Conecte-se Conosco

ESPORTES

Justiça nega pedido de Ronaldinho para ter passaporte de volta

Foto: Reprodução

Publicado

em

Após mais de um mês do pedido de retenção do passaporte de Ronaldinho e de seu irmão Assis, eles finalmente entregaram o documento para as autoridades brasileiras no último final de semana.

A dupla precisou voltar ao Brasil para o lançamento de um aplicativo de notícias sobre o ex-jogador e para a participação de um amistoso em São Paulo. Na chegada ao país, eles deixaram os passaportes na imigração, de acordo com informações do UOL.

Ronaldinho, antes de voltar ao Brasil, entrou com um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ), alegando que a medida desrespeitava seu direito de ir e vir. A Justiça, no entanto, negou o pedido de liminar solicitação a devolução do passaporte dele e de seu irmão Assis.

O Ministério Público defende esta tese e disse que a atitude foi necessária porque o jogador “ridicularizou a Justiça”. Ronaldinho foi processado por crime ambiental em 2015, mas nunca pagou a multa de R$ 800 mil e, por isso, teve bens penhorados e o passaporte apreendido.

Fonte: Isto É

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual