Conecte-se Conosco

ESPORTES

Judoca paraense vai participar de intercâmbio no Japão

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Com o objetivo de se capacitar na metodologia de judô aplicada no Japão, a Confederação Brasileira de Judô, a Embaixada do Japão no Brasil e o Instituto Kodokan do Brasil lançaram o Processo Seletivo de Discente para Intercâmbio Brasil x Japão, que selecionou 10 judocas, entre eles o paraense Alam do Reis Saraiva, que irá participar da capacitação que será realizada durante 30 dias naquele país. Para a viagem, Alam recebeu apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Professor do Instituto Federal do Pará e pós-doutor em Educação Física, Alam pratica o judô há 38 anos e se sente agradecido pela oportunidade de participar do intercâmbio. “Me sinto valorizado, reconhecido e feliz por estar indo em busca de conhecimento no país que é berço do judô, onde tudo iniciou. Minha expectativa é voltar mais qualificado e poder adequar e aplicar essa metodologia que é usada nas escolas públicas do Japão à nossa realidade através de diversas ações do Poder Público”, ressalta o judoca que segue nesta sexta-feira (13), para o Japão, onde o intercâmbio ocorrerá nas cidades de Tsukuba, Tóquio e Ryugasaki.

“É muito importante para a modalidade e para o nosso Estado, essa oportunidade do paraense Alam, professor faixa-preta, ir para o Japão obter e trazer um conhecimento que vai possibilitar muitos frutos para o nosso judô”, afirmou Erivelto Pastana, diretor técnico de Esporte e Lazer da Seel.

Em agosto, também com apoio da Seel, Alam participou do Campeonato Panamericano de Judô que foi realizado no Chile e competindo na categoria “Veterano”, sagrou-se vice-campeão no evento esportivo.

Continue lendo
Clique para comentar

ESPORTES

Presidente do Grêmio vê Flamengo com “soberba e arrogância”

Publicado

em

Foto: Joao Carlos Gomes/MyPhoto Press / Gazeta Press

Os confrontos entre Grêmio e Flamengo pelas semifinais da Copa Libertadores serão apenas em outubro – no dia 2, em Porto Alegre, e no dia 23, no Rio de Janeiro -, mas o clima fora dos campos já começa a se agitar. O presidente do clube gaúcho, Romildo Bolzan Jr., deu uma alfinetada ao dizer que o rival carioca está em um momento de soberba e arrogância.

“Estamos adorando esse ambiente criado pelo Flamengo. Não tem coisa melhor para nós do que essa soberba, essa arrogância, esse sentimento hegemônico e essa capacidade de que a imprensa já fez eles jogarem com o Liverpool lá no final do ano, essas coisas todas que a gente sabe como acontecem”, disse o dirigente, na noite de segunda-feira, em Porto Alegre, no evento de lançamento da chapa para eleição do Conselho Deliberativo gremista.

“Não tem ambiente melhor para mostrarmos que quem se dedica a cultura das coisas, aos ambientes das vitórias… E nós já fomos traídos por isso agora recentemente contra o Athletico-PR. Mas temos que ter o cuidado e nos vacinarmos e a cultura de fazermos o ambiente nós já sabemos fazer”, prosseguiu.

A declaração do dirigente causou euforia em alguns dos presentes no evento da chamada “Chapa 2”, que tem unidade política ao reunir 16 movimentos políticos do Grêmio e mais conselheiros independentes.

Na semana passada, o atacante Diego Tardelli adotou um discurso parecido sobre o Flamengo. Mas foi mais sutil ao falar da badalação em cima do time treinado pelo português Jorge Jesus. “Sabemos o que está acontecendo, o momento do Flamengo é muito bom, o que as pessoas comentam sobre o Flamengo atualmente. A gente está no nosso cantinho, tranquilo, bem focados e concentrados. Sabemos de como vai ser esse jogo da Libertadores, mas mais para frente falamos disso”, comentou.

Continue lendo

ESPORTES

Seleções de vôlei voltarão a Brasília dois meses antes das Olimpíadas

Publicado

em

Maíra Nunes

As Seleções Brasileiras de vôlei feminina e masculina voltarão a Brasília dois meses antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) confirmou, nesta segunda-feira (16/9), as datas e os grupos das etapas da Liga das Nações, último compromisso das equipes antes das próximas Olimpíadas, no ano que vem. O Ginásio Nilson Nelson recebe primeiro o time feminino, entre 26 e 28 de maio. Logo depois, será a vez do masculino, de 29 a 31 do mesmo mês. Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT) também estarão no trajeto do torneio.

Em maio deste ano, o Ginásio Nilson Nelson recebeu 19.809 pessoas nos três dias de jogos da disputa feminina, quando o Brasil venceu a China e a Rússia e perdeu para a República Dominicana. A Seleção masculina também lotou o Ginásio Nilson Nelson quando encarou Canadá, França e Itália. Depois do sucesso de público, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e o Governo do Distrito Federal (GDF) firmaram acordo para que a Liga das Nações volte a passar por Brasília em 2020, 2021 e 2020.
Em 2020, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães enfrentará Itália, Japão e Rússia no Ginásio Nilson Nelson. Antes de passar pela capital federal, as brasileiras estreiam na Liga das Nações em Cuiabá, no Ginásio Aecim Tocantins, contra Estados Unidos, Canadá e República Dominicana de 19 a 21 de maio. Depois de jogar no Brasil, a Seleção feminina disputa uma etapa na Polônia e, outra, na Coreia do Sul. Se se classificar para a fase final, ainda terá um novo destino, ainda não definido.

Seleção masculina

Atual campeã olímpica, a Seleção Brasileira masculina chegará em Brasília depois de estrear na Liga das Nações nos Estados Unidos. Na capital federal, a equipe comandada por Renan Dal Zotto jogará contra  Sérvia, França e Japão.
Depois, o elenco capitaneado pelo levantador Bruninho embarca para jogar uma etapa na Polônia e volta para o Brasil para disputar a última etapa da fase de grupos da Liga das Nações. O Brasil enfrenta Itália, Alemanha e Rússia no ginásio Avelino dos Reis, conhecido como Guanandizão, em 19, 20 e 21 de junho.

A liga das Nações

Na Liga das Nações, as seleções se enfrentam nos respectivos grupos e as cinco equipes melhor classificadas avançam para a fase final, junto aos países sede. Os locais e as datas da fase decisiva da competição, porém, ainda não foram divulgados. Em 2019, o torneio feminino terminou em 7 de julho, enquanto o masculino acabou em 14 de julho. No ano que vem, porém, a Cerimônia de Abertura das Olimpíadas de Tóquio está marcada para 24 de julho.

Continue lendo

ESPORTES

Pedido de anulação do jogo Náutico x Paysandu pela Série C será julgado na sexta

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Estadão Conteúdo

O pedido de anulação do jogo de volta das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro, entre Náutico e Paysandu, será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na próxima sexta-feira, às 11 horas, conforme anunciado nesta segunda pelo órgão. A partida em questão, disputada no estádio dos Aflitos, no dia 8 de setembro, garantiu o acesso do time pernambucano à Série B, e deixou o paraense de fora da segunda divisão de 2020.

A direção do Paysandu fez a denúncia na expectativa de a equipe ter uma nova chance de subir para a Série B. E o STJD acatou o pedido do clube paraense na última sexta-feira e determinou que o resultado do confronto não fosse homologado. A entidade, no entanto, optou por não paralisar a competição, tanto que o Náutico jogou a semifinal normalmente no último domingo e perdeu por 2 a 1 para o Juventude, em Caxias do Sul (RS), no confronto de ida do mata-mata.

A reclamação do Paysandu é em relação a um pênalti marcado a favor do Náutico aos 49 minutos do segundo tempo, quando a equipe de Belém vencia por 2 a 1. O árbitro da partida, Leandro Vuaden, viu a bola tocar a mão de Uchôa dentro da área e assinalou penalidade, decisão que revoltou o time paraense. Jean Carlos converteu a cobrança e a decisão da vaga nas semifinais foi para disputa de penalidades, vencida pelo Náutico.

A interpretação do departamento jurídico do Paysandu é de que a marcação de Vuaden configura erro de direito. Segundo o parágrafo 1º do Art. 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), “a partida, prova ou equivalente poderá ser anulada se ocorrer, comprovadamente, erro de direito relevante o suficiente para alterar seu resultado”.

As semifinais da Série C começaram no último fim de semana. Além da derrota do Náutico, no sábado o Confiança perdeu em casa, no Batistão, em Aracaju (SE), para o Sampaio Corrêa, por 2 a 0. Os jogos de volta vão ser disputados no próximo final de semana. No sábado, em duelo marcado para começar às 17 horas, em São Luís, o Sampaio Corrêa pode perder até por um gol de diferença para ir à final. Já o Juventude joga pelo empate em Recife (PE) no confronto marcado para começar às 18h de domingo.

Continue lendo

Destaque