supercopa do Brasil o Athletico foi superado pelo Flamengo, no Campeonato Paranaense o furacão, jogando com seu time sub-23, derrotou o Toledo por 3 a 0. O destaque foi Pedrinho, que fez todos os gols da partida.

Continue lendo

ESPORTES

Flamengo inicia 2020 com título da Supercopa do Brasil

Publicado

em

Por Agência Brasil - Rio de Janeiro

Equipe carioca derrota Athletico-PR por 3 a 0

O Flamengo inicia o ano de 2020 como encerrou o de 2019, conquistando títulos. Diante de mais de 48 mil torcedores, a equipe carioca derrotou o Athletico-PR por 3 a 0, neste domingo (16) no estádio Mané Garrincha (Brasília), e conquistou a Supercopa do Brasil.

Esta é a primeira vez que o rubro-negro carioca conquista o título da competição criada em 1990. Tendo inspiração nos torneios europeus, a Supercopa do Brasil reúne os dois campeões nacionais (Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil) no início da temporada seguinte. Até este domingo, haviam acontecido apenas duas decisões de Supercopa. Em 1990 o Grêmio se sagrou campeão ao vencer o Vasco, e em 1991 o Corinthians faturou o título ao derrotar o Flamengo.

O jogo

O Flamengo começou a partida melhor, adiantando suas linhas e imprensando o Athletico em sua defesa. Com isso, apenas a equipe carioca criava chances de perigo.

Supercopa Brazil - Flamengo v Athletico Paranaense

Flamengo de Everton Ribeiro (esquerda) conquista primeiro título de 2020 – REUTERS / Adriano Machado/Direitos Reservados

A pressão do atual campeão do Brasileiro foi tamanha que ele não demorou a abrir o marcador. Aos 14 minutos Gabigol recebe a bola na direita e cruza para a área, onde Bruno Henrique se antecipa a dois marcadores e marca de cabeça.

Mesmo com a vantagem no marcador o Flamengo continuou mandando na partida. E o segundo veio aos 28 minutos. Filipe Luís cruza na área do Athletico, o lateral Márcio Azevedo tenta recuar para o goleiro Santos com passe de peito. Mas o toque é fraco. Gabigol aproveita o vacilo e toma a bola, dribla o goleiro e chuta para a meta vazia.

Apenas após o 2 a 0 é que o time paranaense consegue criar algo, muito por conta da diminuição do ritmo da equipe da Gávea.

A primeira chance atleticana surge aos 40 minutos, quando o goleiro Santos faz ligação direta para Marquinhos Gabriel na ponta esquerda. O camisa 10 do Athletico se livra de Rodrigo Caio e chuta cruzado. Mas Diego Alves defende com tranquilidade.

Supercopa Brazil - Flamengo v Athletico Paranaense

Bruno Henrique (esquerda) marcou um gol para o time carioca – REUTERS / Adriano Machado/Direitos Reservados

Porém, a melhor chance vem dois minutos depois, quando Rony se livra de Rafinha e cruza rasteiro para o meio da área, onde Erick perde chance claríssima.

Na etapa final o Athletico chega a ensaiar uma recuperação. Logo aos 10 minutos Erick cabeceia com perigo após bola levantada na área do Flamengo.

Aos 19 é Guilherme Bissoli quem dá trabalho para o goleiro Diego Alves. Erick cruza da direita para cabeceio com perigo do camisa 17.

Mas, mesmo em um ritmo menor, o Flamengo mantém o controle da partida. Com isso, chega ao terceiro. Aos 23 minutos, Arão lança Bruno Henrique na esquerda. O atacante avança em grande velocidade e, ao chegar na área adversária, tenta tocar para Gabigol. Santos corta parcialmente a jogada e a bola fica livre para o uruguaio Arrascaeta, que chuta da entrada da área.

Supercopa Brazil - Flamengo v Athletico Paranaense

Gabigol foi decisivo para o Flamengo diante do Athletico-PR – REUTERS / Ueslei Marcelino/Direitos reservados

A partir de então as equipes passam a criar chances de lado a lado, mas o placar permanece inalterado. 3 a 0 para o Flamengo, que conquista pela primeira vez a Supercopa do Brasil.

Sequência de decisões

Após o jogo deste domingo, o Flamengo continua em uma sequência de decisões. A primeira será na próxima quarta (19), quando enfrenta o Independiente Del Valle (Equador) no estádio Olímpico Atahualpa (Quito) na partida de ida da Recopa Sul-Americana.

No próximo sábado (22) disputa a final da Taça Guanabara, no Maracanã (Rio de Janeiro), com o vencedor de Boavista e Volta Redonda.

Esportes, Final da Supercopa do Brasil 2020,  Flamengo e Athleti

Jogadores do Flamengo têm sequência de decisões no início de 2020 – Alexandre Vidal / Flamengo/Direitos Reservados

Para terminar há o jogo de volta da Recopa Sul-Americana contra o Independiente Del Valle, partida que acontece no dia 26 de fevereiro no Maracanã.

Ficha Técnica

Domingo, 16 de fevereiro de 2020

FLAMENGO 3 X 0 ATHLETICO-PR

Competição: Supercopa do Brasil

Local: Estádio Mané Garrincha, Brasília

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson e Everton Ribeiro (Diego); Arrascaeta (Michael), Gabigol e Bruno Henrique. T: Jorge Jesus.

Santos; Khellven (Fernando Canesin), Lucas Halter, Thiago Heleno e Márcio Azevedo (Abner Vinícius); Wellington, Erick, Léo Cittadini (Guilherme Bissoli) e Marquinhos Gabriel; Nikão e Rony.

Gols: Primeiro tempo: Bruno Henrique (14) e Gabigol (28). Segundo tempo: Arrascaeta (23).

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital