Conecte-se Conosco

Sem categoria

Mario Couto registra candidatura ao Senado

Publicado

em

Ao apagar das luzes para o encerramento do prazo do registro de candidaturas para as eleições de outubro próximo, o ex-senador, Mario Couto, conseguiu, finalmente, se habilitar para disputar o pleito. Couto fora lançado candidato na convenção do seu partido,  o Progressista, em conjunto com o MDB. Mas. subitamente, seu nome foi retirado da ata que seria encaminhada para a efetivação do registro, ficando apenas os nome do presidente do MDB, senador Jader Barbalho, que concorrerá à reeleição; e o do ex-vice-governador Zequinha Marinho (PSC). Nas redes sociais, Couto publicou um anúncio relativo a 15 de Agos, Adesão do Pará à Independência do Brasil, mas que era uma dica do que iria fazer a seguite: registrar a sua candidatura. Depois disso, publicou também a cópia da sua inscrição junto ao TSE.

Couto pegou santo, com o que classificou de alta traição do MDB e dos dirigentes do PP, João Salame Neto e o seu irmão, deputado Belo Salame. E abriu fogo pesado contra seus supostos traidores, chegando a declara que fora excluído por ter prometido continuar lutando, no Senado, contra a corrupção. “Os Barbalho – disse se referindo ao senador e a seu filho, Helder, que é candidato ao governo do Pará – não podem ouvir a palavra corrupção: são investigados pela Lava Jato e podem ser presos ou usar tornozeleiras eletrônicas”. Beto Salame entrou no meio da questão, dando uma de bombeiro e parece que conseguiu  acalmar os ânimos do ex-senador. Couto chegou a dar com certa a sua ausência no pleito, mas logo depois acenou com a possibilidade de concorrer. Agradeceu o apoio que recebeu de centenas de amigos, por meio da campanha “Volta Mario Couto”, empreendida nas redes sociais, principalmente.

Surpreendentemente, Mário Couto Filho  conseguiu registrar dentro prazo estipulado pelo TSE a sua candidatura ao Senado,  sob o número  111. De posse de seu registro, anunciou que vai se leger para continuar combatendo a corrupção que grassa no país. E que vai apoiar informalmente para o governo do Pará, o candidato do DEM, deputado Márcio Miranda, embora, em tese,  faça parte da coligação do MDB

 

 

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual