Conecte-se Conosco

PARÁ

Laudo do acidente com a ponte do Moju será apresentado nesta terça-feira pelo ‘Renato Chaves’

Publicado

em

 O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves entregará, nesta terça- feira  9, o   laudo preliminar do levantamento feito no local da colisão de uma balsa com a ponte sobre o rio Moju, na Alça Viária, no dia 4 passado. O laudo , que subsidiará a ação judicial do Estado do Pará contra os responsáveis pela destruição dos  vãos centrais da ponte, Uma empresa já foi contratada para remover os escombros. Oito pessoas já foram ouvidas no inquérito policial instaurado para apurar os fatos. Segundo a polícia, nos exames toxicológicos e de dosagem alcoólica nos condutores do comboio não foi identificada qualquer substância entorpecente.
Contudo, causa espanto que o governo estadual divulgue que   a balsa navegava com excesso de peso – aproximadamente duas toneladas -, o que teria sido “crucial” para o abalroamento ocorrer, aliado à corrente intensa da maré naquele momento. Não é crível essa hipótese. E isto por várias razões: primeiro, porque duas toneladas é peso-pena para uma balsa. Duas mil toneladas, um peso médio para balsas pequenas. Segundo, se a balsa estivesse com peso excessivo ela afundaria, e nem assim seria causa de colisão. Por último, mas não menos importante, a balsa está há dias embaixo de uma pesadíssima estrutura de concreto e aço (a parte da ponte que desabou) e até agora não submergiu. Ou seja: o mero bom senso desmente essa afirmação.
Trinta militares do Corpo de Bombeiros do Pará e sessenta da Marinha do Brasil, incluindo mergulhadores, usando oito embarcações, entre elas a lancha hidrográfica Sidescan, equipada com sonar que faz a varredura do leito do rio, vêm se dedicando às buscas por possíveis vítimas do desabamento de parte da ponte Moju Alça, mas até agora nenhum automóvel ou corpo foi localizado.  A equipe monitora dois pontos que o equipamento registrou, e amanhã os trabalhos continuarão. Contudo, é intrigante que testemunhas tenham dito que viram dois carros caindo da ponte mas ninguém tenha procurado a polícia para registrar desaparecimento de pessoas.
Fonte;Blog Franssinete Florenzano
Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556