Conecte-se Conosco

MARAJÓ

Marajó – Projetos de terminais hidroviários apostam na sustentabilidade

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

Publicado

em

Todos os 13 terminais hidroviários que serão reformados em breve pela Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), no arquipélago do Marajó, foram projetados com base na sustentabilidade. As duas empresas que venceram as licitações para elaboração de projeto básico e executivo de reforma e adequação desses espaços já começaram a apresentar propostas para a equipe técnica da Companhia.

“Em todos as nossas obras sempre pedimos para que as empresas elaborem projetos com base na sustentabilidade. Então, neste sentido, elas pesquisam materiais sustentáveis para utilizar na construção e pensam no reaproveitamento da água da chuva, por exemplo. Além disso, também preveem a construção de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) nesses locais. Eles têm como objetivo diminuir a quantidade de poluentes antes de despejá-los na natureza”, explica a assessora técnica da CPH, Liane Brito.

De forma prática, arquitetos e engenheiros das empresas contratadas apresentam os projetos durante reuniões para a equipe técnica da CPH e prefeitos municipais, que analisam e debatem ideias para adequar às propostas. Todos os projetos têm 12 meses para serem concluídos.

“Essas empresas fazem um estudo preliminar da área e analisam, por exemplo, a tipologia do terreno, o fluxo de passageiros, o número de embarcações que o espaço recebe, enfim todas as informações para subsidiar a elaboração dos projetos civil e naval da obra. As propostas apresentadas até o momento atendem as necessidades destes municípios e estamos sugerindo apenas algumas mudanças para aprová-las”, completa Liane.

Termos – Das cidades do Marajó, os municípios de Santa Cruz do Arari, Cachoeira do Arari, Portel, Breves, Soure e Ponta de Pedras já assinaram o termo de cooperação técnica para elaboração destes projetos básicos e executivos. Somente após finalizados os processos de elaboração e aprovação, é que os terminais começarão a ser reformados pela CPH.

Investimentos – Em julho, durante as ações do Governo Por Todo o Pará, no Marajó, o Estado, por meio da CPH, e prefeituras municipais assinaram as ordens de serviço para elaboração de projetos de reforma e adequação de 10 terminais hidroviários: Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Chaves, Melgaço, Anajás, Bagre, Afuá, Soure, Breves e Portel.

O investimento no valor de R$ 738.615,05 beneficiará os terminais de Breves, Santa Cruz do Arari, Melgaço e Soure. Enquanto que o valor de R$ 482 mil será destinado aos municípios de Afuá, Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves e Portel.

Vale lembrar que os terminais de Muaná e Ponta de Pedras estão em processo de revisão de projetos. Já o de Curralinho, a obra está em andamento, enquanto que os terminais de Gurupá e São Sebastião da Boa Vista já foram reformados. O terminal de Salvaterra tem a concessão da empresa Henvil para operar.

MARAJÓ

Promotoria do MPPA acompanha inquérito sobre bebê internada no Marajó

Perícia oficial já descartou rumores sobre suposta violência sexual contra menina recém-nascida

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: MPPA

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) está acompanhando o inquérito policial que apura as ocorrências envolvendo a internação de uma bebê de 15 dias no Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves, no arquipélago do Marajó. Nos últimos dias, circularam notícias afirmando que a criança, que é natural de Portel, foi internada após supostamente sofrer abuso sexual. A informação foi negada por peritos na tarde desta quinta-feira (23).

O promotor de Justiça titular de Portel, Rodrigo Silva Vasconcelos, reuniu, na manhã desta quinta-feira, com a equipe médica do HRPM e com a Polícia Civil, em Breves, para tratar sobre o caso da bebê, que ingressou na unidade de saúde em 17 de janeiro com um quadro clínico de desconforto respiratório, conjuntivite e fissura anal.

A bebê nasceu no Hospital Municipal de Portel, no último dia 8 de janeiro, e foi transferida para Breves, a pedido daquela unidade de saúde, por apresentar desconforto respiratório.

Peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves examinaram a paciente nesta quinta-feira e descartaram estupro e qualquer outro ato libidinoso contra a criança. O laudo registra que a bebê possui uma fissura anal característica de recém-nascidos, que, por amamentarem frequentemente, evacuam várias vezes ao dia, o que pode produzir lesões na região retal.

De acordo com o boletim médico, a criança apresenta quadro clínico estável, com evolução satisfatória e continua internada no HRPM por estar na fase final de tratamento de conjuntivite, que inclui o uso de remédio antibiótico.

A perícia foi solicitada pela delegada Vanessa de Souza, superintendente da Polícia Civil no polo Marajó, que instaurou inquérito para apurar as notícias de suposto abuso sexual contra a bebê.

De posse do laudo emitido pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, a polícia vai dar andamento ao inquérito, que será acompanhado pelo MPPA. Uma das atividades previstas é a oitiva do médico, de Portel, que emitiu laudo afirmando que a criança apresentava lesões na região anal por supostamente ter sido vítima de violência sexual.

Texto: Assessoria de Comunicação Social

Continue lendo

MARAJÓ

Ministra Damares anuncia vinda ao Marajó após abuso sexual de recém nascido

Publicado

em

Fonte: Portal Marájo Foto: Reprodução

Com base no exame sexológico forense, foi concluído que os abusos foram recentes e que as lesões eram de “natureza gravíssima”.

“Olha aí queridos, agora entendam porque sou tão agressiva às vezes! Não dá mais para suportar tanto estupro de bebês. Estou indo sábado para o Marajó e vou atrás deste bebê. Se preciso for e se tiver autorização removeremos ela para Belém ou quem sabe até mesmo para Brasília e vamos cuidar dela. Chega!”, disse ela em uma publicação no Facebook. 

Ainda não sabemos se o autor do crime já foi identificado e como andam as investigaçõe, estamos aguardando mais informações.

A criança está internada no Hospital Regional do Marajó, estamos aguardando uma resposta sobre seu estado de saúde.

Continue lendo

MARAJÓ

Motociclistas ficam feridas ao bater búfalo em estrada no Marajó

Publicado

em

Fonte/Foto: Portal Marajó

Duas mulheres sofreram um acidente após colidirem com um búfalo, na PA-154, na noite desta sexta-feira (17). A rodovia fica localizada na Vila de Retiro Grande, município de Cachoeira do Arari, no arquipélago do Marajó.

Marilene e Roseli estavam de moto quando foram surpreendidas pelo búfalo, que atravessou a via e por conta da má iluminação, não conseguiram evitar a colisão com o animal, caindo assim as duas do veículo. Moradores da área acionaram a Polícia Militar (PM) para verificar a situação.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado pelos PMs para fazer o resgate das vítimas, que foram levadas para o hospital de Cachoeira do Arari. Ainda durante os atendimentos emergências, foi identificado que as mulheres sofreram diversas esfoliações pelo corpo, além de deslocamentos nas articulações dos ombros e pulsos.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital