Conecte-se Conosco

MEIO AMBIENTE

Lixo: PMB combate descarte irregular próximo ao aeroporto

Publicado

em

A operação realizada pela Sesan, com o apoio da Guarda Municipal e BPA, combate o descarte irregular de lixo e entulho 

Nove carroças utilizadas para descarte de lixo e entulho em vias e canais foram apreendidas pela Prefeitura de Belém, esta semana, em bairros próximos do Aeroporto Internacional de Val-de-Cans. A operação realizada pela Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), com o apoio da Guarda Municipal de Belém e Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), tem por objetivo combater o descarte irregular de lixo e entulho que comprometem a segurança do tráfego aéreo na capital.

Nestes locais de descarte irregular existe grande incidência de lixo domiciliar, constituído de material orgânico que serve de atrativo para diversos animais. Entre eles está o urubu de cabeça preta que, segundo o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), está em segundo lugar no ranking das aves que mais colidiram com aeronaves entre 2000 e 2014, perdendo apenas para o pássaro quero-quero. Neste período foram registradas, no Brasil, mais de 8.000 colisões com pássaros entre 2011 e 2015, e estima-se que esta quantidade corresponda a somente 27% do total efetivamente ocorrido.

De acordo com o coordenador de fiscalização da Sesan, José Argentino, os locais de descarte recebem ações regulares de limpeza, mas é preciso fiscalizar e punir quem descarta lixo nesses espaços. “A importância dessa fiscalização é minimizar o descarte irregular de resíduos sólidos e garantir segurança para os moradores e para as aeronaves que sobrevoam no local”, declarou Argentino.

As carroças foram apreendidas nos bairros do Bengui, Tapanã e Parque Verde. “Percorremos  os locais que estavam no roteiro da operação, que eram o Conjunto Tapajós e Rodovia do Tapanã, e também na Estrada da Yamada e do Bajé. Conseguimos flagrar o descarte e fazer a apreensão das carroças, e por conta disso vamos continuar nessas áreas e intensificar a fiscalização”, ressaltou o coordenador, destacando que além de atrair urubus, a presença do lixo em áreas urbanas favorece a proliferação de mosquitos e roedores, transmissores de diversas doenças.

Entre o ano de 2013 até o primeiro semestre deste ano, mais de 730 carroças foram apreendidas nas operações coordenadas pela Sesan. Mais de 600 pontos de descarte recebem atenção permanente, pois são regularmente utilizados para descartar o lixo de forma criminosa.

Por Saul Anjos

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual