Conecte-se Conosco

MARABÁ

Marabá deve retomar medidas contra a covid-19

O vírus voltou a circular com mais força e os leitos de UTI foram bastante ocupados desde o fechamento do Hospital de Campanha. Por isso, algumas ações serão tomadas.

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Zé Dudu

Publicado

em

Na manhã desta quinta-feira (10), a partir das 9h, acontece coletiva de Imprensa com o Comitê Covid-19, em Marabá, para tratar da situação do coronavírus e as novas ações de reforço ao combate às aglomerações.

O evento está confirmado para ocorrer no auditório do Gabinete da Prefeitura e dele participarão o secretário municipal de Saúde, Valmir Silva Moura; o diretor da Vigilância Sanitária (DIVISA), Daniel Soares; e o secretário municipal de Segurança Institucional, Jair Guimarães, além de representantes das forças de segurança (Polícia Militar e Polícia Civil).

Ainda não está confirmado oficialmente, mas a intenção das autoridades é determinar o fechamento total dos estabelecimentos de entretenimento, principalmente da orla do Rio Tocantins a partir das 18h ás sextas-feiras até domingo, ficando livre nos dias úteis.

Serão realizadas incursões em bares e casas noturnas da cidade. Além disso, existe a previsão de um novo Decreto Municipal, na semana que vem, que deve redefinir o horário de funcionamento dos bares e restaurantes.

Essas medidas foram tomadas depois que voltaram a se acentuar os acusados de coronavírus no município. De acordo com o Boletim Informativo de ontem (8), Marabá se aproximada dos 10 mil casos confirmados (9.935) e tem 220 mortes confirmadas pela doença.

O aumento dos casos pode ser explicado pelo fechamento do Hospital de Campanha, no último dia 30. A partir disso, os hospitais Municipal e Regional passaram a atender a demanda de 23 municípios, totalizando uma população de mais de 1 milhão de pessoas, segundo a prefeitura.

As providências para o aumento de número de vagas já estão sendo tomadas pela administração municipal a fim de atender além dos pacientes de Covid-19, tanto de Marabá quanto de municípios vizinhos que estão chegando.

Ainda de acordo com a prefeitura, nesta semana entrou em operação o plano de ação traçado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O número de atendimento de casos leves tem aumentado nos postos e hospitais. “Quanto aos casos moderados e graves, o aumento foi considerável, resultando na ocupação máxima de leitos de UTI/COVID-19 (UCE) no HMM e UTIs no Regional”, diz a prefeitura.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual