Conecte-se Conosco

ESPORTES

Líder, Fortaleza perde para o lanterna Sampaio Corrêa na Série B. Veja outros resultados

Publicado

em

Bruninho foi o herói da noite no Castelão (Foto: Divulgação/SCFC)

O Fortaleza segue como líder no Campeonato Brasileiro da Série B, mas tem sua posição cada vez mais ameaçada. Na noite dessa sexta-feira( 14)  a equipe dirigida por Rogério Ceni não conseguiu afastar a má fase e acabou derrotada justamente pelo Sampaio Corrêa, o lanterna da competição, por 1 a 0.

O resultado manteve os cearenses com 47 pontos, apenas um a mais que o CSA. O Atlético-GO, que ainda entrará em campo nessa 27ª rodada, é outro que pode chegar aos 46 pontos e entrar de vez na briga pelo título, não só pelo acesso à elite. Já os maranhenses, agora com 25 pontos, dormem na vice-lanterna, mas terão de secar o Boa Esporte para não voltarem à última colocação na tabela de classificação.

A partida disputada no estádio Castelão, em São Luís, como de costume, teve muito mais entrega e disposição do que futebol refinado. Todas as jogadas era muito acirradas, sobrou trombada e passes errados para os dois lados.

Nesse cenário, o Leão teve a grande chance de abrir vantagem aos 20 minutos. Marcinho foi derrubado na área e o pênalti foi marcado corretamente. O problema para o Fortaleza é que na cobrança, Bruno Melo tentou o canto e viu Andrey voar para espalmar a bola.

O castigo veio 22 minutos depois. Fernando Sobral fez jogada individual pela esquerda, bateu cruzado e contou com um desvio. A bola foi na trave, nas costas do goleiro Marcelo Boeck e ficou lima para Bruninho mandar para as redes.

Em desvantagem, o Fortaleza se lançou ao ataque na etapa final de todas as formas, até mesmo abrindo mão de um dos zagueiros, mas, não teve jeito. O tricolor soube segurar o resultado até sem sofrer grandes riscos e abusando da ‘cera’.

O triunfo quebra uma série de três jogos sem vitória do Sampaio Corrêa e alonga a fase negativa do Fortaleza. Agora são quatro rodadas consecutivas sem vitória.

Na próxima rodada, o Leão faz confronto direto com o Vila Nova, no Ceará, enquanto o Sampaio Corrêa visitará o Avaí, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 1 X 0 FORTALEZA

Local: Castelão, em São Luis (MA)
Data: 14 de setembro de 2018, sexta-feira
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Cartões amarelos: César Sampaio, Alyson, João Paulo, Uilliam, Andrey (SAM).

GOL:
SAMPAIO CORRÊA: Bruninho, aos 42 minutos do 1T.

SAMPAIO CORRÊA: Andrey; Luis Gustavo (Bruno Moura), Joécio, César Sampaio e Alyson; William Oliveira, Fernando Sobral, Eloir (Marcos Aurélio) e Bruninho; João Paulo (Rato); Uilliam Barros
Técnico: Marcinho Guerreiro

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Ligger (Éderson), Roger Carvalho e Bruno Melo; Felipe, Derley, Dodô e Rodolfo (Romarinho); Marcinho (Wilson) e Gustavo HenriqueTécnico: Rogério Ceni.

Sonho do acesso ficou ainda mais distante para o Coritiba (Divulgação/CFC)

Londrina bate Coritiba após 24 anos

 

Um jejum de 24 anos chegou ao fim no Alto da Glória. Sem vencer o Coritiba no Estádio Couto Pereira desde maio de 1994, com 18 jogos disputados entre as equipes, o Londrina fez 1 a 0 pela Série B do Campeonato Brasileiro e, de quebra, ultrapassou o adversário na classificação. Com o resultado, o Tubarão chegou aos 36 pontos, na nona colocação. O Coxa é o 10º, também com 36 pontos.

A equipe alviceleste abriu o placar aos 46 minutos da primeira etapa, com Lucas Costa, aproveitando bom cruzamento e empurrando para a rede.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o CRB, na sexta-feira, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Já o Londrina terá pela frente o Figueirense, terça-feira, no Estádio do Café.

O jogo – Com os times ainda se estudando nos primeiros movimentos, o Tubarão criou a primeira oportunidade aos dois minutos, com Higor Leite deixando a marcação para rá e batendo para boa defesa de Wilson, que ficou irritado com sua defesa. A partida era truncada, com muitas faltas, concentrada no meio-campo. Aos 10 minutos, Thiago Lopes tentou a jogada pelo lado e cruzou fechado para Dirceu subir e afastar o perigo.

Boa jogada do experiente Alecsandro, aos 16 minutos, abrindo espaço e servindo Guilherme Parede, que bateu de primeira pela linha de fundo, com desvio na zaga. A resposta veio aso 24 minutos, em levantamento na medida para João Paulo, que testou firme para defesa de Wilson. O Coxa deu o troco e, aos 26 minutos, Iago Dias recebeu na área, tirou a marcação, o goleiro e bateu para fora.

O Alviverde tinha maior posse de bola mas, assim como o adversário, finalizava pouco. Aos 36 minutos, Iago Dias tentou duas vezes e, quando conseguiu acertar ao arremate, pegou torto, mandando sem direção. Sem muita chance na partida, Dagoberto levantou na área, aos 44 minutos, e Dirceu bateu por cima da meta. Dagol tentou o dele, aos 44 minutos, pegando de primeira para grande defesa de Wilson. Até que, nos acréscimos, Lucas Costa abriu o placar aproveitando cruzamento.

Depois do intervalo, as equipes retornaram sem alterações. Aos quatro minutos, Guilherme parede tentou surpreender o goleiro com um chute de longe e a bola passa longe do gol. Um minuto depois, foi a vez de Thiago Lopes acertar um bom chute, pela linha de fundo. O Londrina devolveu com Felipe Marques, com um petardo que Wilson salvou cedendo escanteio. Após a cobrança, Lucas Costa testou por cima da meta.

O ritmo da partida cresceu, com os donos da casa saindo mais para o jogo, mas deixando também mais espaço. Aos 13 minutos, Guilherme Parede tentou o cruzamento e Sávio apareceu no caminho para afastar. Boa chance para Parede, aos 20 minutos, com um chute no ângulo que Vagner foi buscar para ceder escanteio.

O Alviverde tentava, mas não conseguia se acertar em campo. Aos 25 minutos, Jean Carlos cobrou escanteio e Leandro Silva testou por cima do gol. Com a entrada de Germano no lugar de Dagoberto, o Tubarão se fechou mais para segurar o resultado. O jogo se arrastava nos minutos finais, com o Coxa sem mostrar poder de reação. Aos 39 minutos, Uillian Correia se preparou para o chute e foi travado por Sávio no momento certo. A torcida protestava nas arquibancadas contra a diretoria, mais uma vez.

CORITIBA 0 X 1 LONDRINA

Local Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 14 de setembro de 2018, sexta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)
Cartões amarelos: Leandro Silva, Julio Rusch (Coritiba); João Paulo, Vagner e Jô (Londrina)

Gols
LONDRINA: Lucas Costa, aos 46 minutos do primeiro tempo

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e Julio Rush; Escobar (Jean Carlos), Uillian Correia, Thiago Lopes (Nathan) e Iago Dias (Guilherme); Guilherme Parede e Alecsandro.
Técnico: Tcheco

LONDRINA: Vagner; Lucas Ramon, Dirceu, Lucas Costa e Sávio; João Paulo, Jardel, Thiago Ribeiro (Jô) e Higor Leite (Paulo Henrique); Felipe Marques e Dagoberto (Germano).
Técnico: Roberto Fonseca

São Bento e Figueirense empatam jogo de apenas 85 minutos

Era a estreia do técnico Rogério Micale, contratado para substituir o demitido Milton Cruz. Na prática, porém, o time chegou ao terceiro jogo seguido sem vitória. Assim, fica na oitava colocação, com 39 pontos. Por outro lado, o São Bento interrompe sua série de três triunfos consecutivos, mas aumenta a invencibilidade e não deixa de valorizar o ponto conquistado fora de casa. Os paulistas estão em 12º, com 35 pontos.

A chuva impediu qualquer tipo de jogada pelo chão na partida dessa sexta (Foto: Divulgação/FFC)

O primeiro sinal de que a partida não seria nada boa para os catarinenses se deu logo aos 13 minutos. Uma poça d’água acabou causando um erro na saída de boa do Figueirense, que culminou com o gol de Francis na sequência.

Apesar do susto, os mandantes não demoraram a empatar, graças a Elton e a jogada aérea, aparentemente a única forma de chegar ao gol.

Na etapa final, Elton de novo aproveitou bola levantada para colocar o Figueirense na frente. Parecia noite do centroavante alvinegro, mas Francis estava disposto a roubar a cena.

Depois de abrir o placar para o São Bento, o camisa 11 garantiu o empate com uma linda bicicleta dentro da área, depois de outra bola alta.

Apesar da tentativa de pressão dos donos da casa, o campo não permitiu muitas jogadas. Tanto que aos 37 minutos, o árbitro Grazianni Maciel Rocha decidiu paralisar a partida. Só depois de 40 minutos de espera e muita conversa, o juiz resolveu dar fim à disputa, por falta de condições.

Agora, o Figueirense visitará o Londrina na terça-feira, no Paraná, enquanto o São Bento receberá o Boa Esporte, em Sorocaba.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 2 X 2 SÃO BENTO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, SC
Data: 14 de setembro de 2018, sexta-feira
Horário: 20h30 (Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel de Oliveira Alves Pereira (RJ)
Cartões amarelos: Gustavo Ferrareis, Nogueira (FIG); Tony, Ewerton Páscoa (SBO)

GOLS:
Figueirense: Elton, aos 16 minutos do 1T e aos 8 minutos do 2T
São Bento: Francis, aos 13 minutos do 1T e aos 17 minutos do 2T

FIGUEIRENSE: Denis; Raul, Cleberson, Nogueira e Diego Renan; Pereira, Betinho, Jorge Henrique (Juninho), Renan Mota (André Santos) e Gustavo Ferrareis; Elton
Técnico: Rogerio Micale

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Tony, Ewerton Páscoa, Anderson Salles e Pedro Botelho; Fábio Bahia, Dudu Vieira e Marcelo Cordeiro (Zezinho); Francis, Luidy (Gabriel Vasconcelos) e Ronaldo
Técnico: Marquinhos Santos.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual